Tag Archives: rosto

Cuidados De Pele – A Máscara Certa Para Mim

18 Nov

Nem sempre é fácil escolher estas coisas, partimos do princípio que a escolha deve ter por base o nosso tipo de pele e é bem verdade, mas há sempre mais qualquer coisa a ter em conta! Antes de mais, convém que saibamos o nosso tipo de pele.

máscara facial beleza

Pele Seca ou Sensível – É a pele que mais sofre com agressões, logo, não deve nunca descurar as máscaras para ajudar a hidratar e acalmar a pele. A máscara deve ser cremosa, sem caulino ou outro tipo de argilas e não deve ser do tipo que tem pequenas esferas esfoliantes.  Devem ser aplicadas em camada generosa, deixadas por 10 a 20 minutos e depois o excesso deve-se retirar com um disco de algodão sem esfregar. Uma boa máscara para pele seca trará um novo conforto à pele e, regra geral, podem ser deixadas durante a noite na pele desde que não contenham ácidos (ou seja, sirvam só para hidratar e não para rejuvenescer). A máscara hidratante da Avéne é a que mais gosto de recomendar.

Pele Oleosa – É o tipo de pele para o qual eu recomendo máscaras sem pensar duas vezes. Vai ajudar a controlar o óleo porque o absorve e e vai fazer uma limpeza mais profunda do que o regime de cuidados do dia-a-dia faz. As peles com acne podem e devem usar também máscaras, a minha favorita para pele oleosa e/ou acneica é a da Sampar que recomendo com imensa frequência, mas há boas máscaras de argila no mercado. O truque é usar a máscara de caulino/argila, deixar apenas 10 a 15 minutos conforme recomendado na embalagem (varia consoante a marca ou o produto em si) e usar logo de seguida uma máscara hidratante. Estamos a retirar óleo e logo a seguir a colocar hidratação, ou seja, a pele vai responder melhor e, com o tempo, a produção de óleo tenderá a diminuir. Também é uma excelente ideia para que a pele não fique demasiado sensibilizada. Já se sabe, depois de retirada a máscara para pele oleosa (deve-se retirar com água), é necessário aplicar hidratante ainda que não se deseje fazer a máscara hidratante.

Pele Mista – Geralmente é quem menos procura máscaras, mas não é que não beneficie delas! A pele mista a oleosa deve usar uma máscara para pele oleosa seguida de um bom hidratante e a pele mista a seca, deve usar uma máscara hidratante, porque hidratação nunca é demais. Uma auto-mini facial é sempre bem vinda, não é?!

As máscaras têm como principal objectivo dar um empurrãozinho ao tratamento que já fazemos, é um complemento que pode mudar tudo para melhor e, uma vez que nos habituemos a elas, não há volta a dar, apaixonamo-nos. Quem nunca experimentou deve fazê-lo na minha opinião, o quanto antes!

Anúncios

Novidades – Instant Fix Oil Control da ‏Anthony Logistics for Men

15 Maio

Não é muito comum falar de produtos específicos para homem aqui no blog, mas este é novidade e parece-me útil, por isso aqui está!

Instant Fix Oil Control da ‏Anthony Logistics for Men

Instant Fix Oil Control da ‏Anthony Logistics for Men

É um produto desenhado especificamente para o sexo masculino, para retirar o brilho e a oleosidade da pele, ajudando também a diminuir a aparência dos poros- pode ser usado em qualquer altura, sendo que não dispensa outros cuidados como a limpeza e hidratação. O efeito instantâneo é puramente cosmético, mas a longo prazo, devido aos ingredientes, ajuda a normalizar a pele e a diminuir algumas das imperfeições que derivam do óleo em excesso.

Falando em ingredientes, os principais são a glicerina (já falamos aqui) e a sílica- normalmente ligamos a sílica a uma substância que absorve água, mas há tipos de sílica que conseguem absorver até 7 vezes o seu peso em óleo. Já que estamos a falar em ingredientes, vale mencionar que este produto está livre de parabenos. Já agora, este produto também funciona bem em cabeças calvas, que tendem sempre a ter um certo brilho que pode incomodar algumas pessoas!

O modo de aplicação não é nada de especial, deve-se aplicar uma pequena quantidade (cerca de uma “ervilha” chega para o rosto todo) quando necessário na zona a matificar, em especial a zona T (testa, nariz e queixo). Aplica-se com as mãos, massajando na pele e evitando a zona dos olhos, reaplica-se conforme necessário.

A marca está exclusivamente à venda nas perfumarias Perfumes & Companhia um pouco por todo o país – este produto é um pouco caro, como todos os direccionados exclusivamente para homem, mas são 45€ que rendem muito porque em termos de produto matificante usa-se sempre pouca quantidade.

Mais informação sobre o produto está disponível no site da marca, em Inglês.

Cuidados De Pele – Pele Sensível, Reactiva e Atópica

19 Fev

Serão sinónimos? Serão um tipo ou vários tipos de pele? Quão comum será ter uma pele assim? Vamos ficar a saber hoje aqui no Invicta Maquiagem.

Pele sensível, reactiva e atópica

A pele sensível é uma pele que não tolera bem agressões. Fica vermelha, repuxa, arde e é desconfortável quando é de algum modo agredida. Uma pele clara, fina e com tendência a ser seca ou desidratada tem mais probabilidade de se apresentar sensível, mas outro tipo de pele pode ser sensível da mesma maneira, é apenas menos comum. Entre alterações a nível de calor, frio ou vento, cosméticos agressivos ou inapropriados, poluição do ar ou da água em geral, stress ou “aqueles dias do mês” (nas mulheres, claro está) tudo pode tornar uma pele sensível ainda mais reactiva.

A pele reactiva é uma pele sensível, são praticamente sinónimos. A pele sensível manifesta a sua sensibilidade e é a isto que chamamos reactividade. É possível que uma pele seja só sensível/reactiva a um elemento em particular (por exemplo, só reage quando há muito frio ou a produtos perfumados). Digamos que é uma “alergia” a uma situação em vez de a um produto em si, se é que isso faz sentido.

Pele atópica, por outro lado, pode ser um problema um pouco mais sério. É uma condição genética, muitas vezes manifestada em crianças e bebés, mas que não é exclusiva a esta faixa etária. A pele atópica reage de forma excessiva a muitos elementos, é aquela pele que fica irritada com tudo e mais alguma coisa, que parece não tolerar coisa nenhuma. A composição de parte da pele não se processa de forma normal, faltam algumas gorduras consideradas essenciais. Assim, a pele inflama com facilidade e há ocasiões em que a pele pode até ganhar manchas, parecer esfolada/raspada e até mesmo abrir de maneira dolorosa. Requer atenção médica, tanto no caso de crianças como em adultos – regra geral os adultos são pessoas que sempre tiveram problemas de pele e cresceram com esta doença, tenham ou não dado conta; naturalmente, é possível que a doença só se venha a agravar quando as pessoas já têm mais idade por estarem expostas a estímulos/agressões às quais não estavam enquanto crianças.

O que pode fazer quem tem este tipo de problema, tanto sensibilidade como atopia? Começar por ir ao Dematologista, usar o mínimo de produtos possível e fazer de um tudo para não usar produtos com perfume. A aplicação de sprays de água termal pode acalmar a pele sensível enquanto não há uma solução mais permanente, mas pode não ser adequada à pele atópica (depende do caso de cada pessoa).

Perguntas E Respostas 8: Maquiagem Depois De Uma Limpeza De Pele

18 Dez

Perguntou a Clarice por e-mail:

Oi! Tenho uma dúvida e como vejo que responde a questões resolvi perguntar. Sempre que faço limpeza de pele fico com a pele um pouco vermelha e, alguns dias depois, é normal que apareça um ou duas borbulhinhas. É possível usar maquiagem depois de uma limpeza de pele? E é recomendável? Obrigada.

Questão

Olá Clarice! Esta é uma dúvida muito comum, e de resolução muito simples.

Regra geral, pode-se usar à vontade maquiagem que não seja para a pele em si, isto é, maquiagem de olhos e de lábios está completamente liberada, pode-se usar à vontade.

Quanto à maquiagem de pele em si (base, corrector, blush), há algumas palavras a dizer. Esta deve ser evitada por pelo menos 12 horas. Lá porque deve ser evitada, não quer dizer que está proibida  quer só dizer que é desaconselhada. Se for mesmo urgente, imprescindível, absolutamente necessária, é possível usar um bocadinho de creme com cor ou base mineral, sempre na menor quantidade possível.

O corrector pode ser utilizado também, apenas onde for mesmo necessário. Passadas 12 a 24 horas, se a maquiagem for de qualidade e adaptada ao tipo de pele e se não provocar alergias, é possível, sim, usá-la conforme quiserem.

Porém, a limpeza de pele serve para deixar a pele mais bonita e luminosa, mais lisa, mais fresca. É natural que, passada esta vermelhidão inicial e a dilatação dos poros que pode advir da aplicação de vapores, é bem possível que se preciso de menos base e corrector. É algo a que se deve prestar atenção porque muitas vezes usamos sempre a mesma quantidade de produto por hábito e rotina e pode até nem ser preciso nesta situação!

Espero ter ajudado! Adoro, adoro, adoro, absolutamente adoro perguntas! Obrigada por me ter contactado!!!

Perguntas E Respostas 2: Parecer Acordada

4 Out

A Tatiana perguntou por e-mail:

Boa tarde!!! Tenho um problema na minha vida. Tenho aulas todos os dias às 8h30 da manhã e não sou uma pessoa matutina. Preciso de dicas para parecer minimamente acordada, acho que até me fica mal ir para a faculdade com cara de quem estava bem era na caminha. Pode ser maquilhagem ou, eventualmente, algum bom creme ou assim… Adorava sugestões!

 

E eu respondo:

Olá! Obrigada pelo teu e-mail, adoro receber e-mails com questões e sugestões! Realmente, confesso que também me custa acordar cedinho. Na minha opinião, produtos que se usem rapidamente, sem grandes confusões são o ideal.

Quanto à pele em si, nada substitui o cuidado continuado ao longo do tempo. Tratar sempre bem da pele é o ideal. De manhã, creme hidratante com SPF adequado ao tipo de pele é a solução e, se for necessário, um gel de olhos para desinchar os olhos. Gosto imenso do “No Old Bags Allowed” da Anatomicals (em Portugal, só se compra pela Internet e os portes são caros, apesar do produto ser super barato) e do Soothing Eye Gel da Yes To Carrots (encontra-se na Sephora). São verdadeiros salva-vidas.

Quanto a maquiagem, corrector é indispensável. Olheiras são as primeiras coisas a corrigir e depois alguma mancha, marca ou borbulha. Depois, uma sombra dois a três tons mais claros do que a pele é útil para ser aplicada abaixo do arco da sobrancelha e no canto interno – isto vai abrir os olhos. Máscara preta nas pestanas de cima vai fazer o mesmo efeito. Depois, para dar um ar de saúde um blush pode ser uma boa opção. Eu sou a favor de produtos pigmentados (com muita cor), mas, sinceramente, para quem já não é muito funcional de manhã, estar a prestar atenção à quantidade de blush que tem num pincel não é assim muito fácil. Assim, um blush clarinho, que precise de uma quantidade média para aparecer na pele, pode ser funcional.

Alguns artigos aqui no Invicta Maquiagem que posso recomendar como “leitura complementar” são a maquiagem em 5 minutos segundo a Carmindy ou então a minha própria versão dessa maquiagem rápida. Um artigo sobre esconder a ressaca que eu escrevi há uns meses pode dar dicas preciosas para esconder o cansaço.

Espero que esta resposta te tenha ajudado e boas aulas!

Lembrem-se, podem sempre mandar-me questões para esta rubrica! Maquiagem, cuidados de pele…

Perguntas & Respostas #1: Ordem De Aplicação

24 Set

Mais uma rubrica novinha em folha aqui no Invicta Maquiagem! Estão a gostar das novidades? Espero que sim! Tenho recebido alguma questões por e-mail e pelo Facebook e resolvi que era muito melhor responder aqui, onde toda a gente com dúvidas semelhantes pudesse ver. Estes vão ser artigos curtinhos, talvez repitam um bocadinho algum tema que já tenhamos abordado, mas tenho certeza que vão ajudar muitas pessoas com dúvidas por aí. Se tiverem dúvidas, perguntem! Tenho todo o gosto em responder a questões de maquiagem ou cuidados de pele. Vamos a isso?

A Joana perguntou via Facebook:

Olá Micky! Tenho uma dúvida. Falas de séruns e cremes… Li os teus posts, mas o que eu não percebo muito bem é qual a ordem pela qual devo aplicar os produtos. Há alguma “ciência”? Como pegar num produto e saber quando o devo aplicar? Obrigada!

E eu respondo:

Olá Joana! Obrigada por leres o Invicta Maquiagem tão atentamente. Com tantos e tantos tipos de produtos, por vezes pode ser um bocadinho confuso entrar numa perfumaria e saber exactamente como usar aquilo em que pegamos. Realmente há, sim, uma espécie de ciência. Regra geral, o produto com a consistência mais fininha deve ser aplicado primeiro. Normalmente, o produto menos espesso é o sérum, seguido do creme (de dia ou de noite) e, por fim, o protector solar. A não esquecer é o facto de que se vamos usar creme sem protecção solar e queremos aplicar protecção solar por cima, devemos deixar absorver completamente o creme antes de aplicar o protector solar.

Assim, da próxima vez que surgir esta dúvida, lembram-se: os produtos menos consistentes, vão primeiro. Os mais consistentes, vão por último! Fácil, não é?

Cuidados De Pele – Steamcream

18 Jul

Um creme extremamente hidratante, simples, com óleos essenciais, fabricado com uma tecnologia que só por si já é diferente e que ainda por cima vem numa lata ecológica e simplesmente linda? Só pode ser bom!

O Steam Cream é um creme feito à mão e que pode ser usado nas mãos, pés, corpo e, dependendo do tipo de pele, até no rosto. Tem ingredientes bons e hidratantes, mas o que o torna mesmo diferente dos outros é o facto de ser fundido a vapor em vez de usar químicos menos recomendáveis para a pele. Este método de fabrico permite um creme muito mais leve, mas hidratante do mesmo modo e que é absorvido mais rapidamente.

Este creme contém, entre outros, óleos de amêndoa e jojoba que são conhecidos por darem à pele seca um conforto instantâneo e uma elasticidade aumentada. Este creme contém ainda aveia, água de flor de laranjeira e óleo de lavanda e camomila, conhecidos por acalmar a pele. Importante é dizer que todos os ingrediente naturais (uma grande porção dos que compõem este produto) são frescos, o que é sempre aconselhável mas nem sempre o standard da indústria de cosméticos. Apesar do Steam Cream ter parabenos, é o ingrediente que figura em menor quantidade – o que já é bastante bom. Podem encontrar mais informações no site da marca.

O creme tem um aroma a lavanda que, apesar de não ser do gosto de toda a gente, é relaxante segundo a aromaterapia. O aroma é de intensidade média e perdura durante uma ou duas horas na minha pele. Estamos habituados a cremes de cor branca, pelo menos a maioria do que vejo são assim –  este creme é levemente amarelado, sem dúvida devido aos óleos que contém. Apesar de conter óleo, é muito leve e agradável ao toque, nada oleoso e não deixa aquele filme oleoso que, sinceramente, deixa-me muito desagradada.

Confesso que o que me atraiu para este creme foram as caixas. Eu não vou negar, não adianta nada. As caixinhas são, quase todas, de edição limitada. São de metal, são lindíssimas e são desenhadas no Japão. Há muitas por onde escolher, para todos os gostos. Esta que tenho chama-se Eurasia. Têm, em alto relevo, o nome da marca e o logotipo.

Não recomendo este creme no rosto de quem tenha pele oleosa ou mista com tendência a oleosa. Quem tenha pele normal, mista a seca ou seca pode perfeitamente usar este creme nos dias de maior desconforto. De resto, atesto que é excelente para o corpo, especialmente para zonas mais secas como as mãos, calcanhares e cotovelos – especialmente nos cotovelos tive resultados fantásticos. Além disso, as caixinhas são imbatíveis e impagáveis, são amorosas!

Cuidados De Pele – Rosácea

30 Abr

Abril é o mês da rosácea nos Estados Unidos e, embora o mês termine hoje, resolvi falar deste tema. Vou tentar responder às questões mais comuns sobre o tema e, no fim, dar algumas dicas sobre como lidar com este problema caso o tenham. Porém, ainda antes disso, quero dizer que se acharem que têm esta doença é muito importante que consultem o vosso dermatologista antes de tomarem alguma acção. Já agora, sabiam que o Presidente Bill Clinton tem rosácea? E a Princesa Diana também tinha!

O que é a rosácea?

A rosácea é uma doença de pele. É crónica, de origem inflamatória e afecta geralmente apenas a pele do rosto. As pessoas que sofrem desta doença apresentam a pele vermelha e com pequenos vasos (chamados capilares) visíveis. Algum inchaço e até uma espécie de borbulhas são relativamente comuns. Ardor, comichão e sensação de picadas também podem acontecer. Muitas vezes confundem-se os sinais e sintomas com acne, mas não é a mesma coisa. Infelizmente, ainda não se sabe ao certo a causa.

Quem pode ter rosácea?

Toda a gente pode ter, mas é mais comum em alguns grupos específicos: surge muitas vezes em mulheres entre os 30 e os 50 anos que sejam caucasianas e latinas. A doença apresenta-se de modo diferente em homens e em mulheres (sendo que em mulheres a área afectada é mais extensa, mas é menos intensa) e são raros os casos de diagnóstico em pessoas de raça negra: por causa da cor da pele é muito mais difícil de verificar a vermelhidão do rosto e os capilares visíveis que caracterizam esta doença. Predisposição genética (sou seja, se alguém na família tem), doença gastrointestinal, hipertensão entre outros são alguns factores de risco que também se devem ter em conta.

Há alguns factores agravantes?

Sim, há factores que podem agravar a doença. Bebidas quentes ou alcoólicas, stress, ar condicionado e temperaturas extremas são apenas alguns. Quero referir que, na maior parte dos casos, há algum factor em particular que desperta a doença mais do que os outros. Ás vezes é alguma comida em especial, algum detergente, algum perfume… é muito importante cada pessoa conhecer os seus sinais e sintomas e o que os agrava.

Há cura para a rosácea?

Pois é, esta é a pior parte: ainda não se conhece nenhuma cura. Talvez por ainda não se conhecerem as causas nem os mecanismos que desencadeiam esta condição. Talvez no futuro haja uma cura definitiva, mas por agora a única coisa a fazer é tentar controlar o aspecto e tornar o processo menos incómodo.

O que fazer se achar que tenho rosácea?

Primeiro, visitar o médico. Só ele poderá dar o diagnóstico definitivo. Depois, ler e ler muito- informem-se, pesquisem, tentem aprender tudo o possível sobre a doença. Assim, sentem-se melhor, mais informados e quando alguém vos perguntar ou pedir ajuda, vão poder falar com conhecimento de causa. Em terceiro, como eu disse acima, é muito importante que conheçam a vossa pele e que saibam o que a faz sentir melhor e pior.

Dicas para lidar com a doença?

Como não há cura, a solução é mesmo ir lidando com o assunto. O dermatologista poderá aconselhar melhor, mas protector solar todos os dias (até no inverno, até quando está para chover) é essencial. Nem pensar em sair de casa sem ele! A limpeza da pele deve ser feita com produtos suaves. Depois, há cremes apaziguantes, tanto para o dia a dia como para situações de emergência. Eu não sofro de rosácea, mas pesquisei muito e vejo que há muita gente com bons resultados com a linha Redness Solutions da Clinique. A Clinique é uma marca na qual confio e acho que, em geral, sabem o que fazem. A Avéne (à venda em Farmácias) é uma outra marca que também tem produtos para a vermelhidão que funcionam muitíssimo bem. Estes não são só para quem sofre de rosácea, mas para quem tenha problemas de vermelhidão no rosto em geral. Já os experimentei e, tendo pele sensível, dei-me muito bem com os mesmos.

Linha Redness Solutions da Clinique

Linha Redness Solutions da Clinique

Quase todos os cremes para ajudar com a vermelhidão têm um tom verde. A cor verde neutraliza a cor vermelha e cor-de-rosa e é por isso que os cremes, correctores de cor etc. têm essa coloração.

É normal ter alguns complexos por ter o rosto sempre vermelho. Mesmo que não sofre de rosácea consegue entender isso. A melhor maquiagem para cobrir a rosácea é a maquiagem mineral. Base e correctores minerais são a única coisa que recomendo para pessoas com rosácea. Já sabem que eu gosto da BelláPierre (e, claro, que têm 10% de desconto ao comprar nessa marca com o código 0B5YE), mas trata-se mais de encontrar uma marca que gostem e com a qual se sintam bem.

Espero que se sintam mais informados e, como sempre, se tiverem dúvidas ou comentários, deixem-nos aqui que eu vou tentar responder o melhor que puder.

Novidades- Vichy Idealia

18 Abr

A segunda novidade da semana é um produto sobre o qual já devem ter ouvido falar na televisão ou em outros meios de comunicação. É o novíssimo Idealia da Vichy.

A Vichy é uma marca que conheço desde sempre e da qual já tive oportunidade de experimentar vários produtos. Tenho a dizer que me tenho tornado fã da marca nos últimos anos- antes não gostava assim muito do que tinham a oferecer. Digamos que me tenho convertido à marca e aos seus mais recentes produtos.

O Idéalia é um creme de dia para peles normais a mistas. Serve para refinar o grão da pele (ou seja, deixa-la mais lisa e suave), iluminar e também combater os primeiros sinais de envelhecimento. Assim, é recomendado para pessoas entre os 25 e os 35, dependendo, claro, do estado da pele de cada um. Este creme hidratante ajuda a apagar os sinais de stress da pele e também ajuda a retardar o aparecimento de rugas.

Já tive a oportunidade de experimentar este produto (adoro experimentar!) e tenho a dizer que gostei. O aroma é delicioso, e o nacarado dá um efeito bonito sem ser óbvio ou com efeito glitter. O efeito nacarado (um brilho discreto e natural) levemente rosado vai fazer milagres pela aparência da pele: ao reflectir a luz de forma muito natural e ao difundi-la, vai fazer com que a pele pareça mais uniforme e vai apagar aquele tom acinzentado que têm as peles cansadas.

Gosto muito deste creme e recomendo-o vivamente para quem precise de um creme de dia para os primeiros sinais de envelhecimento da pele e que não use base no dia a dia, mas que goste de ter um ar fresco e descansado. A teoria por detrás deste creme parece-me muito semelhante à dos já famosos BB Creams, mas sem a cor que estes apresentam. Como toda a bela tem o seu senão, tenho a dizer que este creme não possuí SPF e, como tal, recomendo vivamente a utilização de um protector solar antes da aplicação do Idéalia.

Então e vocês? Já viram a propaganda para este creme? Já experimentaram? Têm curiosidade? Quero saber! Por favor, comentem e digam-me.

Cuidados De Pele – Fechar Os Poros?

16 Abr

Fechar poros, encolher poros… só não ouve ou lê esta expressão e esta promessa de alguns cosméticos que não presta atenção mas, afinal, o que é que isso quer dizer?

Primeiro, o que são poros?  Os poros são as aberturas das glândulas na nossa pele que produzem os pêlos, a oleosidade e o suor. Temo-los por todo o corpo e quando ficam bloqueados, surgem borbulhas. Não são nada de outro mundo.

É verdade que em algumas zonas do corpo, em especial do rosto, eles são mais visíveis. Nariz, queixo e faces são os locais onde costumamos ver melhor os nossos poros. Quem tem a pele oleosa ou algum tipo de acne também tem tendência a  ter os poros mais visíveis. Numa pele lisa e com aspecto saudável, os poros não são visíveis a olho nu e é por isso que há interesse em fazer os poros parecerem o menor possível.

Mas então os poros podem abrir e fechar? Tecnicamente, não. Os poros não têm esfincteres nem músculos, por isso não se podem mexer. Se não se podem mexer, não abrem e fecham. O que acontece é que dilatam ou encolhem. Os poros dilatados são maiores e mais visíveis e dilatam porque têm algum tipo de substância que não devia estar lá (oleosidade a mais, sujidade, poluição)

O que os produtos podem fazer é limpa-los (e se estão limpos e o mais vazio possível vão parecer menores) ou disfarça-los (através da reflexão da luz, o que distrai o olhar). Se o produto é irisado (brilhante como se fosse uma pérola), vai disfarçar; se o produto for de limpeza vai, claro, limpar; se o produto for um sérum ou um creme, vai dissolver o que quer que seja que esteja a entupir os poros.

O mais importante a saber sobre este assunto é que os produtos que prometem diminuir a aparência dos poros não funcionam instantaneamente a não ser que sejam do tipo que disfarça os poros. Os produtos de limpeza funcionam com o tempo e com a paciência. 

%d bloggers like this: