Tag Archives: doce

Novidades – Perfume Dolce & Gabbana Intense

3 Out

Quando se fala seja em que for num registo “intense”, geralmente, ou se ama ou se odeia. Eu, confesso, não sou nada fã da marca e tenho uma espécie de ódio de estimação ao famoso Light Blue, mas estou apaixonadíssima por este perfume!

Intense (Dolce & Gabanna)

Intense (Dolce & Gabanna)

Força, paixão, intensidade são algumas das palavras escolhidas para descrever este novo aroma. Os componentes andam entre o floral oriental e flores brancas. Flores brancas são das minhas notas favoritas, é algo a pender entre a rosa, a flor de laranjeira e o jasmim, é um floral quente e profundo que fica quase como que “preso” no fundo da nossa respiração mas de uma maneira confortável – é um aroma doce que nos preenche mas sem ser enjoativo ou cheirar a sintético. Neroli (outra flor branca), flor de laranjeira e tuberosa (outra flor branca!) é o primeiro acorde (conjunto de notas) a ser sentido, depois há o sândalo e outros componentes que tornam este perfume de certa maneira cremoso no final. Há aqui uma mistura que, no fim, me lembra plástico, mas de uma maneira agradável – não sei explicar, mas há aqui um aroma a plástico doce que não é, nem de longe, tão desagradável como soa. Na verdade até é bom!

A emabalagem é linda, até as amostras vêm numa caixinha de papel veludo roxo/vinho! O frasco em si é de vidro roxo, quase opaco. Extremamente elegante e ainda assim moderno na minha opinião. Laetitia Casta dá a cara e o corpo a este perfume também, como já deu a outros perfumes de marca. A modelo francesa tem consigo um pouco do calor mediterrâneo que o perfume sugere mas também uma sensualidade simples e misteriosa ao mesmo tempo.

Até Novembro deverá estar disponível em todas as boas Perfumarias de Portugal e se gostam de perfumes que marquem sem serem óbvios e de mau gosto, sugiro

Anúncios

Novidades – Perfume Honey (Marc Jacobs)

25 Set

Eu tenho fobia a abelhas (nada contra aranhas como tanta gente tem…), mas gosto de mel! E gosto desta embalagem toda colorida e animada do novo perfume Marc Jacobs.

Honey Marc Jacobs (lançamento Outono 2013)

Honey Marc Jacobs (lançamento Outono 2013)

Pêra, mandarina (parecido com tangerina), néctar de pêssego, damasco, mel e baunilha. Palavra que não é a receita de uma sobremesa, mas podia ser! São as notas doces, florais e frutadas deste perfume, que na pele traduz uma feminilidade adocicada e alegre, com uma base quente devido a algumas madeiras que também fazem parte do perfume. Apesar do nome, para mim, o cheiro a mel não é assim tão notório que justificasse o perfume levar esse nome, mas como não sou eu que estou encarregue de baptizar perfumes, também não vou meter o nariz (que piadinha mais sem graça…).

É o perfume de menina-mulher, de uma jovem que já não queira um cheiro infantil mas também não se sinta atraída para perfumes mais clássicos e marcantes. Não é único, ou seja, não se vai tornar numa imagem de marca nem sobressair particularmente ou se destacar e chamar a atenção. Tem uma fixação moderada e está longe de ser forte, é ideal para um dia de trabalho ou de escola, é um cheirinho bom a fruta doce que se sente quando se está perto. Não é o meu tipo de perfume pessoalmente, mas conheço imensas pessoas que adorariam estar o dia todo a cheirar a uma deliciosa e docinha salada de frutas – há tanto perfume que cheira a gomas e rebuçados, porque não uma alternativa?

Para concluir, algo mesmo apropriado para o regresso às aulas e a lembrança das coisas boas do e alegres do Verão! Solarengo é o adjectivo que mais me vem à ideia neste momento para descrever o “ambiente” que este perfume cria.

%d bloggers like this: