Tag Archives: Portugal

Cuidados De Pele – Optiva Creme de Noite Nutritivo (Boots) (Review)

11 Nov

Hoje trago-vos um creme de noite à venda em Farmácia em Portugal que pertence à “marca branca” da maior cadeia de drugstores do Reino Unido, a Boots.

Optiva Creme de Noite Nutritivo

Optiva Creme de Noite Nutritivo

A linha Optiva é a aposta da marca para uma pele que não procura tratamento em si mas que necessita sempre, como todas as peles, de hidratação. É aquela linha que serve para o conforto e para o dia-a-dia, sem uma especificidade definida, uma linha simples de uso diário para pele mista a normal. Têm produtos de limpeza, hidratantes de dia, um sérum hidratante e este creme de noite nutritivo para dar uma “ajudinha” à pele que necessita de ser nutrida e regenerada à noite.

Eu experimentei o creme de noite, o meu estava mesmo a acabar e eu tinha imensa curiosidade neste produto. Infelizmente, não estou muito satisfeita mas é porque a minha pele é a coisa mais picuínhas de todo o sempre e este creme não está adequado à mesma. Passo a explicar:

O problema da minha pele é desidratar muito por questões hormonais e de sensibilidade. Ou seja, porque eu cuido bem dela, o que falta à minha pele é só um pouco de água. Este creme está feito para a pele que precisa de água mas também de um pouco de óleo já que tem manteiga de karité. O que eu senti ao usar este creme é que eu aplicava e ele ficava muito à superfície sem dar um conforto imediato mas possibilitando a protecção e o conforto ao longo da noite. Acordo ainda com a pele hidratada e suave, muito confortável, mas aquela sensação instantânea que quem tem a pele desidratada necessita não é atingida com esta formulação. Tenho para mim que será o caso se se usar o sérum, mas efectivamente não é disso que estamos a falar neste post e não o experimentei, logo, não posso avaliar.

O creme é bastante espesso e tem um aroma leve e agradável. O preço até é simpático e sei de fonte segura que o Natal trará promoções, mas só tem 40mL. Exactamente por ele ser espesso, está mais indicado para uma pele mista a seca e, sendo o caso, estou em crer que, de Inverno, o creme vai acabar num instantinho porque se usará mais (é normal que a pele seque mais de Inverno pelo frio da rua e os aquecimentos das casas/escritórios/lojas). Pela mesma razão, pode tornar-se complicado de aplicar  para quem não estiver habituado dado ser necessária uma boa massagem para o ajudar a penetrar – péssimo para pele muito seca (que sofrerá aqui uma micro-esfoliação e ficará mais desconfortável) e péssimo para a pele sensível (que sofrerá com a manipulação).

Está a custar-me dar uma review negativa a um creme que eu já vi que não funciona para mim pessoalmente exactamente como eu gostaria mas entendo que possa funcionar para outras pessoas. Ainda assim não sei se lhe posso dar uma nota positiva exactamente porque não estou convencida que a mereça. Vou dar aquela nota neutra, com pena minha, mas em consciência não vos podia vir aqui falar muito bem de algo que não gosto de usar nem falar muito mal de algo que não gosto de usar só porque não é para mim – era como dizer que um vestido é feio só porque não me serve!

Maquiagem – Marcas de Maquilhagem / Segmentos de Marcado (por Sara Marcus)

31 Out

Hoje algo bem diferente, resolvi partilhar convosco algo fora do comum de um blog fora de série. Sara Marcus é a minha formadora de maquiagem mas, acima de tudo, é alguém cujo trabalho respeito e admiro muitíssimo. Acho sempre que devemos respeitar os bons professores, sejam eles da escola, da formação, do dia-a-dia, da vida. Uma parte desse trabalho da Sara que eu tanto gosto está no blog dela, o Coisas Interessantes by Sara Marcus. Escusado será dizer que recomendo vivamente uma visita a este blog que é mais dedicado a profissionais mas tem muito a oferecer a quem tiver curiosidade e gosto pela maquiagem sem se prender com este ou aquele produto só porque é muito falado e por mais nada. Ou seja, é um blog absolutamente desprendido de marcas e “modismos” e que diz as coisas como elas são – a honestidade é o que mais se quer, não é verdade? Quanto a este post, é um “apanhado” de algumas marcas conforme o seu cliente-alvo que a Sara publicou no seu blog. Importa saber estas coisas para sabermos com que linhas nos cosemos quando compramos algo ou quando deixamos que alguém use em nós uma marca não nossa conhecida e, também para estarmos informados do que para aí anda no mercado seja ou não dirigido a nós. Não é uma lista com todas marcas do mundo, mas é muito boa e bastante completa. Espero que gostem e que visitem o Coisas Interessantes by Sara Marcus. Deixo-vos, então, o post da Sara, desavergonhadamente copiado por mim.

kit maquiagem palco

<<Conforme prometido, venho mostrar-vos os segmentos de mercado dos produtos de maquilhagem e onde se insere cada marca.
O segmento “priceline” refere as marcas mais acessíveis do mercado e como tal, encontram-se muito facilmente em hipermercados, armazéns e pequenas lojas/perfumarias.
O Segmento “Direct Selling”, como o proprio nome indica, são marcas de venda directa por conselheiras não profissionais.
O Segmento “Beauticians” representa as marcas comercializadas nos Gabinetes de Estetica, Spas, Institutos de Beleza, etc.
O Segmento “Girly” representa as marcas que foram concebidas para  cativar as camadas mais jovens, apostando sobretudo numa imagem inovadora que suscite  curiosidade e impulsividade daquelas consumidoras que já não se satisfazem com a ideia de adquirir produtos vulgarizados  num segmento priceline.
O segmento “Natural/Ecologic” procura responder à onda  fundamentalista,  muito em voga nos dias que correm, explorando este nicho de marcado que promete aumentar no futuro.
O segmento “Designer/Selected Chemists” inclui todas as marcas de Alta Cosmetica  que encontramos nas grandes perfumarias, onde o preço é alto para as pessoas que podem e gostam de exibir a sua capacidade financeira, acreditando, por vezes que a eficácia destes produtos de maquilhagem acompanha o preço.
O Segmento “Makeup Artists” pensa já em satisfazer uma  exigência, a nível de resultados, procurada por pessoas ligadas à maquilhagem profissional. Frequentemente, estas marcas têm lojas próprias, onde os maquilhadores recebem um atendimento mais técnico, por vezes até disponibilizam formação sobre os produtos e as técnicas adequadas para o seu uso.
O Segmento “PRO ONLY”, como o próprio nome indica, foi criado para responder às necessidades profissionais dos artistas da área, englobando materiais de caracterização, efeitos especiais que exigem conhecimentos específicos para o seu manuseamento.É sem dúvida o tipo de marcas de maquilhagem mais completa e cuja qualidade é indiscutivelmente superior.
A descrição destes segmentos não significa que um profissional não possa recorrer a produtos doutro segmento, assim como o publico em geral não possa adquirir um ou outro produto duma marca “Pro Olny”, por exemplo.
Além disso, nalguns segmentos pode verificar-se uma grande disparidade de valores dumas marcas para as outras, apesar de se encontrarem no mesmo segmento de mercado.
Deixo-vos aqui um quadro (que me levou umas horitas a reunir informação e construir), onde poderão observar exemplos de algumas marcas de maquilhagem e em que segmento se enquadram:
(clique na imagem, para aumentar)
Algumas fontes de informação a que recorri:

O drama da Acne

19 Out

Hoje convidei a consultora de imagem Soraia Farinha do Love Your Style para vir cá falar connosco. Se é verdade que talvez o trabalho dela seja mais direccionado para a moda e imagem como um todo, também é verdade que é maquilhadora profissional e que o seu trabalho é muito bom! Espero que visitem o blog dela e conheçam melhor o trabalho desta Algarvia de adopção.

O meu drama com o acne…….

O meu drama com o acne começou bem cedo na minha vida, mal a adolescência chegou as malditas borbulhas vieram com ela. Toda a minha cara era um campo de batalha para as hormonas: borbulhas vermelhas ou prestes a implodir, pontos negros que mais pareciam crateras negras, oleosidade até mais não, manchas, you name it i have it.

Depois de muitos cremes e tentativas frustradas, só mesmo depois de uma consulta no dermatologista, e outra na ginecologista (sim porque é importante trabalhar também a parte hormonal), é que finalmente consegui ver alguma luz ao fundo do túnel.

Na altura, tinha eu os meus 15Copiar uma entrada/16 anos, e o senhor dermatologista ao olhar para a minha cara, receitou-me resmas de cremes com uma rotina de aplicação de doidos, que consistia em andar a hidratar a minha pele de 2 em 2 horas.

Ora sendo eu uma adolescente a frequentar o secundário, essa rotina significava que teria de ir todos os intervalos para a casa de banho besuntar a cara com um creme super espesso para que a minha cara passa-se a parecer um holofote de tanta oleosidade?! Yeah right!!

Está-se mesmo a ver que a minha disciplina no cumprimento da rotina de aplicação dos produtos foi bastante deficiente, no mínimo. Para além disso o tratamento era complementado com a toma de comprimidos que actuavam internamente ao nível da renovação celular da pele.

O tratamento durou 6 meses e nem tudo correu lindamente, pois quando somos jovens tudo é um drama, e o meu era de andar com a pele a escamar. Lá está porque é que a rotina da hidratação era importante, mas entre andar a escamar ou a escorrer óleo, resolvi optar pela primeira.

Foram 6 longos meses, todos os dias lá estava eu em frente ao espelho a admirar a minha pele, e mesmo que esta estivesse uma desgraça (e normalmente estava!) eu notava as pequenas diferenças, conseguia ver umas réstias de pele saudável aqui e ali a surgirem lentamente, e isso deu-me alento para começar a ser mais disciplinada em relação aos cuidados de rosto, e mais criteriosa na escolha dos produtos que usava.

Sem dúvida que a disciplina (ou a preguiça) é o nosso pior inimigo do que toca a cuidados de rosto: desmaquilhar, limpar, tonificar e hidratar todos os dias, de manhã e à noite, foi uma rotina complicada de instituir, mas hoje posso dizer orgulhosamente que estou convertida.

Este é um post diferente, trata-se da partilha de uma experiência pessoal, com a qual muitas pessoas se podem identificar, e como tal, a mensagem que gostaria de passar é que nada se consegue sem trabalho, e com a nossa pele o princípio é o mesmo. Se não formos disciplinados, se não tratarmos da nossa pele com todo o amor e carinho, não podemos exigir milagres, e muito menos ficar tristes porque não temos uma pele tão bonita como a da nossa amiga.

Na maior parte das vezes, termos a pele dos nossos sonhos (atenção que não há peles perfeitas, o Photoshop não é real) está ao nosso alcance. Dá trabalho, mas sem dúvida que vale MUITO a pena.

Passando à parte prática da questão, vou agora mostrar alguns dos produtos que usei após o tratamento dermatológico e que muito me ajudaram a conseguir uma pele mais saudável. Atenção, que estes são os produtos que resultaram comigo, cada caso é um caso e antes de optarem por algum produto investiguem-no a fundo, e se necessário, peçam aconselhamento profissional.

Uma das marcas que mais me ajudou foi a Clinique. Desde logo a marca foi-me indicada pelo meu dermatologista, tanto a nível de cuidados de rosto, como ao nível da maquilhagem, principalmente na questão da base que é o produto que mais interfere na qualidade geral da pele do rosto. Após muita pesquisa sobre a marca, quando me dirigi à loja tive a sorte de encontrar uma consultora da marca, uma óptima profissional, que me orientou na escolha de uma rotina que se adequasse ao meu tipo de pele, que é mista com um elevado grau de desidratação, que não se cingiu aos três passos convencionais de cada linha da marca.

Enquanto a Clinique tratava das borbulhas, poros, oleosidade e outras imperfeições, tive de procurar novos aliados para me ajudar com a desidratação, e após uma longa buscar encontrei a solução na Dior.

Durante alguns anos estes foram os produtos que fizeram parte da minha rotina diária:

Desmaquilhar e Limpar

Desmaquilhar e Limpar

Desmaquilhar convenientemente a pele é IMPORTANTÍSSIMO, e muitas pessoas esquecem-se que limpar e desmaquilhar não é a mesma coisa. Uma pele bem limpa é meio caminho andando para uma pela saudável, acreditem!

Tonificar E Hidratar

Tonificar E Hidratar

Depois de limpar, era importante tonificar e hidratar, e aí entrava a linha anti-blemish que é excelente. Mas como sentia que minha pele precisava de água/hidratação urgente, passei a usar um cuidado mais específico para esse campo, e ele veio através do Hydralife da Dior, que passou a ser o meu creme de noite.

Dior Hydra Life Pro Youth Sorbet Cream

Dior Hydra Life Pro Youth Sorbet Cream

Para além destes cuidados diários, houve ainda mais três produtos que ajudaram a fazer a diferença:

Anti-Blemish Solutions Liquid Makeup

Anti-Blemish Solutions Liquid Makeup

Ajuda imenso com o acne e com a oleosidade, com acabamento mate aveludado e cobertura moderada. Um boa aposta para o dia-a-dia.

Anti-Blemish Solutions Oil Control Cleansing Mask

Anti-Blemish Solutions Oil Control Cleansing Mask

Máscara purificante à base de argila. A sensação de limpeza é imediata, deixa a pele bem suave, pronta para receber o tratamento seguinte.

Esta máscara hidratante, em conjunto com o creme de noite também da Dior, foram a solução para os meus problemas de desidratação. Acabou-se a pele constantemente a escamar, principalmente na época de mais frio, em que não havia base que ficasse bem na pele.

Máscara Hydralife Dior

Máscara Hydralife Dior

Mais uma vez volto a referir que estes foram os produtos que resultaram comigo, com a minha pele, mas achei por bem falar neles, pois boas referências de produtos nunca são demais, e mesmo que esta rotina tal como está não seja adequada para todos, pode ser que um destes produtos possa realmente ser aquele do qual já andam à procura à algum tempo. Quero também transmitir a mensagem de que não desistam de procurar os produtos certos para vocês, pois eles existem, só temos é de ser persistentes e exigentes!

Novidades – Colecção De Natal Da Guerlain – Crazy Paris

9 Out

Acho que ninguém diz a palavra Guerlain perto de mim sem que eu multiplique a minha atenção por 100. Começam já a chegar as colecções de Natal em força e eu nunca poderia deixar de falar da colecção de Edição Limitada da marca.

Guerlain Natal 2013 -  Crazy Paris

Guerlain Natal 2013 – Crazy Paris

Neste Inverno a boutique que em tempos foi a principal da Guerlain, nos Champs Elysees em Paris vai reabrir, no número 68. Isto deu o mote à colecção de Natal que nos remete para as luzes neon da Cidade Luz, com toda a sua festividade e exuberância. É por causa da boutique que vai reabrir que as embalagens desta colecção de edição limitada vêm todas gravadas com “68II”, em referência à morada.

La Petite Robe Noire So Crazy!

La Petite Robe Noire So Crazy!

A estrela da colecção é o pó de brilho perfumado, para ser usado principalmente no corpo e cabelo, basicamente é um glitter muito fino e extremamente brilhante, levemente rosado com brilho prateado que se aplica em forma de bruma leve. É o La Petite Robe Noire So Crazy, o aroma é similar ao La Petite Rober Noire (perfume que a Guerlain lançou este ano) e o brilho é evocativo do luxo, da diversão e das cores vibrantes que esta colecção pretende representar. Trata-se do produto representado na foto acima.

A paleta de sombras que esta colecção também inclui é um kit de sombras para todas as ocasiões, até possui dois eyeliners em pó (preto e cinzento escuro) que podem ser usados secos ou molhados (mais cor e mais definição neste último caso). As outras sombras são bege, cobre, branco e, claro, rosa choque (que pode eventualmente servir como blush).

Guerlain Holiday 2013 - Paleta de sombras e Iluminador em pérolas

Há dois iluminadores, nos já conhecidos meteoritos/pérolas e também na forma de pó compacto. Tudo em tons de rosa sob o claro e bastante brilhante, para iluminar qualquer tez! Há nesta colecção também um bronzer com 5 tons que, juntos, criam quase um aspecto de que foi passar as férias de Natal ao Hemisfério Sul! É o primeiro Bronzer Terracotta compacto da marca. Três batons também fazem parte desta “festa”, um comum (rosa vibrante) e dois automáticos (rosa-neon que muito me agrada e um ameixa brilhante).

Para finalizar o rol, menciono também dois vernizes, um preto com partículas violeta e uma top coat super brilhante que fica fluorescente sob luzes UV/luz negra.

Eu estou muito entusiasmada com as colecções de Natal, fico todos os anos, na verdade. Geralmente têm sempre muitos brilhos, texturas e cores opulentas, festivas e luxuosas! Gosto de as ver todas, tocar, pegar…!!!

O Que É Um Cosmético?

30 Set

Este artigo deveria ter sido escrito láááá longe, quando o blog começou, porém nunca é tarde para uma pequenina nota sobre o nosso tema! É que afinal, apesar de se chamar Invicta Maquiagem (que hoje vejo ter sido um nome não tão bem escolhido), o tema do blog não é só maquiagem. Na verdade fala-se sobre cosméticos quer tenham cor (maquiagem) ou não.

cosmetics cosmeticos definição o que é o que são

A definição de cosmético varia de local para local, de cultura para cultura. Em Portugal (por imposição da UE) e também no Brasil, a lei define cosmético como sendo “qualquer substância ou mistura destinada a ser posta em contacto com as partes externas do corpo humano (epiderme, sistemas piloso e capilar, unhas, lábios e órgãos genitais externos) ou com os dentes e as mucosas bucais, tendo em vista, exclusiva ou principalmente, limpá-los, perfumá-los, modificar-lhes o aspecto, protegê-los, mantê-los em bom estado ou de corrigir os odores corporais.” Isto quer dizer que, em Portugal, os cosméticos englobam desde a pasta dos dentes e o desodorizante e perfume até a cremes e loções passando também pela maquiagem.

A FDA, o órgão que rege estas coisas nos Estados Unidos, diz que um cosmético é algo aplicado ao corpo humano que vise limpar, embelezar, promover a atracção ou alterar a aparência sem afectar a estrutura do corpo e suas funções. Esta definição, estranhamente, excluí o sabão e sabonete. Não sei bem porquê nem encontrei dados, mas penso que é porque ainda há locais onde os cosméticos são proibidos e mal vistos e não me parece que quem quer que seja no seu perfeito juízo queira proibir banhos e sabonetes.

Neste momento, está a trabalhar-se para que os cosméticos passem a o obedecer a um standard Internacional, o que seria muito a nível de ingredientes (alguns são proibidos em alguns países e não em outros), regulamentação de higiene e modos de produção, testes em animais, etc. Seria bom, na minha opinião, que se estabelecesse um consenso e que fosse tudo regulamentado de maneira igual até para podermos usar produtos vindos de outros mercados e estarmos certos de que os nossos interesses estão salvaguardados e que todos estamos igualmente protegidos de elementos que se sabem nocivos.

Novidades – Eucerin Even Brighter Clínico

18 Set

Tenho muita pena que a Eucerin, uma marca de venda em Farmácia, não seja mais conhecida. A culpa é deles, lá isso é, mas é uma marca boa e de preço razoável e como tal quero apresentar-vos a mais nova linha da marca – Even Brighter Clínico, a solução para manchas e marcas de pigmentação, a tal hiperpigmentação.

Eucerin Even Brighter

Eucerin Even Brighter

A Eucerin lança agora um tratamento para manchas, marcas de acne, melasma, pigmentação por causas hormonais e outros tipos de pigmentação excessiva e não uniforme, tratamento esse que se apresenta como uma grande inovação. O tratamento promete resultados visíveis após 4 semanas de uso apropriado e dá-se por completo ao fim de 12 semanas.

O primeiro produto lançado no mercado Português é o “Corrector de Manchas Redutor de Pigmentação”. É um produto com elevada concentração de B-resorcinol, a tal inovação que a  Eucerin está a publicitar. A função deste produto é reduzir as manchas por redução da produção do pigmento (a melanina) que as causa. É um tratamento localizado, ou seja, só se usa mesmo em cima das manchas – é adequado para aquela pessoa que tem uma meia dúzia de manchas localizadas das quais se quer livrar. É um tudo semelhante a um lipgloss com um aplicador também semelhante, tem um cheiro alcoólico bastante forte, mas desaparece assim que aplicado. Custa 14,90€ em média e deve ser usado preferencialmente com o creme de dia da mesma linha ou um bom protector solar.

O creme de dia é mais um dos produtos lançados no nosso mercado. Custa cerca de 21€, tem SPF 30, e reduz a pigmentação por ter o tal B-resorcinol e também um ácido. Este estimula a pele a reparar os danos que lhe foram causados e também protege e previne mais manchas na medida em que tem protecção solar.

O terceiro produto lançado é uma espécie de sérum. É o “Concentrado Redutor De Pigmentação” e tem também o B-resorcinol e o ácido glicirretínico como o creme de dia. Custa 26,50€ por 6 ampolas, sendo que cada uma é suficiente para uma semana. É um tratamento anti-pigmento intensivo, torna a pele mais uniforme e mais luminosa, deve ser usado 2 vezes ao dia, é compatível com a maquiagem e é não comedogénico. Vem com uma bula (o papelinho que vem dentro) com todas as informações necessárias sobre o que é o que causa a pigmentação e como actua o tratamento. Como sérum que é não dispensa a aplicação de creme de dia e de noite conforme a ocasião.

Por alguma razão que escapa profundamente ao meu entendimento não foi lançado nem apresentado em Portugal o creme de noite, o que não faz sentido nenhum. Para mim, um tratamento de pigmentação deve ter o princípio activo concentrado no creme de noite e o creme de dia deve ser nada mais do que um bom hidratante com uma boa protecção solar, por isso aponto já esta grande falha ao tratamento. Fora isso, tem tudo para resultar e garanto que o experimentaria se tivesse manchas de pigmentação.

Há toda a espécie de informação cientifica mas explicada de modo acessível no site da Eucerin, porém só está disponível em Inglês.

Inspiração

14 Set

maquiagem maquilhagem inspiração

Mas a inspiração da maquiagem só vale se conseguirmos tirar os olhos do colar, que é tão lindo!

O que eu gostaria de salientar com esta maquiagem é que, muitas vezes, o voltar ao básico é o caminho mais acertado. E digo básico pelo uso da cor! Uma das maneiras mais simples de ir incluindo cor além de todos os tons neutros na nossa maquiagem é usar só na pálpebra inferior. Mantemos a sombra neutra e colocamos um tom mais forte por baixo, que é o que se passe na foto acima. Há um smokey eye em tons cobre e bronze a condizer com o colar e, depois, na parte de baixo dos olhos, há um azul bem forte que também vai pegar em elementos do colar. Muita máscara, claro está, também figura nesta maquiagem de olhos.

De resto, a pele é bastante iluminada e bronzeada, há um blush terracotta bastante óbvio e forte que dá uma certa agressividade ao look, bem como as sobrancelhas penteadas para cima e bastante preenchidas. São coisas que só resultam em fotografia e em moda, até pelo facto de haver sombra escura no canto interno do olho que entristece o aspecto da pessoa e “fecha” o olhar. É um formato muito usado quando a inspiração passa pelos anos 20!

Os lábios são muito neutros, parece-me que só há gloss transparente ou com um mínimo de cor.

Já agora, também gostei imenso do cabelo. Não há nada nesta foto que eu não gosto, para ser sincera!

Maquiagem – Aplicação De Base Em Pele Seca

13 Set

Aplicar a base da maneira mais adequada é tão importante quanto escolher o produto certo, tanto mais em peles que estejam nos extremos: seca ou oleosa. Hoje o post é dedicado a pessoas de pele seca e à melhor maneira de aplicarem base.

pele seca base aplicar dicas

Claro que a escolha da base é importante (e falei disso há uns 500 anos aqui), resumindo, uma base líquida ou cremosa e que seja hidratante é o que mais vai beneficiar uma pele seca. Se a base for bastante leve também estará a ajudar-nos porque sabemos que não ficará “presa” ou acumulada em locais específicos onde a pele esteja, por acaso, mais seca.  Geralmente pessoas de pele seca preferem acabamentos mais luminosos e reflectores e fogem do aspecto mate o que é bastante inteligente porque dá sempre um aspecto de uma pele mais hidratada e jovem (a pele seca tende a envelhecer muito mais depressa!).

Outra escolha de produto é o primer! É essencial porque vai manter a hidratação do creme que já se utilizou já que cria uma barreira, ai fixar a base e impedir que ela fique “empastada” e, novamente, acumulada em zonas mais secas da face onde a base tem tendência a ficar agarrada. Espalhar a base vai também ser mais fácil, o que é bom porque o excesso de manipulação numa pele seca é prejudicial. Hoje em dia no mercado já há primers para todos os gostos, desde os anti-rugas até aos iluminadores, o importante para quem tem a pele seca é evitar o que prometa ser “matificante” e reduzir o tamanho dos poros, já que estes produtos são mais dedicados a quem tenha brilho e poros visíveis, ou seja, tenha excesso de produção de óleo/pele oleosa.

Agora o real tema deste artigo: o método de aplicação. Afinal é por isso que aqui estão! Métodos que envolvam muita fricção, nomeadamente o uso de pincéis estilo kabuki e língua de gato (o tradicional de base), o passar com o a mão e até mesmo com a esponja são desaconselhados. Causam uma micro esfoliação  que não é benéfica para a pele seca porque levanta as células secas e deixam a pele sensibilizada e a base mais irregular. O ideal para a pele seca é o uso de um pincel de dupla fibra!

Para aplicar a base líquida ou cremosa com este tipo de pincel é necessário usar as cerdas brancas para apanhar produto e dar leves batidinhas na pele para o depositar. Movimentos circulares tão leves quanto possível servem só e apenas para esbater o produto em locais onde o produto ficou depositado em demasia.

A conclusão é que, para pele seca e também para pele sensível, quanto menos o contacto o método de aplicação escolhido envolver, melhor para a saúde da pele e melhor para o acabamento da base a nível de aspecto.

Cuidados De Pele – Spray Depilatório Peles Sensíveis da Veet (review)

9 Set

Eu tinha dito que tinha uma resenha para fazer e cá está ela! Trata-se do spray depilatório para peles sensíveis da Veet. Para quem não conhece nem sabe como funciona um depilatório químico como este, basta seguir este link.

Veet Spray Depilatório Peles Sensíveis

Veet Spray Depilatório Peles Sensíveis

Acho que vou começar pela conclusão: estou satisfeita com o produto e com os resultados, mas não com o modo de aplicação. Passo a explicar:

O produto é uma espécie de espuma bastante espessa e quase branca, com o cheiro característico dos depilatórios químicos. É precisa apenas uma leve camada de produto para que este tenha efeito, coisa que demora entre 5 a 10 minutos. Na pele, sente-se calor normal da reacção que está a ocorrer e o produto é facilmente retirado com esta espátula de plástico que mostro na fotografia acima. A espátula não corta nem arranha, muito devido à protecção que tem (esta pequena banda cor-de-rosa nas extremidades), tem dois lados sendo que um é menor do que o outro para que se adapte bem às várias partes do corpo e é fácil de agarrar e não escorrega das mãos. Os resultados são muito bons e em mim duram 4 a 5 dias, ou seja, 2 a 3 dias mais do que com a tradicional lâmina, com a adicional vantagem de que o creme chega a partes em que às vezes não passamos a lâmina correctamente (nomeadamente a parte de trás das pernas, que não vemos ou vemos mal e apenas podemos sentir). 

Veet Spray Depilatório Peles Sensíveis (detalhe)

Veet Spray Depilatório Peles Sensíveis (detalhe)

A aplicação é mais ou menos fácil, é precisa muita força para o produto ser realmente dispensado em forma de “bruma” em vez de apenas um “esguicho” contínuo de produto mas nada do outro mundo. Além disso, haja estardalhaço! A aplicação deve ser feita no poliban/duche/banheira porque, de contrário, o produto vai para todo o lado e mais algum, sujando tudo. Nas pernas pode-se aplicar directamente o spray, mas em outras partes do corpo como axilas o produto deve ser aplicado na mão e só depois no local a depilar – mas não há problema nenhum, vem tudo explicadinho na parte de trás da lata Contudo, o que tenho a apontar ao produto é o facto de eu ter, desta embalagem de 150mL que me custou quase 8€, conseguido apenas duas aplicações do joelho para baixo. É muito pouco, muito pouco, mesmo! Por vezes acontece uma embalagem estar mal cheia e ter menos produto que as restantes, até pode ter sido esse o caso, mas não sei até que ponto estou com vontade de pagar 8€ para descobrir quando me sinto perfeitamente bem servida com o creme tradicional… Prático é, sem dúvida, mas não me parece funcionar na perfeição em termos de embalagem.

Fora isto, não tenho nenhuma alergia a reportar (e já sabem, fazer alergias é o meu part-time), a pele fica suave (pudera, há aqui uma esfoliação também da pele a actuar) e depois do produto ser bem retirado com a espátula e muita água morna a pele pode e deve ser hidratada com o hidratante usual. Acho que não me esqueci de nenhum detalhe, mas se tiverem alguma dúvida, façam favor de deixar nos comentários e eu tentarei responder tão prontamente quanto possível!

Maquiagem by Fernando Torquatto (Livro d’O Boticário)

6 Set

“Os livros são os nossos melhores amigos e devem ser respeitados e estimados.” Cresci a ouvir esta frase, lembro-me de a ouvir ainda antes de saber ler e escrever, e ainda hoje a trago comigo. Sou um ratinho de biblioteca, não tenho a menor vergonha de assumir isso, e acho que não é só numa sala de aula com um professor a recitar matéria que se aprende – se se aprende imenso ao praticar e ao observar outros a praticar, a palavra escrita também nos ensina e muito! Já fiz aqui no blog um apanhado do que achei do livro da Bobbi Brown e ficou prometida a minha opinião sobre mais livros de maquiagem. Aqui está o novo livro nesta série, o Maquiagem by Fernando Torquatto, editado e vendido pel’ O Boticário. Para os mais preocupados com questões linguísticas o livro está, sim, escrito em Português do Brasil.

Livro Maquiagem Fernando Torquatto

Livro Maquiagem Fernando Torquatto

O livro é enorme, pesado, folhas grossas e brilhantes, o sonho de qualquer viciado em livros (eu, eu!). Está completíssimo, começa com uma introdução que fala do livro e da razão de ser do mesmo e depois fala um bocadinho sobre História. Entretanto entra na escolha dos materiais (o básico, o que não é tão básico mas facilita a vida, os pincéis e outros extras que vale a pena conhecer). O capítulo quatro é extenso e fala sobre a pele, desde o cuidado mínimo indispensável passando pela base. Começam aqui os passo-a-passo, com dicas gerais de tipos de produto e aplicação até truques muito particulares para quem tenha sardas, para a pele negra e para a pele madura, sendo que se fala da pele e não se dita “regras” de aplicação só por ditar. Uma das coisas que mais me surpreendeu pela positiva foi que, apesar deste livro estar intimamente ligado à marca O Boticário, nunca se força a ideia de que só O Boticário tem produtos bons e que só se vai conseguir um bom resultado com produtos da marca. As fotos são de produtos da marca, há recomendações de onde a onde mas não há aquela pressão para usar a marca.

Um dos looks livro de Fernando Torquatto - Olhos Românticos

Um dos looks livro de Fernando Torquatto – Olhos Românticos

Passamos para o capítulo cinco, os olhos. Quase 90 páginas sobre os olhos. Desde as sobrancelhas e como conseguir uma sobrancelha perfeita às pestanas (cílios) e como escolher a máscara certa e aplicar postiços se for essa a vontade… Há muitos looks diferentes, todos com tutoriais escritos e com o passo-a-passo em fotografias claras e bem tiradas – do mais simples ao mais arrojado, do romântico (ver foto acima) ao smokey eye preto, nada falha. O fotógrafo Brasileiro Jacques Dequeker está de parabéns pelo trabalho magnífico ao longo do livro, a vasta maior das fotos dos looks finais está simplesmente perfeita.

O livro continua, afinal passa das 250 páginas. Há um capítulo sobre lábios que inclui correcções à forma dos mesmos caso necessário e algumas palavras sobre o batom vermelho. O capítulo sobre maçãs do rosto é menorzinho mas o seguinte, sobre contorno e modelagem, compensa, e até tem desenhos para se corrigir e afinar o nariz! Segue-se uma secção sobre dourados e bronzes, tão ao gosto brasileiro, com dois passo-a-passo. Seguidamente temos um capítulo sobre looks casuais, coisas mais para o dia-a-dia, onde se versa sobre pele branca, morena, asiática, madura e negra sendo que todos tê dois looks excepto a pele madura que tem um só nesta secção. Depos looks de noite, para os mesmos tons de pele. Looks de praia (pensem na Gisele Bünchen, Adriana Lima ou outros anjos da Victoria’s Secret), cuidados básicos pré e pós maquiagem (cuidados de pele mais uma vez reforçados) e depois uma pequena secção para ficarmos a conhecer Fernando Torquatto e o grupo O Boticário.

Está difícil imaginar um livro mais completo – ainda assim o livro é bom de ler, a escrita é simples e faz parecer que estão a conversar connosco em vez de nos dar uma aula. Talvez por ser esse o estilo que tento imprimir aqui no Invicta Maquiagem eu seja suspeita em dizer que gosto do tratamento terra-a-terra, mas o facto é que me agrada bastante. Não é um livro maçudo, tem muita fotografia bonita para descansar os olhos e apreciar a beleza de uma boa maquiagem bem fotografada. É um livro dirigido à mulher do dia-a-dia, não há assim nenhuma técnica ou truque miraculosamente revolucionário para quem já está num nível avançado de maquiagem, mas é um livro que pode ajudar uma principiante curiosa e pode inspirar e acompanhar um profissional ou a verdadeira fanática por cosméticos. Porém, não está sem falhas… Vejamos.

DVD e óculos no livro de Fernando Torquatto

DVD e óculos no livro de Fernando Torquatto

Este livro tem também um par de óculos 3D e um DVD. Os óculos surgem porque algumas das fotografias do livro têm efeitos, mas é mais uma coisa artística do que propriamente algo que acrescente algum valor à aprendizagem do tema do livro. Muito sinceramente era dispensável, mas pronto, sempre dá uma aura de modernidade e tecnologia ao livro – devo ser a pessoa que menos acha graça ao 3D no Mundo, mas cada um com as suas esquisitices, não é? Quanto ao DVD, é a mais grave falha deste livro. O DVD tem o making of do livro, são uns meros 15 minutos de filme, nem isso. Já que o livro tem o DVD porque não aproveitar para dar mais dicas exclusivas? Mostrar uma outra técnica que não estivesse no livro ou que precisasse de uma explicação extra ou demonstração? Ou então uma entrevista ao tão talentoso Fernando Torquatto, para o conhecermos melhor. Em 15 minutos de gravação, o mini documentário sobre um dia na vida de um maquiador connhecido ou então dicas sobre como se tornar maquiador… Nem sei, há tantas hipóteses bem melhores! Até acho que o que se mostra no making of não abona nada em favor do livro ou do maquiador porque vemos perfeitamente que a pele das modelos e a maquiagem não está perfeita e que há ali muita edição de fotografia – é bom ser honesto com o photoshop, mas também não era preciso exagerar!

Não concordo cegamente com cada palavra deste livro, na minha opinião há alguns erros e alguns conselhos dos quais discordo, mas não temos que ser todos iguais e achar todos o mesmo de tudo!

Este livro tem um preço um bocadinho salgado (39,99€ segundo o site, mas era mais caro quando o comprei se não me engano), mas tem muita fotografia. Sugiro a quem o quiser comprar (e pode fazê-lo nas lojas O Boticário) que guarde algum talão de promoção ou qualquer coisa assim. Infelizmente os livros em Portugal têm um custo absurdo e não há nada que possamos fazer apesar da diferença de preço de Portugal para o Brasil neste livro ser de cerca de 10€ – acreditem que há bem pior!

%d bloggers like this: