Tag Archives: hidratante

Cuidados De Pele – Optiva Creme de Noite Nutritivo (Boots) (Review)

11 Nov

Hoje trago-vos um creme de noite à venda em Farmácia em Portugal que pertence à “marca branca” da maior cadeia de drugstores do Reino Unido, a Boots.

Optiva Creme de Noite Nutritivo

Optiva Creme de Noite Nutritivo

A linha Optiva é a aposta da marca para uma pele que não procura tratamento em si mas que necessita sempre, como todas as peles, de hidratação. É aquela linha que serve para o conforto e para o dia-a-dia, sem uma especificidade definida, uma linha simples de uso diário para pele mista a normal. Têm produtos de limpeza, hidratantes de dia, um sérum hidratante e este creme de noite nutritivo para dar uma “ajudinha” à pele que necessita de ser nutrida e regenerada à noite.

Eu experimentei o creme de noite, o meu estava mesmo a acabar e eu tinha imensa curiosidade neste produto. Infelizmente, não estou muito satisfeita mas é porque a minha pele é a coisa mais picuínhas de todo o sempre e este creme não está adequado à mesma. Passo a explicar:

O problema da minha pele é desidratar muito por questões hormonais e de sensibilidade. Ou seja, porque eu cuido bem dela, o que falta à minha pele é só um pouco de água. Este creme está feito para a pele que precisa de água mas também de um pouco de óleo já que tem manteiga de karité. O que eu senti ao usar este creme é que eu aplicava e ele ficava muito à superfície sem dar um conforto imediato mas possibilitando a protecção e o conforto ao longo da noite. Acordo ainda com a pele hidratada e suave, muito confortável, mas aquela sensação instantânea que quem tem a pele desidratada necessita não é atingida com esta formulação. Tenho para mim que será o caso se se usar o sérum, mas efectivamente não é disso que estamos a falar neste post e não o experimentei, logo, não posso avaliar.

O creme é bastante espesso e tem um aroma leve e agradável. O preço até é simpático e sei de fonte segura que o Natal trará promoções, mas só tem 40mL. Exactamente por ele ser espesso, está mais indicado para uma pele mista a seca e, sendo o caso, estou em crer que, de Inverno, o creme vai acabar num instantinho porque se usará mais (é normal que a pele seque mais de Inverno pelo frio da rua e os aquecimentos das casas/escritórios/lojas). Pela mesma razão, pode tornar-se complicado de aplicar  para quem não estiver habituado dado ser necessária uma boa massagem para o ajudar a penetrar – péssimo para pele muito seca (que sofrerá aqui uma micro-esfoliação e ficará mais desconfortável) e péssimo para a pele sensível (que sofrerá com a manipulação).

Está a custar-me dar uma review negativa a um creme que eu já vi que não funciona para mim pessoalmente exactamente como eu gostaria mas entendo que possa funcionar para outras pessoas. Ainda assim não sei se lhe posso dar uma nota positiva exactamente porque não estou convencida que a mereça. Vou dar aquela nota neutra, com pena minha, mas em consciência não vos podia vir aqui falar muito bem de algo que não gosto de usar nem falar muito mal de algo que não gosto de usar só porque não é para mim – era como dizer que um vestido é feio só porque não me serve!

Anúncios

Novidades – La Roche-Posay Anthelios XL SPF50+

29 Maio

É estranho, bem sei, eu estar a falar de óleos enquanto protecção solar. Geralmente os óleos que vemos à venda têm 2, 5 ou no máximo 10 de SPF, mas sinceramente, aqui entre nós, só servem mesmo é para queimar a pele mais depressa. Não é, de todo, o caso com esta inovação da La Roche-Posay.

La Roche-Posay Anthélios Óleo SPF 50

La Roche-Posay Anthélios Óleo SPF 50

A linha Anthelios da La Roche-Posay é a linha dedicada à protecção solar. Parece que há por aí notícias de que este Verão será o mais frio desde 1819 ou coisa que o valha, mas isso não quer dizer, de todo, que não tenhamos que nos preocupar com o sol. A La Roche-Posay, que é uma das minhas marcas de confiança, lança agora este óleo com um SPF de 50! Para além de protecção contra os raios UVB (os que queimam a pele), este produto ainda tem uma alta protecção contra os raios UVA (os que envelhecem), bem como anti-oxidantes. Melhor, até é recomendado para pele sensível.

Geralmente não recomendo factores de protecção solar assim tão altos porque acho que normalmente os produtos são mais espessos e as pessoas acabam por não usar efectivamente o produto (porque um SPF de 30 no corpo protege mais do que um de 50 na prateleira lá de casa) e porque acho que dá uma falsa segurança que leva as pessoas a pensarem “ah, eu apliquei SPF 50 de manhã e deve durar o dia todo”, quando sabemos que se deve re-aplicar o produto com frequência. Contudo, este óleo é tão agradável de aplicar que acho que estas questões nem se colocam.

Para quem gosta de uma pele nutrida, protegida, mas gosta daquela sensação de passar óleo bronzeador na pele, este é o produto ideal. Tive a oportunidade de experimentar semana passada e fiquei fã. O aroma é muito bom, a pele não fica “pegajosa”  mas fica super suave. Eu confesso, gosto de óleos para o corpo, talvez por ter a pele do corpo, principalmente das pernas, bastante seca. Vale a pena experimentar, até porque uma pele nutrida e hidratada mantém o bronzeado muito melhor.

Cuidados De Pele – Máscara Hydra Quench da Clarins (review)

29 Abr

Andamos em maré de resenhas aqui no blog, fica mais uma. Esta é de uma máscara da qual tenho gostado bastante. Já estava a usar o creme-gel hidratante da linha mas, como sabem, eu gosto do miminho extra. 

Máscara Hydra Quench Clarins

Máscara Hydra Quench Clarins

A linha é uma linha hidratante, especialmente indicada para pele desidratada – consequentemente será muito usada em peles mistas. Esta máscara tem uma boa textura, nem muito espessa, nem muito fina. Tem um aroma floral agradável (normal nos produtos da Clarins) e funciona em apenas 10 minutos. Por ser uma máscara hidratante pode e deve ser feita com regularidade, algures entre uma vez por semana e dia sim, dia não – conforme for necessário à pele. 

Máscara Hydra Quench Clarins - Aspecto

Máscara Hydra Quench Clarins – Aspecto

A máscara, como podem ler abaixo, é sem óleo e à base de água – garante-se assim que a máscara é mesmo hidratante e não dá apenas um conforto “rápido” que passa depois de algum tempo. Também é de notar a ausência de caulino, o que significa que esta máscara não vai absorver nada do que possa estar na pele – especialmente importante de notar numa pele que já estando com água em falta (desidratada) não precisa de elementos que retirem ainda mais água! 

Máscara Hydra Quench Clarins - Ingredientes

Máscara Hydra Quench Clarins – Ingredientes

É uma boa máscara, recomendo a quem procure um produto para dar conforto duradouro à pele. Não é muito específica, é simplesmente uma máscara hidratante com bons resultados, que é o que se quer – uma promessa simples que é cumprida integralmente. Ah, e claro, não me fez alergia (o que é sempre uma incógnita comigo!). Custou-me menos de 35€, de modo que considero também uma boa relação preço-qualidade.

 

Cuidados De Pele – Máscara Hidratante De Framboesa Docteur Renaud (Review)

5 Mar

Feita com extractos de frutas, um cheirinho a gelado de framboesa e com uma relação qualidade-preço bastante razoável  hoje trago-vos uma máscara hidratante especialmente boa para a pele desidratada por algum tipo de agressão.

Docteur Renaud RASPBERRY SOFT MASK

Docteur Renaud RASPBERRY SOFT MASK

O que é suposto fazermos quando a máscara que costumamos usar acaba, a que queríamos comprar de seguida ainda não chegou, mas a nossa pele está a revoltar-se contra a falta de hidratação? Corremos para a perfumaria ou farmácia para tentar arranjar uma solução “provisória” – sim, porque a pele a repuxar, arder e ficar vermelha é das piores sensações que consigo imaginar. A minha pele odeia o frio (vá, eu, em geral, como um todo, odeio o frio), e reage-lhe muitíssimo mal. Todos os anos que vêm mais frios acontece a mesma coisa e, atenção, onde eu moro não se faz sentir um Inverno muito rigoroso. A maneira que eu encontrei de manter a pele na melhor condição possível é apostar nas máscaras hidratantes e é por isso que, durante a estação fria, ando sempre com elas atrás de mim. Quando o frio e o vento se juntam, é ver-me a fazer máscara hidratante dia sim, dia não.

A marca pode não ser muito familiar, para mim certamente não era. A marca nasceu em 1947, pelas mãos de um médico que também tem um Doutoramento na área da Química, sendo que é apaixonado pela Cosmetologia. Escreveu um Tratado na área de Cosmetologia em 1975 e publicou muitos estudos na área, dando especial foco às plantas. A sua marca baseia-se muito nas propriedades da fruta – toda a gente sabe que a fruta nos faz bem por dentro, mas pelos vistos também o faz por fora! Hoje em dia a marca pertence ao grupo Nuxe, conhecido por apostar na Natureza.

Docteur Renaud Raspberry Hydrating Mask

Vamos ao que interessa – o produto!  Os produtos virados para a hidratação de todos os tipos de pele da marca em questão são os da linha de framboesa. Esta máscara, além de conter então esta baga, contém extractos de pêra, figo e maracujá (se alguém me pudesse chegar um batido destas frutas todas, agradeceria imenso! É que isto soa mesmo bem e eu sou mesmo gulosa!). Contém ainda oléo de noz de macadâmia e amendoas doces (apesar de não ser, de todo, oleosa) e ácido hialurónico (agente muito hidratante). Imediatamente acima, podem observar o aspecto da máscara – é de um rosa pálido, quase branca, fica incolor se bem espalhada. O que vocês não podem observar – e é pena! – é o cheirinho a gelado de framboesa.

Aplicar é fácil, é como outra máscara qualquer – uma camada espessa, aplicada o mais uniformemente possível e deve aplicar-se com a mão ou um pincel de base velho, se bem que com a mão é melhor porque espalha melhor e ajuda o produto a penetrar melhor. Deixa-se 10 minutos (ou mais, dado que a máscara é hidratante, o limite de tempo não é rígido) e depois retira-se. Para retirar, ou usamos água à temperatura ambiente ou algodões embebidos em tónico facial, de preferência hidratante. Em seguida, aplica-se o creme favorito. Esta máscara pode ser usada como creme de noite, também. Claro que em menor quantidade, mas uma aplicação fininha pode fazer com que acordemos com a pele muito confortável. Já que estamos a falar de períodos do dia, esta máscara pode ser feita de manhã ou à noite, é indiferente e vai da disponibilidade de tempo de cada pessoa.

Não vou dizer que é a melhor máscara que eu já vi na vida, não é o melhor produto do Planeta e arredores, mas, marcando 21,95€, vale o preço. Soa snob, mas sinceramente acho que se há, na área da cosmética, algo me mereça o gasto de dinheiro, é o cuidado com a pele, em especial a manutenção do seu conforto, e na base de maquiagem. Na minha opinião, é um produto que merece consideração de quem procure uma máscara hidratante para pele mista, que possa ser usada como creme de noite em casos extremos e para quem está a travar uma luta contra o temido cieiro. A máscara resulta bem, mas não é milagrosa – se a pele estiver mesmo em apuros, pode bem ser preciso aplicar dois ou três dias seguidos até que possamos considerar a pele em perfeitas condições. Em casos “normais”, numa questão de manutenção da condição da pele, uma aplicação semanal será o suficiente, fazendo com que os 50mL que vêm na embalagem durem ainda algum tempo.

Quero só recordar que não adianta absolutamente nada de nada fazer máscaras atrás de máscaras se não seguirmos com um creme hidratante para manter o resultado. A máscara hidrata, mas se não protegermos a pele de perder a água que acabou de receber, não vamos a lado nenhum. Ah! Em Portugal, a Docteur Renaud é uma marca vendida em exclusivo nas Perfumarias Douglas (que recomendo vivamente pela excelência de serviço e pela óptima formação que dão às lojistas, o que não acontece em certas cadeias de lojas da mesma especialidade).

Cuidados De Pele – Hidratante Skin Balancing Invisible Finish Moisture Gel – Paula’s Choice

21 Jan

Há uns anos atrás, escrevia eu para um blog e webmagazine de moda e beleza, oferecemos uma cópia de um livro chamado “Don’t Go To The Cosmetics Counter Without Me” (algo estilo “Não Vá Ao Stand De Cosméticos Sem Mim”). Era um livro sobre cosméticos, claro está, que falava dos ingredientes dos cosméticos: o que era, se funcionavam, se faziam mal, entre outras coisas. Quem segue o blog saberá que isto é algo que me interessa muitíssimo (também como Farmacêutica  claro) e que estou sempre a examinar rótulos de tudo e de mais alguma coisa. Não será de admirar, então, o meu love affair com o tal livro e a pessoa que o escreveu. Essa pessoa, Paula Begoun, criou a sua própria linha de cosméticos e é a essa marca que pertence o creme hidratante do qual vos venho falar hoje.

Skin Balancing Gel Paula's Choice

Skin Balancing Gel Paula’s Choice

Este é um hidratante diário para a pele normal, mista e oleosa. Esta formulação é um gel à base de silicone – de muito silicone – e não contém SPF. Foi feito para estimular o colagenio e minimizar linhas de expressão e poros. Não tem cor, não tem perfume e, com o uso, propõe-se a ajudar a regular a pele. Vale a pena referir que contém também antioxidantes, que funcionam a nível da protecção e regeneração da pele e que não é testado em animais.

A minha experiência com este produto está a ser muito boa! Como sabemos, a formulação em gel é aconselhada para a pele oleosa porque não é “pesada”. Este gel é bastante hidratante, muitíssimo confortável, mas não sei até que ponto será suficiente para uma pele normal. Para pele oleosa e mista é, sim, de certeza, mas a pele normal pode, e deve, usar algo ainda mais hidratante. O mesmo digo em relação à zona dos olhos, em que este gel pode ser aplicado sem o menor problema; porém, pelo menos para mim, é preciso um bocadinho mais de hidratação nesta zona.

O Aspecto Do Gel Skin Balancing Moisture Gel

O Aspecto Do Gel Skin Balancing Moisture Gel

O produto é absorvido muito rapidamente e é um excelente “primer” para a base, ajudando ao acabamento e duração da mesma. Não me diminuiu os poros, é verdade, mas eu fiz um tratamento específico para isso há pouco tempo e os meus poros estavam tão pequenos quanto lhes é possível e assim ficaram. Isto leva-me a crer que o produto, com o uso diário ajudará, com efeito, a diminuir os poros.

O maior defeito, e será o único para mim, é que “esfarela” se se esfregar o rosto em demasia. É normal, todos os produtos com muito silicone o fazem e também não é bom andar a esfregar a face, mas é certamente algo a não esquecer. Este produto custa 24,90€ fora portes, mas para mim vale cada cêntimo – os cuidados de pele e base são aquilo em que devemos investir mais!

Recomendo este produto a quem tenha a pele mista e oleosa, talvez até com um pouco de acne. Se a vossa pele tiver tendência a desidratar, como a minha tem, é uma excelente escolha. Lembrem-se que no site da Paula’s Choice (versão Internacional e versão União Europeia) podem saber mais sobre a própria Paula, os seus livros, a sua filosofia, os ingredientes dos produtos cosméticos e, é claro, adquirir os produtos da marca. Os estudos científicos com base nos quais os produtos foram formulados estão lá referenciados, de modo que é possível dar uma olhadinha aos mesmos se nos dermos ao trabalho de alguma pesquisa.

Cuidados De Pele – Effaclar Mat (Creme De Dia)

11 Set

Quem tem pele mista ou oleosa esquece-se, por norma, do quão importante é hidratá-la.  Já aqui falei sobre a importância de hidratar a pele oleosa e podem ver esse artigo clicando aqui. A questão é que para pessoas com pele mista a oleosa, escolher um hidratante não é a tarefa mais fácil! Vejo por mim, que ando sempre em busca de um bom creme de dia.

Hoje tenho para vos apresentar este, o Effaclar Mat da La Roche Posay, que podem encontrar em Farmácias que comercializem a marca. Sabem que gosto da La Roche Posay, já aqui falei da água micelar (desmaquilhante) deles.

Só recomendo este creme como creme de dia porque, apesar de não ter SPF, deixa a pele matificada assim que é absorvido. Não faz grande sentido matificar a pele com o propósito de ir para a cama esfregá-la na almofada, pois não? Mas, posto isto, não há nenhum motivo pelo qual este creme não possa ser usado à noite.

A textura é muito leve, fazendo o creme facílimo de aplicar e não deixa resíduos. Dá-se bem com a maquiagem, não alterando, em mim, a duração da base nem a cor da mesma. Este creme é também indicado para pele sensível e com tendência a ter borbulhas/acne (é não-comedogénico).

O creme deixa mesmo a pele mate, ou seja, sem brilhos, a maior parte do dia. O efeito dura, em mim, cerca de umas 8 horas, ainda que não coloque mais nada no rosto. Para mim, que tenho pele mista com tendência a oleosa, é uma duração excelente. Na minha opinião este é o benefício deste creme que o destaca de tantos outros e, na verdade, é o que me faz recomendá-lo neste momento sobre qualquer outro. É muito bom para quem não goste ou não queira usar maquiagem, mas também não queira deixar a pele brilhar como se não houvesse amanhã.

Com o uso, este creme regula o fluxo de sebo (oleosidade, dizer sebo é tão feio!). Pelo menos é o que diz a marca. Na minha experiência, manter a pele sempre limpa e convenientemente hidratada com bons produtos que sejam oil-free resulta quase sempre na regulação da pele. Este creme é um bom produto e é oil free.

A marca diz que este creme é anti-poros dilatados. Todos os produtos que combatam eficazmente o excesso de oleosidade na pele têm este efeito, por isso não é nada de novo. Não acho que este creme funcione melhor do que os outros nesta parte em particular.

Contém silicones e uma quantidade mínima de fragrância (que, sinceramente, nem consigo distinguir), bem como ácido salicílico (cuidado para quem é alérgico à Aspirina). A marca tem muitos produtos sem parabenos e ao ler a lista de ingredientes no site, não vi parabenos. Contudo, a marca não faz menção de este ser um produtos se estes componentes.

Então e vocês? Que tipo de pele têm? Qual o tipo de produto que é mais difícil de encontrar para vocês e para a vossa pele?

Cuidados De Pele – Hidratar Pele Oleosa

5 Jun

Às vezes parece que ando em círculos e a falar sempre do mesmo. Já falei sobre a diferença entre pele seca e pele desidratada, mas ainda vejo muita confusão e muitas pessoas sem saber se é preciso ou não hidratar a pele oleosa. Hoje vamos ver como e porquê hidratar a pele oleosa. Antes de mais, também quero dizer que as dicas que vou dar também são válidas para pele mista com tendência a oleosa que, muitas vezes, é confundida com a pele oleosa.

Primeiro vamos ver o que faz com que a pele seja oleosa. As glândulas sebáceas que temos por todo o corpo produzem óleo (sebo) naturalmente, para fazer com que a pele esta confortável e seja suave e maleável. Porém, em algumas pessoas, as glândulas sebáceas trabalham demais e não sabem parar. Com este excesso de óleo, bactérias normais da pele e algumas células mortas pode ser que se comece a sofrer de acne, mas nem todas as pessoas com pele oleosa vão sofrer de acne.

Normalmente, as pessoas que têm a pele oleosa sentem necessidade de limpar a pele profundamente e de tirar todo o óleo. Se não se colocar nada no lugar do óleo, a pele vai reagir produzindo ainda mais óleo para repor o que foi retirado e mais um pouco para o caso deste também ser retirado. O que se deve colocar no lugar do óleo que se retira? Água. Dar água à pele é a principal função da hidratação. Assim, faz todo o sentido que se retire o óleo e se coloque agua na pele oleosa para que, aos poucos, a pele se habitue a produzir menos óleo.

A chave nisto tudo é mesmo encontrar o hidratante certo!  Procuramos um hidratante sem óleo (oil-free) por razões óbvias. Também é preciso ser um produto cujo primeiro ingrediente da lista de ingredientes seja água. Outra coisa que é preciso ter em atenção é que o hidratante deve ser não-comedogénico: isto quer dizer que vai haver menos probabilidade de o produto causar poros obstruídos. Além disso, quero lembrar que o hidratante deve ser aplicado depois de lavar o rosto, com movimentos suaves.

Maquiagem – Esconder A Ressaca

4 Maio

A Queima Das Fitas aqui no Porto está quase a começar e, como toda a gente sabe, as noites de excessos e os dias de zombie fazem parte. Hoje deixo-vos aqui algumas dicas para a eventualidade de ser preciso sair da cama durante o dia.

O segredo é usar pouca maquiagem, cobrir as olheiras e imperfeições maiores e deixar a pele com bom aspecto. Ah, e os óculos de sol, ainda que não esteja lá muito sol, também vão dar jeito.

A primeira coisa a fazer é lavar o rosto com água fria e o vosso produto de lavagem habitual. Não é só para acordar, mas também porque vai deixar a pele mais refrescada.

Em seguida, hidratar – e muito! Uma noite (ou mais…) mal dormida deixa a pele desidratada e com um aspecto cansado e macilento. Como já sabem, gosto de cremes hidratantes com um bocadinho de cor, mas neste caso, é preciso mais do que isso. Sugiro um creme reflector de luz e que dê à pele um aspecto mais jovial. O Ideália da Vichy é bom e é muito popular, mas se gostarem de BB Creams, também podem usar. Bases com acabamento semi-matte (para a pele oleosa e mista) ou luminoso (para a pele seca) e o mínimo de pó possível, vão fazer milagres. Ah, e se vão usar base, esqueçam a base matte – não precisam de parecer mais cansadas.

BB Cream da Kiko

BB Cream da Kiko

O corrector vai ser essencial. Mas essencial mesmo! Usem-no para as olheiras e para as imperfeições da pele. A falta de sono vai aumentar as olheiras, claro, mas também vai deixar a pele em pior estado e é mais do que normal que surjam mais borbulhas ou manchinhas.

Corrector Studio Finish da MAC

Corrector Studio Finish da MAC

Nada de pó, mesmo que tenham a pele oleosa. A pele vai estar desregulada e como eu disse, com um ar cansado. O pó ainda vai dar um ar mais mortiço e, por isso, levem convosco papelinhos absorventes de oleosidade.

Um blush rosado que não seja demasiado vibrante ou escuro para o vosso tom de pele vai ser uma boa escolha. Os tons rosados são o ideal porque, pelo cansaço, a pele vai estar mais pálida e sem vida – os tons de pêssego e bronze dão calor à pele, mas os rosa dão um ar de mais saúde.

Blush Rosa Bourjois

Blush Rosa Bourjois

Podem passar sem sombra, mas usem máscara (rimmel) para abrir mais os olhos e dar-lhe mais expressão. Talvez seja boa ideia usar uma que seja à prova de água porque os olhos podem estar sensíveis e com mais água do que o normal. Se usarem um rimmel à prova de água, este também não vai esborratar e fazer as olheiras ainda piores.  Não usem nenhum produto (nem máscara) na zona inferior do olho e certifiquem-se que as vossas sobrancelhas estão, pelo menos, penteadas. Este último passo vai dar-vos um aspecto mais polido.

Máscara Colossal Volum' Express da Maybelline

Máscara Colossal Volum’ Express da Maybelline

Recomendo vivamente um batom muito hidratante e com pouca cor, de preferência rosado pelo mesmo motivo que um blush rosado é o melhor.

Boa queima!!!

Maquiagem – Batom vs. Gloss

23 Mar


É a guerra eterna. Algumas pessoas nem pensam em tocar em batom, outras juram que o gloss é uma invenção diabólica. A verdade é que ambos têm prós e contras e que é muito comum usar os dois em conjunto. Vou tentar ser imparcial (prometo) apesar de, como muita gente, eu ter o meu favorito.

Batom

Batons

Batons

“Uma senhora nunca sai à rua sem batom”, era o que costumava dizer há muito tempo atrás. Apesar de já não ser 100% verdade, o facto é que as mulheres em geral adoram um batom. É o produto que menos sofre queda de vendas com as crises financeiras, já desde o crash da bolsa de 1929. O batom é usado por muitas culturas e há registos do uso de algum tipo de produto para dar cor aos lábios antes do tempo de Cleópatra e era de uso comum entre muitas tribos índias da Amazónia. Há batons de todas as cores que possam imaginar (até azul e verde!) e as texturas podem variar muito. Os acabamentos também vão do matte ao extra brilhante – até há batons que, quando colocados, se podem confundir com um gloss.

Antigamente os batons era quase sempre muito secos porque era a única maneira de garantir que iam durar muito tempo. Contudo, os cosméticos também evoluíram e hoje em dia os batons já podem ser bastante hidratantes. Os batons podem cobrir bem a boca e deixar um cor bastante opaca.

Gloss

Gloss

Gloss

O gloss como o conhecemos hoje está disponível desde os finais da década de 60 do século passado, mas misturar batom com vaselina ou óleo para criar uma cor mais leve e mais brilhante sempre foi uma prática comum. Deixar a boca com um aspecto húmido e hidratado é o objectivo principal por detrás deste produto, mas o gloss nem sempre é hidratante. A nível de cobertura, há glosses que cobre mais e outros que têm uma cor mais transparente. Aliás, os primeiros glosses eram transparentes. Também há uma grande variedade de cores, mas não de acabamentos. Os glosses são brilhantes e podem ter ou não purpurinas (glitter).

O gloss tem a tendência a colar, especialmente a colar o cabelo em dias de vento – é muito desagradável. Contudo, a facilidade de aplicação e o facto de que, em geral, não é necessário um espelho para aplicar, é um dos principais factores que levam à escolha deste produto. Naturalmente, sendo mais transparente, qualquer erro de aplicação ou exagero vão ser muito menos notórios.

Usar batom e um pouco de gloss por cima é uma boa ideia porque o gloss vai intensificar a cor do batom, podendo inclusive muda-la e até corrigi-la de maneira a tornar o batom um pouco mais adequado ao que procuramos. Além disso, o gloss também vai proteger a cor do batom e o conjunto vai durar muito mais do que apenas um dos elementos.

Então? Vocês são mais pessoas de gloss ou de batom? Porquê?

Acabamentos Das Bases

14 Mar

Ontem e anteontem os artigos foram intermináveis. Eu reconheço – mea culpa, mea maxima culpa. Hoje, porém, para me retratar vou escrever sobre algo mais simples, mais fácil e, mais do que isso, vou escrever menos. Já ouço suspiros de alívio.

O tema de hoje é muito simples – vamos falar de acabamentos. Os acabamentos mais não são do que o efeito final na pele. Ou seja, a presença ou ausência de brilho e, no caso de presença, a quantidade. Assim, a saber:

Semi-matte ou satin ou natural – todos estes termos se referem à mesma coisa. É o acabamento mais parecido com a pele saudável. Não tem um aspecto oleoso nem demasiado húmido nem tem um aspecto baço. É o acabamento de base que tenho preferido recentemente e é o que recomendo a pessoas com pele mista. Se a pele for mista a seca, a luminosidade (desde que não seja em excesso) vai dar um aspecto saudável e hidratado. Se a pele for mista a oleosa, vai fazer com que haja uma harmonia aparente entre a zona T e o resto do rosto. Para pele normal, também recomendo este tipo de base, mas isso é puramente preferência pessoal. Diz-se que esta base é indicada para o tempo mais quente, mas eu discordo. Acho que, se for este o acabamento que mais vos agrada, o devem usar independentemente do tempo que faz lá fora. Como um exemplo, este é o acabamento que a Lea Michelle costuma usar.

Lea Michelle - base semi-matte

Lea Michelle – base semi-matte

Matte – também se pode escrever mate. É frequente que estas bases sejam bases em pó ou com uma textura cream-to-powder, que quer apenas dizer que depois de colocada, a base transforma-se em pó. Estas bases retiram todo o brilho da pele e, como tal, são perfeitas para a pele oleosa. Devo dizer que não é o efeito mais natural quando se acaba de colocar, mas para quem sofre com a oleosidade, algumas horas depois da aplicação o efeito “empoado” desaparece logo. Quem tem a pele mista a oleosa também pode usar este tipo de base se preferir.Fica uma pequena nota para relembrar que lá porque a base é mate não quer dizer que nunca vão precisar de usar pó. É bem possível que seja necessário. Quem usa sempre este tipo de base é a Katy Perry.

Katy Perry

Katy Perry

Luminoso – também se chama brilhante, húmido, dewy… tem sido a grande moda nos últimos dois a três anos. Só recomendo para pele muito seca ou para pele madura. Esta base tem pigmentos que reflectem a luz criando a ilusão de que a pele brilha e, por vezes, é muito difícil entender se a pele de alguém está a brilhar por causa da base ou por causa da oleosidade. Por outro lado, as peles maduras vão perdendo naturalmente o brilho e o lustre das peles jovens e saudáveis e é natural que se procure obter um pouco mais de luminosidade com a base. Na minha opinião há outras maneiras de o fazer mas para quem queira um aspecto mais húmido, este tipo de base está à venda. As celebridades evitam este tipo de base ao máximo porque se dá muito mal com as câmaras, mas a Hayden Panettiere parece gostar daquele “brilhozinho” extra.

Hayden Panettiere - base luminosa

Hayden Panettiere – base luminosa

Espero que tenham decidido qual o visual que mais gostam e espero que esteja perdoada por vos ter “bombardeado” dois dias seguidos com artigos enormes! Qualquer dúvida, já sabem: comentem ou procurem por mim no Facebook ou no Twitter. Na verdade, contactem-me mesmo que não tenham dúvidas sobre este assunto. Aceito sempre sugestões e questões.

 

Outros artigos que podem interessar:

A Base E O Tipo De Pele

A Cor E O Tom Da Base

 Bases Em Pó E Bases Minerais

Como Experimentar A Base

Como Aplicar A Base

Mitos Sobre A Base

%d bloggers like this: