Tag Archives: fechar

Cabelo – Pontas Espigadas

17 Nov

Não há ninguém que não as odeie, pontas espigadas/duplas são o terror autêntico. Vamos saber mais sobre elas?

pontas espigadas, pontas duplas

Quando o cabelo já sofreu uma determinada quantidade de trauma, seja num dado momento seja ao longo de maiores extensões de tempo, começa a ficar com pontas duplas. São um facto da vida e naturais e até quem trate muito bem do cabelo está sujeito porque, afinal de contas, não vivemos numa bolha!

A ponta espigada começa quando o cabelo se abre e expõe o córtex, ou seja, a sua parte interna. Na verdade, isto pode acontecer ao longo do fio, mas é mais comum e mais visível efectivamente nas pontas. Não gosto da designação “ponta dupla” porque, na verdade, pode ser tripla, quádrupla, etc. etc. Há depois uma parte que se destaca do resto, parte e dá aquele aspecto fino, hirto, transparente e desagradável ao toque que reconhecemos como sendo a ponta espigada.

Um pequeno nó ou uma bolinha branca, geralmente no fim do fio, também são considerados pontas espigadas mas na verdade são bocadinhos de córtex exposto, o que também está relacionado com o cabelo danificado e em más condições. Todo o tipo de tratamentos químicos (coloração, descoloração, permanente, alisamento, etc. etc.), todo o calor em excesso (usar protector térmico é de suma importância) e todo o manusear pouco cuidadoso vai prejudicar em muito o cabelo. Juntam-se a estes factores champôs desadequados (demasiado agressivos ou incompatíveis com o nosso cabelo), a falta de condicionador adequado e de qualidade e, pior ainda, a tesoura mal afiada quando se corta o cabelo. As navalhas de cortar cabelo são também do pior que pode haver para causar pontas espigadas.

É verdade que, no cabelo que não é cortado, a ponta espigada pode evoluir e subir e o que era 1cm de ponta estragada rapidamente se torna em 2, 3, 5, 10 centímetros que precisam ser cortados. Cortar o cabelo com frequência mantém-no saudável e bonito, nem que seja só um bocadinho para nos vermos livres das pontas que estão a começar a ficar estragadas antes que o quadro se agrave.

Cada vez que o cabelo se parte, é maior a probabilidade da ponta deixada vir a ficar espigada, porque o partir do cabelo nunca é uma fractura “limpa” e delimitada, é sempre irregular, o que potencia que a ponta abra e nos dê problemas. Por isso é que escovar o cabelo em demasia tende a causar pontas espigadas – não é que a escova “desenrole” o cabelo ou entre pelo meio dos fios, é mesmo porque tende a partir o cabelo e, assim, fragilizar as pontas que já de si são frágeis.

Há no mercado inúmero tratamentos e o que parece resultar mais é a prevenção feita com óleos de cabelo sejam eles com grande percentagem de silicone (que “fecha” a ponta espigada visualmente e enquanto o produto estiver no cabelo este sente-se mais suave) ou óleo mesmo (o famoso óleo de argão é uma boa escolha). Há alguns cabeleireiros que cortam com uma tesoura apropriada aquecida, sendo que se pretende cauterizar o fio para que ele não abra – sinceramente não conheço ninguém que tenha gostado muito de resultado por isso não posso comentar extensivamente.

Contudo, lembrem-se, não há milagres e mais vale prevenir!

Anúncios

Cuidados De Pele – Fechar Os Poros?

28 Out

Resolvi resgatar este post do túnel do tempo. Acho que ainda há imensas dúvidas sobre o assunto, vejo tanta asneirada a ser dita todos os dias que ainda não consegui perceber muito bem qual é a dúvida. Porém, fica novamente o exclarecimento (ou assim espero). A quem tenha problemas com poros dilatados (e não, não são abertos), posso recomendar um bom primer (o Porefessional da Benefit tem imenso silicone e cria uma película enquanto não começa a tratar o assunto) ou um tratamento intensivo (vejam ou re-vejam o fotodocumentário sobre o sérum da Sephora para um bom exemplo de “antes e depois”). Claro que a limpeza, o uso do tónico e, sobretudo, de um bom hidratante adequado ao tipo de pele duas vezes ao dia é o que vai funcionar, o resto são “empurrõezinhos” amigáveis. Espero que o re-post vos seja útil e que partilhem a vossa recém adquirida sabedoria.

Invicta Maquiagem

Fechar poros, encolher poros… só não ouve ou lê esta expressão e esta promessa de alguns cosméticos que não presta atenção mas, afinal, o que é que isso quer dizer?

Primeiro, o que são poros?  Os poros são as aberturas das glândulas na nossa pele que produzem os pêlos, a oleosidade e o suor. Temo-los por todo o corpo e quando ficam bloqueados, surgem borbulhas. Não são nada de outro mundo.

É verdade que em algumas zonas do corpo, em especial do rosto, eles são mais visíveis. Nariz, queixo e faces são os locais onde costumamos ver melhor os nossos poros. Quem tem a pele oleosa ou algum tipo de acne também tem tendência a  ter os poros mais visíveis. Numa pele lisa e com aspecto saudável, os poros não são visíveis a olho nu e é por isso que há interesse em fazer os poros parecerem o menor possível.

Mas…

View original post mais 184 palavras

Perguntas E Respostas 19: Esconder Poros Dilatados

11 Abr

A Sara mandou-me um e-mail:

Micky, tenho um problema! Tenho poros muito dilatados na zona T e até já li o teu artigo sobre o assunto, mas a verdade é que tenho um casamento daqui a uns dias e não sei o que fazer! Todos os produtos que conheço e sobre os quais já pesquisei demoram imenso tempo a fazer efeito. Socorro!!!

Perguntas & Respostas

Calma, Sara, não é nada a que não se possa dar uma ajudinha em tempo record. Há um serum da Sephora que eu já experimentei e que me deu resultados excelentes com uma semana de uso apenas, dependendo de quantos dias faltam para o casamento pode ajudar na situação. Contudo, há umas dicas de maquiagem que pode ir treinando até ao dia do evento.

  • Primer é muito importante, não só fixa a maquiagem como torna a pele mais lisa em geral – aqui deve-se dar preferência ao primer rico em silicone se este não fizer alergia, já que é o que melhor funciona quando se trata de poros dilatados;
  • Não exagerar na base e no corrector. Na verdade, mais maquiagem não vai esconder o problema – muito pelo contrário, vai “espessar” a pele, deixando os poros dilatados com uma aparência mais funda;
  • Aplicar a base (e corrector, se e onde necessário apenas) com um pincel ou esponja limpa – deve ser limpa com muita frequência- de cima para baixo. É a maneira mais acertada de aplicar base na minha opinião porque abaixa aquela penugem clara e fina que a maioria de nós tem no rosto, mas no caso também ajuda a disfarçar os poros;
  • Depois da base aplicada e assente (vulgo seca), pode-se passar um lencinho de papel para retirar algum excesso – é mesmo de suma importância não exagerar na base! Se o blush escolhido for em creme, deve ser aplicado agora;
  • Aplicar pó vai ser necessário, e esta aplicação deve ser feita com uma borla de pó e o pó deve ser pressionado com firmeza sobre as zonas problemáticas em vez de simplesmente “pincelar”. Depois, o excesso de pó deve ser retirado com um pincel grande e fofo;
  • Finalmente, aplica-se blush. Blush mate ou com reflexão de luz mas sem glitter/brilho! É que o glitter, por menor que seja, vai chamar a atenção dos poros e restantes imperfeições. Se os poros dilatados forem só na zona T, a questão do blush não se põe tanto, mas se houver poros dilatados na face, já vale a pena pensar no assunto. Há blushes com os chamados “soft focus” que como que desfocam a pele, mas são difíceis de encontrar ainda.

Estas dicas são o melhor que tenho para dar neste caso, mas sempre na certeza, porém, de que não há milagres. Os poros dilatados são consequência da pele oleosa e/ou esfoliação insuficiente e só tratando a causa é que podemos lidar com os efeitos. Começar a tratar o quanto antes é a melhor maneira de não necessitar depois de recorrer a truques especiais!

Cuidados De Pele – Review – Sephora Sérum Para Poros Dilatados (“fotodocumentário”)

17 Dez

Acho que sim, que foi desta que o karma me apanhou. Eu sempre disse que os poros dilatados nunca me incomodaram assim muito e que sempre vivi bem com eles. Até ao dia! Esse dia foi quando tirei as fotos para o Halloween (lembram-se?), em que reparei que os meus poros estavam em petição de miséria e lá fui eu agarrar-me muito agarradinha à edição de fotografia.

Serum Sephora Sérum Pores Affinés / Pore Refining Serum

Serum Sephora Sérum Pores Affinés / Pore Refining Serum

Entretanto, resolvi que era preciso fazer qualquer coisa em relação aos ditos poros dilatados. Estando eu em contenção de despesas (sim, porque eu gosto de dar prendas de Natal!), fui procurar uma solução com um preço amigável. Encontrei um sérum da marca própria da Sephora que custa um pouquinho menos de 18€ e que tem o nome exacto Sérum Pores Affinés ou Pore Refining Serum.

Aqui podem ver a embalagem por dentro, que tem as instruções. É suposto aplicar na zona com mais poros dilatados de manhã e à noite, antes do creme de dia e de noite, respectivamente, claro está. O sérum vem numa bisnaga com um ponta coberta por espuma/esponja, e há uma “capa” de espuma sobressalente para se poder trocar a mesma por razões de higiene. Já lá vamos ao que eu acho sobre este tipo de aplicador.

Emabalagem - Parte Interior

Emabalagem – Parte Interior

Em poucas palavras, este sérum diz que a vasta maioria das mulheres vê alterações a nível da dilatação de poros, matificação da pele e uniformidade da cor. Depois de 28 dias, os resultados seriam ainda mais notórios. Eu tirei fotos durante o “tratamento” para vos mostrar. Peço desde já desculpa pelas fotos serem menos do que perfeitas, mas os resultados tinham que ser partilhados.

Início - Pré Tratamento

Início – Pré Tratamento

Esta foto pertence ao início, antes de eu aplicar este produto pela primeira vez. Todas as fotos são da face esquerda e foram tiradas sem maquiagem, com a mesma câmara e com luz natural. Era assim que eu tinha os poros, vá lá, sejam bonzinhos e não façam pouco. Por causa da quantidade de silicone e de pó de bambu que há neste serum, a primeira coisa que eu notei foi mesmo a matificação da pele, mas isso era de esperar. Além disso, não vi mesmo mais nenhum efeito assim instantaneamente.

1 Semana De Aplicação

1 Semana De Aplicação

Aqui podem ver o que aconteceu depois de uma semana de aplicação religiosa. É mesmo, não me desviei do plano dia absolutamente nenhum! Eu acho que a imagem, em comparação com a imagem de cima, fala só por si. Fiquei contente com o resultado volvidos apenas 7 dias, tenho que confessar. Este sérum tem também ácido salicílico (é um BHA, já falei aqui do assunto), por isso funciona como um exfoliante químico que ajuda sempre a “fechar” os poros e, ao fim de um tempo, acaba por uniformizar mesmo o tom de pele.

28 Dias De Tratamento

28 Dias De Tratamento

E pronto, aqui está a foto ao fim de 28 dias. Tenho que ser muito, mas muito sincera e dizer que não senti (ou vi, vá) melhoras entre 1 semana e 1 mês. Garanto que não me esqueci de aplicar o sérum uma única vez, e até acho que acabou por sensibilizar a pele um pouco de mais. Tenho a pele mista, mas a pele das faces é bastante fininha e sensível, talvez seja por isso. Isto surpreendeu-me de sobremaneira porque normalmente estes tratamentos/regimes para poros demoram imenso tempo a mostrar efeitos e é preciso insistir, persistir (ok, teimar!) até ao desespero para se ver alguma coisa de jeito, mas com este produto o efeito veio, viu e venceu, mas depois deu parte de fraco e acabou por não perdurar como eu idealmente gostaria que ele perdurasse.

Prós: Resulta, é facto. Não é perfeito e não é um milagre, mas pode valer a pena investigar. Não é caro comparado com outros séruns para o mesmo efeito. Não afecta negativamente a base, ajudando-a até a durar mais pelo conteúdo em silicone que acaba até por funcionar como primer.

Contras: Não é nada bom para quem tenha a pele sensível ou mais desidratada. “Esfarela”; e com isto quero eu dizer que sai aos bocadinhos se se friccionar a área onde se colocou o sérum. O aplicador é sinceramente mal pensado porque além de pouco higiénico mesmo que se troque e se lave todos os dias (que trabalheira!), acaba por ficar assim húmido e esquisito e honestamente desagradável e por haver desperdícios. Havia outras opções, a “modernice” era escusada.

Veredicto & Conclusões: Como já disse, se sofrem com os poros dilatados esta pode ser uma opção mais ou menos em conta. Depois de alguns dias sem usar o sérum, reconheço que as coisas estão a regredir e já me parece detectar os poros a querer dilatar novamente. Assim, recomendo este sérum como um “tratamento” de choque para usar 7 dias, parar até sentir necessidade outra vez e voltar a usar novamente 7 dias.

Devo só fazer menção a que as fotos não foram editadas se não para aproximar/cortar a imagem no que realmente importava e que nada fiz de diferente ou mudei durante estes 28 dias. Reconheço, custou-me assim um bocadinho a publicar estas fotos, mas tudo em nome do blog, da beleza e da verdade, sim? Comentem, digam-me o que acharam, partilhem outros produtos que achem bons para este efeito! Estou muito curiosa para saber as vossas opiniões!!!

%d bloggers like this: