Tag Archives: sugestão

Novidades – Perfume Dolce & Gabbana Intense

3 Out

Quando se fala seja em que for num registo “intense”, geralmente, ou se ama ou se odeia. Eu, confesso, não sou nada fã da marca e tenho uma espécie de ódio de estimação ao famoso Light Blue, mas estou apaixonadíssima por este perfume!

Intense (Dolce & Gabanna)

Intense (Dolce & Gabanna)

Força, paixão, intensidade são algumas das palavras escolhidas para descrever este novo aroma. Os componentes andam entre o floral oriental e flores brancas. Flores brancas são das minhas notas favoritas, é algo a pender entre a rosa, a flor de laranjeira e o jasmim, é um floral quente e profundo que fica quase como que “preso” no fundo da nossa respiração mas de uma maneira confortável – é um aroma doce que nos preenche mas sem ser enjoativo ou cheirar a sintético. Neroli (outra flor branca), flor de laranjeira e tuberosa (outra flor branca!) é o primeiro acorde (conjunto de notas) a ser sentido, depois há o sândalo e outros componentes que tornam este perfume de certa maneira cremoso no final. Há aqui uma mistura que, no fim, me lembra plástico, mas de uma maneira agradável – não sei explicar, mas há aqui um aroma a plástico doce que não é, nem de longe, tão desagradável como soa. Na verdade até é bom!

A emabalagem é linda, até as amostras vêm numa caixinha de papel veludo roxo/vinho! O frasco em si é de vidro roxo, quase opaco. Extremamente elegante e ainda assim moderno na minha opinião. Laetitia Casta dá a cara e o corpo a este perfume também, como já deu a outros perfumes de marca. A modelo francesa tem consigo um pouco do calor mediterrâneo que o perfume sugere mas também uma sensualidade simples e misteriosa ao mesmo tempo.

Até Novembro deverá estar disponível em todas as boas Perfumarias de Portugal e se gostam de perfumes que marquem sem serem óbvios e de mau gosto, sugiro

Anúncios

Inspiração

2 Jun

colorida asiática maquiagem maquilhagem

Confesso que a única coisa que entendo da legenda é “Marc Jacobs”. Também não sei se importa muito, olhando para uma maquiagem tão bonita e cheia de cor!

Não sei bem por onde começar! Talvez pelas unhas a combinar com a sombra, a sombra a contrastar tanto com as sobrancelhas (já vimos como se deixam as sobrancelhas coloridas) e com os lábios vermelhos e super brilhantes. Não esquecer também o blush laranja nos lados da face! Há tanta coisa a passar-se ao mesmo tempo mas está tudo tão bem harmonizado…! Claro, e as pestanas postiças não faltaram, também.

Só resulta para um editorial, bem sei, mas que esta imagem sirva para lembrar que a maquiagem não tem que ser sempre castanha e neutra.

Maquiagem – Kit Wild Forest Bellápierre

25 Abr

Talvez se lembrem de uma marca que eu apresentei aqui no blog há bastante tempo, a Bellápierre. Hoje conto-vos sobre um kit de sombras da marca que adquiri recentemente e cujo tema é o verde. Resisti aos castanhos e roxos por uma vez na vida, parece engano!

Kit Wild Forest Bellápierre - Embalagem Exterior

Kit Wild Forest Bellápierre – Embalagem Exterior

Assim é por fora o kit. Há mais versões, há um com tons neutros, outros mais escuros, outros vibrantes, tons de lilás e também tons de azul. As sombras Bellápierre são minerais e feitas de pigmentos naturais, são hipoalergénicas, duram o dia todo mas são fáceis de remover e podem ser usadas como qualquer pigmento mineral – ou seja, secas ou molhadas, sozinhas ou misturadas entre si, e como sombra, eyeliner, gloss, verniz de unhas, blush, para pintar o corpo, pintar temporariamente o cabelo (só até lavar) e também como máscara de pestanas. Claro que para cada uso há um modo de proceder diferente e terei todo o gosto em falar disso se houver interesse da vossa parte! Abaixo vêm o kit por dentro, com dois pincéis de pêlo natural (um de sombra, fofo e espalmado e outro de eyeliner, biselado e rígido), uma base de sombras (vulgo primer) e três sombras.

O Kit Wild Forest da Bellápierre

O Kit Wild Forest da Bellápierre

Vendo as sombras com a devida atenção, temos, da esquerda da imagem para a direita a base e as três sombras minerais, todas lindas e seguindo o tema da cor verde. A base é bastante boa, à base de sílica, e é cor-da-pele. Aplica-se com o dedo ou um pincel (sintético de preferência, por ser muito cremosa), esbate-se bem para que a cor não seja demasiado notória em contraste com a cor das nossas pálpebras e aplica-se a sombra dita normal por cima. As bases de sombras têm por função fixar e tornar a cor do que se lhe colocar por cima mais bonita e vibrante e esta faz exactamente isso. Prevejo que dure bastante, é necessária uma quantidade muito pequenina; se houver exagero na aplicação tende a dar-se o efeito contrário do pretendido, fazendo com que a sombra se junte na prega da pálpebra e possíveis ruguinhas da mesma.

Cores Wild Forest Bellápierre

Cores Wild Forest Bellápierre

Deixem-me fazer uma pausa para relembrar que ao clicar na imagem, esta expande-se, o que poderá ser útil a nível de legendas e reflexos das cores. Falando em cores e voltando ao nossos assunto, a cor Reluctance é a mais escura do trio. Trata-se de um verde escuro acinzentado, brilhante, com reflexos dourados. Dependendo da intensidade com que é aplicado pode até parecer cinzento nos olhos. A cor Forest é a mais vibrante, é um verde esmeralda bastante aberto e também possui brilho, se bem que este é de uma cor semelhante à da sombra, não se destacando tanto como o da Reluctance. A sombra Discothèque já é um verde limão, quase quase amarelo e com brilho dourado e verde. As sombras são minerais, como já referi, de modo que o componente principal é a mica. A mica é um mineral e é sempre brilhante, é o componente que faz com que certos granitos pareçam ter glitter, reparem bem! Nestas sombras está triturada de modo muito, muito, muito fino, por isso o brilho é elegante e versátil (por oposição a sombras com glitter muito grande que têm tendência a parecer demasiado juvenis). Fica abaixo a foto das sombras aplicadas na pele, o que a meu ver reflecte muito mais a verdadeira cor das mesmas.

Kit Wild Forest Bellápierre - sombras aplicadas

Kit Wild Forest Bellápierre – sombras aplicadas

Estes kits têm uma particularidade que acho engraçada para quem não tenha tanto à vontade com as sombras poder começar a “brincar”, digamos assim. Na embalagem exterior há uma espécie de tampa que abre e dentro temos instruções muito explicitas para um look (em Inglês). Os kits são versáteis, não há porque não misturar estas cores com outras ou porque inovar não seguir as instruções, mas cai sempre bem ter uma sugestão. Aproveito para deixar ficar dados importantes antes de acabar o artigo. Estes produtos são adquiríveis através do site da Bellápierre em Portugal (aqui fica o link para a loja e o link para os kits em si). É possível comprar todos os elementos do kit em separado, sendo que cada sombra sozinha custa 12,99€ e o kit custa 39,99€ fora portes. Podem (devem!) retirar 10% a estes valores usando o código 0B5YE no checkout. Amanhã tenho mais sombras e um blush/bronzer da marca para vos mostrar, fiquem atentos! Temos aqui pano p’ra mangas como se costuma dizer e, como sempre, fiquem à vontade para colocar qualquer dúvida.

Cuidados De Pele – HydraQuench Gel Creme Clarins (Review)

4 Fev

A Clarins é uma marca que me sempre mereceu a minha confiança. Não é das mais baratas, mas é das mais credíveis na minha opinião – lá tem os seus defeitos, como a overdose de perfume que coloca em quase tudo, mas, em geral, é uma boa marca que eu não hesito em recomendar.  Hoje venho falar-vos de um creme para peles mistas e normais que estejam desidratadas.

Clarins HydraQuench Gel

Clarins HydraQuench Gel

Com o aquecimento das casas e espaços fechados em geral, com o vento e o frio, a pele desidratada é um mal que pode afectar qualquer pessoa. Pois bem, a minha pele é muito fininha e resolveu ter um ataque de desidratação devido aos ares condicionados e ao frio que se fez sentir aqui pelo Norte nos últimos tempos.

Eu estava determinada a ir comprar um Moisture Surge da Clinique, que é quem me tem valido em situações assim, mas uma amiga experimentou este creme porque eu lhe falei bem da Clarins e depois disse-me tão bem dele que eu quis experimentar.

O creme é muito leve, mas muito refrescante. Hidrata muito bem, é absorvido rapidamente e apesar de ser um gel, não deixa aquela sensação pegajosa na pele quando seca; pelo contrário, a pele fica suave e macia. Uso-o mais como creme de noite, mas dado que matifica bem a pele, também o uso de dia e debaixo da maquiagem se sentir a pele a precisar de uma ajudinha extra em algum dia em particular. Só vale lembrar que não tem SPF.

Tem algum silicone e bastantes extractos de plantas e devido a uma sensação de frescura que dá à pele (óptimo para aquele cieiro que não quer passar e que nos deixa as faces vermelhas e quentes!), também ajuda qualquer coisa com os poros dilatados. Da mesma linha há um creme mais pesado, uma máscara (que estou mortinha por experimentar!), um sérum e um bálsamo labial.

Não tenho nada a dizer em termos de alergias (e olhem que a minha pele é muito propensa a isso!), nada a dizer em termos de acne, o unico senão é mesmo o alto teor em perfume que, além de poder incomodar, por fazer alergias. É um cheirinho bom, mesmo agradável, mas nisto dos aromas as opiniões são sempre diferentes.

Enfim, gosto mesmo do creme e recomendo-o a quem esteja a sentir a pele a “portar-se mal” devido ao frio mas que tenha receio de um hidratante demasiado pesado. Parece-me também um óptimo creme para o Verão para as pessoas de pele mista a seca ou normal que achem que durante o Verão ficam um pouco mais “oleosas”.

Ah! Falta dizer que me custou €42 na Douglas, sendo que o preço varia conforme a cadeia de Perfumarias.

Clarins HydraQuench Gel

Clarins HydraQuench Gel

Cuidados De Pele – Limpeza Da Pele Seca

19 Nov

Quantas vezes não pensamos que a pele oleosa é aquela que precisa de mais cuidados, que não vive sem atenção e que precisa de produtos específicos para tudo e mais alguma coisa? Porque temos a idea de que a pele mais oleosa está mais “suja” e porque o óleo incomoda e se vê, tendemos a achar que o oposto (ou seja, a pele seca), não precisa de tantos cuidados porque os problemas não são visíveis. Porém, nada poderia estar mais longe da verdade!

A pele seca também requer cuidados e se o excesso de óleo incomoda, a falta dele incomoda também! A limpeza da pele seca é de extrema importância, na verdade acho que um bom regime de limpeza com produtos adequados até se nota mais e mais rapidamente numa pele seca. A primeira coisa a fazer é saber se a pele é mesmo seca ou se está desidratada. Se for mesmo seca, então continuem a ler.

Primeiro, a esfoliação. Pode, sim, esfoliar-se uma pele seca, mas é claro que não se pode usar “qualquer coisa” ou os mesmos produtos que se usa para uma pele mais espessa. A pele seca tende a ser fina e, como tal, os produtos a lhe serem aplicados, devem ser mais gentis. Esfoliantes mecânicos não estão proibidos  mas é melhor serem evitados. Procurem um esfoliante químico, um “peeling” suave (até mesmo em máscara!) a ser usado uma vez por semana.

Depois, o líquido de lavagem e o desmaquilhante. Como desmaquilhante, aconselho a água micelar e também os bálsamos como o Take The Day Off da Clinique, desmaquilhante esse que já vi em acção e do qual posso garantir a eficácia. Quanto a líquidos de lavagem, quanto mais suave, melhor. A ideia é retirar o mínimo de óleo possível e evitar a micro-esfoliação (ou seja, pequenas agressões indesejadas).

O tonificante a usar deve também ele ser nada agressivo. Deve servir para acalmar a pele, apaziguar  Produtos com aloé vera, vitamina E, camomila entre outros são bons. O DermatoClean Clarifying Toner da Eucerin também é uma boa escolha como ponto de partida!

Já sabem que não devem nunca, jamais, em tempo algum usar água demasiado quente, esfregar a pele com a toalha ao secar e que o uso de um hidratante de qualidade é imprescindível! Só assim é possível não irritar a pele e mantê-la confortável e bonita.

Novidades – MAC Glamour Daze & Fabulousness

31 Out

A MAC este ano excedeu-se e lançou montes, montanhas de coisas lindas como colecção de Natal!

O visual anos 60 coaduna-se perfeitamente com a feminilidade das cores desta em colecção. O casamento perfeito! Cores pastel, delicadeza e bastante diversidade.

A colecção inclui sombras, eyeliners em gel e lápis, máscara, blush, batons, glosses e mais. Tudo tão lindo que o problema é não cair na tentação de trazer um de cada.

A outra colecção da MAC, e que é mais do que perfeita para oferecer como prenda de Natal (será que isto foi uma pista para os meus muito generoso amigos e família?), tem kits de olhos. As embalagens continuam no tema feminino, cores pastel, capitonê e laços – haverá algo mais amoroso? As cores andam entre os neutros, quentes e esfumados.

A MAC tem ainda, para este Natal, mais kits – de face, de lábios e de pincéis. Tem também nécessaires que são lindíssimos!

Ai o meu rico dinheirinho!

Maquiagem – A Sombra do Momento

8 Mar

O que é a Megan Fox, Zooey Deschanel e Elizabeth Olsen têm em comum? Foram recentemente vistas a usar a sombra de olhos mais popular do momento. É um dourado rosado – ou um rosa dourado.

Elizabeth Olsen

Elizabeth Olsen

Este tom de sombra em particular quer-se bastante cintilante mas sem partículas de glitter muito grandes. Para quem prefere fazer a distinção entre maquiagem de dia e maquiagem de noite, esta sombra é perfeita tanto para de dia como para de noite. Para de dia, esbater um pouco de eyeliner em lápis de um tom castanho chocolate em volta da linha das pestanas é tudo o que precisam para um olhar especial. Para um olhar ainda mais sensual, esbatam o eyeliner tanto na linha das pestanas superiores como na das inferiores. Para de noite, eyeliner preto apenas nas pestanas superiores como usa a Zooey Deschanel é o mais indicado. Não se esqueçam das duas camadas de máscara de pestanas preta (rimmel)!

Zooey Deschanel

Zooey Deschanel

Felizmente, esta sombra fica bem a quase todos os tons de pele e é muito fácil escolher um batom e blush para harmonizar o look. Para blush, usem uma cor mais quente – se quiserem, até podem aplicar o bronzer como blush. Para os lábios, podem escolher entre um batom natural que não tenha uma cor muito diferente da dos vossos lábios ou um batom cremoso com um tom mais cor de pêssego. A minha escolha? Um dos meus favoritos, claro! O batom Bare Again da linha Sheen Supreme da M.A.C.

Megan Fox

Megan Fox

Esta cor vai ser extremamente popular para a Primavera e não tarda nada vai ser facílimo encontra-la por todo o lado e para todos os preços. Por agora, boas opções são a paleta iDivine Sunset da Sleek (à venda na Sephora), o novíssimo Shimmer Brick Rose Gold da Bobbi Brown que também pode ser usado como blush (edição limitada e à venda em breve no El Corte Inglés) e ainda a paleta Naked da Urban Decay (também à venda na Sephora).

Eu estou a usar este look agora mesmo – e vocês? É algo que gostariam de experimentar? É algo que pretendem experimentar? Quero saber!

%d bloggers like this: