Tag Archives: cosméticos

Aconselhamento Dermocosmético Personalizado

12 Nov

Já mencionei no Facebook mas sei que nem todos estão atentos a esta rede social, de modo que resolvi falar aqui do assunto.

anti-aging-creams-2

Trata-se de um serviço que o Invicta Maquiagem juntamente com a Farmácia Cosme, Suc. no Porto vem oferecer. São, tão simplesmente, “consultas” de aconselhamento sobre cuidados de pele e produtos mediante cada um. Uma pessoa telefona a marcar hora de aconselhamento, aparece na hora marcada e eu vou conversar com a pessoa, entender a sua pele e as suas necessidades e aconselhar produtos de farmácia que ache adequados. Não há obrigatoriedade de compra (se bem que eu gostava muito que levassem o que aconselho!), as marcas que mais vou trabalhar a principio serão Uriage, Eucerin, Roc, La Roche-Posay e Avéne porque são marcas com preços diferentes, produtos diferentes e que cobrem a grande maioria dos problemas de pele que se encontra no dia-a-dia. São também marcas com escolhas adequadas a todos os tipos de pele, marcas nas quais confio e que me dão garantias de eficácia e segurança. Como saberão adoro estar em cima de todas as novidades e pela minha parte, podem contar com que eu dê o meu melhor para vos ajudar a ter a pele que sempre desejaram.

Será possível terem contacto com alguns produtos na medida em que estarão disponíveis alguns testers e eventualmente amostras e será possível, em boa parte dos casos, terem algum contacto com os produtos para realmente sentirem que será agradável de usar. O aconselhamento é gratuito, funciona de segunda a sexta da parte de tarde e só e exclusivamente por marcação com a Farmácia Cosme, Suc. Ao ligar, mencionem por favor uma consulta de aconselhamento dermocosmético que quem vos atender já vai saber do que se trata.

A Farmácia Cosme fica na Rua Costa Cabral, 584, a cerca de 100m da saída de metro dos Combatentes (quem sai pela escada rolante à direita). O staff da Farmácia é muito amável e competente, sempre disponível e com muita formação para também aconselhar (e bem) caso necessário.

Portanto, aqui fica o convite. Espero que aceitem e que me venham visitar. É claro que o blog continuará a sua vida normalíssima, vou continuar a responder aos vossos e-mails, comentários e mensagens via Facebook, mas enfim, é sempre bom abrir caminho também ao contacto pessoal.

Cuidados De Pele – Fechar Os Poros?

28 Out

Resolvi resgatar este post do túnel do tempo. Acho que ainda há imensas dúvidas sobre o assunto, vejo tanta asneirada a ser dita todos os dias que ainda não consegui perceber muito bem qual é a dúvida. Porém, fica novamente o exclarecimento (ou assim espero). A quem tenha problemas com poros dilatados (e não, não são abertos), posso recomendar um bom primer (o Porefessional da Benefit tem imenso silicone e cria uma película enquanto não começa a tratar o assunto) ou um tratamento intensivo (vejam ou re-vejam o fotodocumentário sobre o sérum da Sephora para um bom exemplo de “antes e depois”). Claro que a limpeza, o uso do tónico e, sobretudo, de um bom hidratante adequado ao tipo de pele duas vezes ao dia é o que vai funcionar, o resto são “empurrõezinhos” amigáveis. Espero que o re-post vos seja útil e que partilhem a vossa recém adquirida sabedoria.

Invicta Maquiagem

Fechar poros, encolher poros… só não ouve ou lê esta expressão e esta promessa de alguns cosméticos que não presta atenção mas, afinal, o que é que isso quer dizer?

Primeiro, o que são poros?  Os poros são as aberturas das glândulas na nossa pele que produzem os pêlos, a oleosidade e o suor. Temo-los por todo o corpo e quando ficam bloqueados, surgem borbulhas. Não são nada de outro mundo.

É verdade que em algumas zonas do corpo, em especial do rosto, eles são mais visíveis. Nariz, queixo e faces são os locais onde costumamos ver melhor os nossos poros. Quem tem a pele oleosa ou algum tipo de acne também tem tendência a  ter os poros mais visíveis. Numa pele lisa e com aspecto saudável, os poros não são visíveis a olho nu e é por isso que há interesse em fazer os poros parecerem o menor possível.

Mas…

View original post mais 184 palavras

Maquiagem – Produtos De Lábios (Para Totós)

25 Out

Para totós (como nos livros) não será, não se zanguem com a brincadeira. É mais uma revisão da matéria dada sobre quem é quem no mundo da maquiagem de lábios, o que faz, para que serve, como se escolhe, o que eu gosto, entre outras coisas.

produtos de lábios

  • Bálsamo labial – É um produto emoliente que tem por propósito condicionar, hidratar e, sobretudo, reparar os lábios. É ideal para quando a pele dos lábios que é, já de si mais seca e sensível, está em más condições. Também pode ser usado à noite diariamente para previnir que estes gretem com o frio, secura do ar, ar condicionado e variações de temperatura e um uso comum é como SOS quando se quer aplicar um batom mais forte mas os lábios têm imperfeições e peles secas. Apesar de controverso, o meu favorito é o já famoso Carmex, especialmente o de cereja!
  • Esfoliante – Falamos já extensivamente sobre esfoliação de lábios, dos benefícios e de como se faz, bem como receitas caseiras para o efeito (que continuam a ser as minhas favoritas). Basicamente, pretende-se retirar as peles mortas e revelar a pele mais nova, viva, luminosa e bonita. É o que se deve fazer quando um bálsamo labial já não resulta no que toca a condicionar a pele;
  • Batom de cieiro (chapstick) – Cieiro é a reacção da nossa pele ao frio excessivo, à sensibilidade que este causa em nós. Mais comum é mesmo ter cieiro nos lábios, mas olhos, faces e pernas também sofrem frequentemente com este problema. O propósito do batom de cieiro é mais proteger do que curar propriamente, por isso, em dias de frio, não nos devemos esquecer do batom de cieiro. Há batons destes com SPF, que são também bons para nos proteger ainda mais, já que têm a dupla função. Há inúmeras marcas, mas os da La Roche Posay funcionam muitíssimo bem apesar do preço não ser exactamente mínimo;
  • Lápis de lábios – Serve para delinear os lábios para limitar o batom, para fixar o mesmo e, eventualmente dar cor, podendo até intensificar ou mudar a cor do batom que foi escolhido e até substituí-lo. É um lápis em tudo semelhante ao de olhos, porém quase sempre mais duro e em tons mais adequados ao que é costume usar na boca. É possível usar um lápis de olhos nos lábios, mas usar um lápis de lábios nos olhos não é recomendado por causa das ceras e pigmentos que constituem um lápis de lábios podem causar alergias nos olhos. Ultimamente tenho gostado bastante de trabalhar com os lápis de lábios da Sephora, da Kiko e também da sempre excelente Art Deco.
  • Manteiga de lábios (lip butter) – São bálsamos altamente hidratantes e macios em stick com cor! São um batom que deposita muito pouca cor, têm brilho e hidratam imenso. São fáceis de aplicar por não terem grande pigmento. As da Revlon são aceitáveis, lip butters não são realmente o mais próximo ao meu gosto, mas enfim;
  • Primer – Como todos os primers, querem-se para preparar para a aplicação da cor, fixar a mesma e disfarçar a textura que não é desejada. Muito sinceramente não experimentei ainda nenhum que me deixe maravilhada, ainda penso não haver o produto perfeito neste departamenteo. Fala-se bem do Prep + Prime da MAC, mas, lá está, ainda não consigo dizer que encontrei um primer de lábios que adoro;
  • Lip Stain – Outro produto que não me faz grande falta, é uma “tinta” líquida aplicada com um pequeno pincel ou numa caneta estilo feltro que mancha os lábios sem uma forma muito uniforme. Os da Rimmel são bonitos, mas como todos os stains, secam imensamente os lábios. Isto porque são à base de álcool e porque se não secassem assim tanto não tinham o poder de fixação que têm;
  • Batom – Feito à base de óleos e ceras (como é feito o batom), é um dos cosméticos que retém a sua forma original há mais tempo. É um marco da feminilidade, um clássico que nunca deixa de existir e nunca sai mesmo de moda. Há de todas as cores, de todos os acabamentos (mate, brilhante, acetinado, com glitter). Não consigo escolher uma marca, não me peçam para o fazer, não sou capaz!
  • Batom líquido – É um híbrido entre batom e gloss, tendo a facilidade de aplicação e conforto do gloss com as grandes vantagens dos bons batons que são a forte pigmentação e a grande durabilidade. O aplicador e o tubo é normalemente como de um gloss ou, então, vem numa pequena bisnaga e deve ser aplicado com um pincel. Os da Sleek são bons e acessíveis, não tão acessíveis mas igualmente bons são os da Shiseido;
  • Gloss – Desde os transparentes aos com pouca e muita cor, pode ser cristalinos ou com glitter. É um mundo, a escolha é infinita, mas o que os une a todos é o brilho que dão aos lábios fazendo com que estes pareçam mais jovens e mais preenchidos. Ultimamente ando muito bem impressionada com os da Flormar, cheiram a morango e são docinhos, docinhos! Há montes de cores, para quem gosta de gloss, vale mesmo a pena espreitar;
  • Lip & Cheek – São produtos específico e pensados para serem usados nas faces e nos lábios, como blush em creme e batom ao mesmo tempo. Usar o batom comum como blush pode não ser boa ideia põe causa dos poros que podem ficar entupidos e, consequentemente, dar lugar a borbulhas. Daí nasceu este conceito que não é nada novo porque já desde a Antiguidade se usou o mesmo produto para as faces e para os lábios.

Então? Esqueci-me de alguma coisa? Qualquer dúvida, já sabem, deixem nos comentários, mandem email ou apanhem-me no Facebook!

O Que É Um Cosmético?

30 Set

Este artigo deveria ter sido escrito láááá longe, quando o blog começou, porém nunca é tarde para uma pequenina nota sobre o nosso tema! É que afinal, apesar de se chamar Invicta Maquiagem (que hoje vejo ter sido um nome não tão bem escolhido), o tema do blog não é só maquiagem. Na verdade fala-se sobre cosméticos quer tenham cor (maquiagem) ou não.

cosmetics cosmeticos definição o que é o que são

A definição de cosmético varia de local para local, de cultura para cultura. Em Portugal (por imposição da UE) e também no Brasil, a lei define cosmético como sendo “qualquer substância ou mistura destinada a ser posta em contacto com as partes externas do corpo humano (epiderme, sistemas piloso e capilar, unhas, lábios e órgãos genitais externos) ou com os dentes e as mucosas bucais, tendo em vista, exclusiva ou principalmente, limpá-los, perfumá-los, modificar-lhes o aspecto, protegê-los, mantê-los em bom estado ou de corrigir os odores corporais.” Isto quer dizer que, em Portugal, os cosméticos englobam desde a pasta dos dentes e o desodorizante e perfume até a cremes e loções passando também pela maquiagem.

A FDA, o órgão que rege estas coisas nos Estados Unidos, diz que um cosmético é algo aplicado ao corpo humano que vise limpar, embelezar, promover a atracção ou alterar a aparência sem afectar a estrutura do corpo e suas funções. Esta definição, estranhamente, excluí o sabão e sabonete. Não sei bem porquê nem encontrei dados, mas penso que é porque ainda há locais onde os cosméticos são proibidos e mal vistos e não me parece que quem quer que seja no seu perfeito juízo queira proibir banhos e sabonetes.

Neste momento, está a trabalhar-se para que os cosméticos passem a o obedecer a um standard Internacional, o que seria muito a nível de ingredientes (alguns são proibidos em alguns países e não em outros), regulamentação de higiene e modos de produção, testes em animais, etc. Seria bom, na minha opinião, que se estabelecesse um consenso e que fosse tudo regulamentado de maneira igual até para podermos usar produtos vindos de outros mercados e estarmos certos de que os nossos interesses estão salvaguardados e que todos estamos igualmente protegidos de elementos que se sabem nocivos.

Maquiagem – Bésame Cosmetics

5 Jul

Estávamos em 2004 quando Gabriela Hernandez, Argentina de nascimento a viver nos EUA, lançou a sua linha de cosméticos. Não apenas mais uma linha de cosméticos como tantas outras – uma linha de cosméticos que pretende recriar a maquiagem de antigamente em textura, cor e apresentação.

Besame Cosmetics

Besame Cosmetics

Gabriela Hernandez tem um Bacharelato em Belas Artes, sendo que também é Historiadora de maquiagem (algo me diz que seria a profissão ideal para mim!). Sentiu falta do glamour de outras eras, de outras décadas do século XX; sentiu falta da elegância da avó a puxar do seu pequenino compacto e a retocar o seu pó e mais do que isso! Nas palavras da própria, “quis deixar a marca de quem sou e quem fui no mundo. Quero contribuir com algo que valha a pena através desta linha e inspirar as jovens a seguir os seus sonhos.” Haverá mensagens e propósitos mais válidos? Aliado a isto, a Besamé nunca testa em animais.

Besamé Art Deco

Besamé Art Deco

A Besamé Cosmetics nasceu após muita pesquisa da parte da sua criadora, publicidades a maquiagem dos anos 20 em diante, a própria maquiagem original da época que ainda subsiste, a documentação que ainda há à cerca da formulação dos produtos… O objectivo foi criar uma marca de luxo, com produtos bons, seguros, bonitos e que fizessem o cliente sentir-se glamourosa. Aliás, entretanto, Gabriela Hernandez até escreveu um livro sobre a história da maquiagem! Recentemente, temos visto a Besamé em revistas como a Saber Viver de Junho aqui a em Portugal mas, muito mais importante, nos lábios das actrizes do filme “The Great Gatsby”, sob direcção do fantástico Baz Luhrmann e com o famoso actor Leonardo DiCaprio no papel principal. Ah, e claro, no filme sensação de 2011 “The Artist”.

Aproveito e faço já um aparte, quero falar do filme. Vejam-no! Acreditem, vale a pena. A história não é nada do outro mundo, um homem que não tem como sustentar a sua amada de uma classe social muito superior vai tentar ganhar a vida achando que ela esperaria por ele, mas ela não o pode fazer. Ele volta e faz de tudo para que ela repare nele, assim acaba por acontecer e… bem, para saber o fim, leiam este clássico da literatura ou vejam filme! Contudo, voltando à película, a direcção de Baz Luhrmann, seja lá do que for, é fantástica, mas mais fantásticos ainda são os cenários e figurinos. As joias, as roupas, a maquiagem… tudo tão perfeito, tudo sem anacronismos (isso fica a cargo de outros elementos, como a música), tudo parecido a um sonho. Algo me diz que vão sair daqui pelo menos dois Óscares!

1920's Collection

1920’s Collection

Agora que já conhecemos um pouquinho da marca, vamos saber dos produtos! A Besamé é conhecida pelos seus batons, em especial os tons de vermelho. Neste momento há na colecção sete tons de vermelho, é impossível não encontrar o vermelho adequado ao nosso gosto! São batons muito pigmentados, reproduções o mais exactas possível dos originais da primeira metade do século passado, desde o tamanho (mais pequenos do que os batons a que estamos habituados hoje), à embalagem, passado pela cor, textura e tudo o resto. Mas nem só de batons vive a Besamé! Uma reprodução da máscara de pestanas/cilios usada nos anos 30, uma lata de carmim, pó para a face e ainda mais! Eu consigo ouvir-vos a perguntar “Mas Micky, será que os produtos são bons?” E a minha resposta é um categórico “Sim!”. Os que eu testei são excelentes e tenho tudo para acreditar que os demais também o são! Senão, vejamos.

Rouge/Carmim Besamé

Rouge/Carmim Besamé

Um blush em creme que também se usa nos lábios, muito pigmentado e que dura todo o dia. Resume-se aqui tudo! A latinha é um mimo, com os crisântemos que são também imagem de marca da Besamé. Trata-se de uma cor de carmim, ou seja, um vermelho-rosado ou um rosa-avermelhado e que deve ser usado com mão leve em especial nas faces, dado que é muito pigmentado. Aplica-se de maneira fácil, com o dedo anelar na maçã do rosto e esbate-se para cima de encontro à linha do cabelo logo acima das orelhas. Deve ser aplicado antes da base, para que dê o efeito o mais natural possível, como se o rosado fosse mesmo nosso e viesse de dentro. Assim também se disfarçam pequenos erros de aplicação! O aroma é muito agradável, parece mesmo que fomos transportados na maquina do tempo e aproveito para referir também que não me causou alergia.

Carmim Besamé

Carmim Besamé

Este produto pode e deve ser também usado nos lábios, naturalmente que aqui podemos carregar um pouco mais na cor se for esse o nosso desejo. Nos lábios aplica-se com o dedo para um ar mais inocente e natural ou, então, com um pincel, para depositar mais cor. Há um leve brilho, é extremamente confortável e super hidratante. Este produto chegou cá a casa semana passada e já ganhou lugar cativo na minha gaveta de uso diário.

Pó Violeta Besamé

Pó Violeta Besamé

A seguir, quero falar-vos do milagre que é este pó. É um pó levemente colorido, que com este tom violeta nos permite fazer correcção de cor e iluminar o rosto. Infelizmente o efeito não se vê nas fotos, mas garanto que se vê, e muito, ao vivo! É como se houvesse uma luz a brilhar dentro de nós! Especialmente indicado para quem está com aquela cara de cansado, estafado, a precisar de férias (eu! Já vão ver…) e para iluminar a zona das olheiras. Vem numa caixinha, com um saquinho de veludo vermelho, com esta borla pequenina e delicada, tem espelhinho, tem muito, mas muito estilo! Mencionei que é folhado a ouro 18 kilates?

Pó Bésame - detalhes

Pó Bésame – detalhes

Acima de tudo, confesso, a embalagem aquece o meu coraçãozinho. Dourada, pesada, pequenina, muito pequenina (mais ou menos como uma sombra de olhos), delicada, mimosa, glamourosa… Quase como se estivéssemos a pegar num pedacinho da história de todas as mulheres que nos precederam e fizeram a sua beleza valer. É um produto sem parabenos e vem em outras cores ditas mais “normais” em termos de pó.

Besamé Gloss

Besamé Gloss

Acima vêm o gloss que corresponde à linha exclusiva referente ao usado no filme “The Great Gatsby” que mencionei. É uma cor de vinho escuro, razoavelmente pigmentado, não escorre, não cola – a textura é perfeita e olhem que eu nem gosto nada de gloss! Tem um sabor doce que dá vontade de lamber os lábios o dia todo e cheira a alcacuz (sabem aquelas gomas pretas?) – pois bem, eu tenho pavor de alcacuz, mas o cheiro é leve e o sabor tão discreto que não me incomodou de maneira nenhuma. Porém, é sempre algo a ter em conta. Confesso que dos produtos que tenho é o que menos me agrada, mas não há nada de errado com ele, sou mesmo eu que não sou a maior fã de glosses deste mundo. Agora que já saiu tudo do nosso caminho… Entre a estrela da companhia, o batom!

Noir Red Lipstick da Bésame Cosmetics

Noir Red Lipstick da Bésame Cosmetics

Trata-se da cor Noir Red, uma reprodução do que usaria um Flapper dos anos 20 digna desse nome! É um vermelho escuro, bordeux, com personalidade! O batom é magnifico, quem me dera esta formulação em todos os batons da minha vida. Não é mate, mas quase, extremamente pigmentado, dura o dia todo e só sai com muita boa vontade. Hidratante, confortável e, novamente, com estilo! A ponta biselada é estranhamente útil, dispensa o uso de um lápis de lábios para delinear já que faz a linha perfeita. Não poderia estar mais satisfeita e assim que a minha auto-imposição de não gastar dinheiro acabe, quero mais tons deste batom – não é negociável. Para mim, este batom é melhor do que muitos YSL e Dior e Chanel da vida e se há alguém viciada em Dior, sou eu (na maquaigem e perfumes, vá, a roupa é só para ver em fotos)!

Noir Red - Comparações

Noir Red – Comparações

Acima a comparação com outros batons cor de vinho que tinha mais à mão, nomeadamente um dos meus favoritos, o Dubonnet da MAC. E porque este post vai longo, muito longo (parabéns e obrigada se chegaram aqui e leram tudo!), deixo-vos a foto da minha pessoa a usar o batom, o gloss, o carmim (nas faces apenas) e o pó (que não se nota em fotografia), tudo ao mesmo tempo a tentar sorrir mais ou menos para a câmara.

Micky in Bésame!

Micky in Bésame!

Não se esqueçam de visitar o site oficial da Besamé!!! Podem conhecer todos os outros produtos da marca que está disponível na Europa e, com um pouquinho de sorte, também dentro em breve fisicamente em Portugal.

Como encontrar o vermelhos Bésame ideal

Como encontrar o vermelhos Bésame ideal

Cuidados De Pele – Pele Negra

17 Jun

Nem todas as peles são iguais, a pele negra tem características que a pele branca não tem! Não posso, está claro, falar em primeira mão, mas vamos passar os olhos pelos maiores problemas que afectam a pele mais escura.

pele negra afriacana

Regra geral, a pele negra é bastante sensível às agressões externas – até pode não parecer, porque dependendo do tom, a vermelhidão que associamos a uma pele agredida pode até nem ser visível! Mas a verdade é que é apesar da manifestação da sensibilidade poder ser diferente da que estamos habituados a ver em peles mais claras, e é exactamente por isso que tantas e tantas pessoas de pele escura se queixam de pele demasiado oleosa ou pele demasiado seca. O facto de a pele negra ter um pH diferente da caucasiana também não ajuda, porque a verdade é que a maioria dos produtos de beleza e higiene levam em conta o pH da pele branca ou, na melhor das hipóteses, uma média do pH, cujo valor acaba por se assemelhar ao da pele branca. Muitos medicamentos, em particular antibióticos e a pílula, afectam sempre a pele tornando-a mais sensível à luz do sol, e regra geral a pele negra, por causa da genética da pessoa, sofre ainda mais com este facto.  E sim, a pele negra pode queimar ao sol – o facto de ter mais melanina e melanina de um tipo diferente da pele branca protege mais contra o cancro da pele e o envelhecimento ligado aos raios solares, mas não torna impossível a queimadura solar.

A melanina, pigmento que dá cor à pele, não é a mesma para toda a gente. Na pele negra, o pigmento é a eumelanina e é muito reactivo. Por isto mesmo, as pessoas com pele mais escura tendem a sofrer mais com olheiras acinzentadas, melasma, descoloração, manchas durante e após a cicatrização de feridas… O importante é saber lidar com estes problemas. Para as manchas, que afectam em especial quem sofre de acne, é preciso evitar os produtos com hidroquinona que geralmente são recomendados para clarear manchas – primeiro porque a pele negra fica muito irritada com este ingrediente e depois porque os resultados podem ser algo imprevisíveis.

Falando em acne, é outro problema que afecta muito a pele negra. Porque é uma pele sensível e porque já sabemos que a maioria dos produtos de venda livre podem não ser apropriados, vale apostar em prevenir. Limpeza com produtos suaves e esfoliação regular garantem que, quando houver borbulhas, estas não serão tão graves por assim dizer e haverá menos probabilidade de deixarem marca e cicatriz.

E, já agora, para acabar o artigo, quero referir que já dei 5 dicas de maquiagem para pele escura. Aqui está, se interessar!

Cuidados De Pele – Estrutura Da Pele

1 Abr

Nem quero acreditar que ando há mais de um ano a falar de pele e ainda nem sequer expliquei como é que ela é. Não quero entrar em detalhes científicos com nomes que são impronunciáveis, vamos só dar uma espreitadela aos básicos.

A Pele Humana - vista em corte + legendas

A Pele Humana

Assim é a nossa pele, composta de camadas de células. As células estão todas organizadas (se a pele estiver saudável, claro) e entre elas há a matriz extra-celular, que as une e as mantém em boas condições.

As três grandes camadas da pele são a epiderme (a mais superficial, aquela que vemos), a derme (muito mais espessa do que a epiderme) e a hipoderme, que está em contacto imediato com o restante do nosso corpo. Estas “grandes camadas” são constituídas, por sua vez, de camadas de células mais ou menos específicas. Têm espessura variável conforme a zona do corpo e as características de cada pessoa.

É a nível da derme que os acontecimentos mais importantes se dão. É lá que encontramos os folículos dos pêlos (o folículo é o que gera a raíz do pêlo), é lá que estão as terminações nervosas que nos permitem sentir o toque e a temperatura, por exemplo, é lá que estão as glândulas que produzem suor e sebo (a gordura natural da pele que, sim, tem um nome horrível).

A epiderme, como já disse, é a camada superior, aquela que contacta com o mundo exterior. Tem poros para deixar que o corpo excrete o suor e o sebo, é através dela que crescem os pêlos, é nela que actuam a maioria dos cosméticos que usamos e é ela a primeira defesa que o nosso organismo tem contra todos os ataques exteriores. A epiderme tem um equilíbrio que deve ser mantido para que esteja em boas condições; um bom exemplo disso são bactérias normais da pele e que são saudáveis e boas e tentam impedir que as bactérias más com que contactamos no dia-a-dia tenham espaço demasiado para crescer e nos ser prejudiciais.

A hipoderme é o que liga a pele ao interior do nosso corpo. É um tecido mole, com mais ou menos gordura, dependendo do estado físico e da região do corpo. Através dela passam os nervos e os vaso sanguíneos que levam respectivamente informação e sangue de e para o interior do nosso organismo.

Espero com esta pequenina explicação ter ajudado a entender um bocadinho mais sobre este órgão de que falamos aqui todas as semanas!

Novidades – MAC Baking Beauties 2013

27 Mar

E eis se não quando, a MAC resolve fazer uma colecção só p’ra mim. O quê? Não foi para mim? Parece!

MAC colecção Baking Beauties 2013

MAC colecção Baking Beauties 2013

Maquiagem e doces, soa a paraíso. Nesta colecção inspirada em cupcakes, macarons e outras coisas igualmente deliciosas, todos os produtos têm nomes que remetem ao delicioso universo da pastelaria e doçaria. O que me chama mais a atenção de entre todos os produtos escolhidos são os Pearlmatte Face Powder e os Pro Longwear Paint Pots. Os Pearlmatte Face Powder (foto abaixo) são estes pós coloridos com desenhos em relevo, sendo que há uma mistura de acabamento mate com perolado. Servem para dar reflexos luminosos ao rosto ou partes do mesmo. Quanto aos Pro Longwear Paint Pots, é mais uma questão de que o Paint Pots são dos meus produtos favoritos da MAC, vêm aqui com maior durabilidade e cores novas e bonitas e um acabamento com glitter.

MAC Baking Beauties 2013

MAC Baking Beauties 2013

Cuidados De Pele – Ácido Hialurónico

19 Mar

É um ingrediente comum nos cremes hoje em dia, ouvimos falar dele a torto e a direito – já o mencionei várias vezes aqui no Invicta Maquiagem, mas nunca lhe tinha dedicado um artigo exclusivo. Aqui fica.

cuidados de pele ingredientes ácido hialurónico ou hialurônico

O ácido hialurónico é uma substância que temos, naturalmente, no nosso corpo e ajuda a manter as células todas juntas umas às outras. Por outro lado, também as ajuda a proliferar. É possível sintetizá-la (ou seja, fazer) em laboratório e é esse tipo de substância que encontramos nos nossos cremes.

Começou por ser usado mais intensivamente (e por isso ficou famoso) em tratamentos de preenchimento com o objectivo de eliminar rugas e linhas de expressão, assim como alguns tipos de cicatriz. Quando aparece nos cremes, porém, tem um modo diferente de funcionamento: o ácido hialurónico que colocamos na pele, em si, faz pouco, reforçando apenas as estruturas em que já há o ácido natural que o nosso corpo tem e a reter alguma água. Contudo, e isto é que é importante, estimula a pele a produzir ácido retinoico que, esse sim, deixa a pele hidratada e há indicações que possa estimular o colagénio, se bem que ainda não há muitas provas disso.

A comunidade científica ainda põe algumas dúvidas à eficácia do ácido hialurónico, contudo, pela experiência que tantas e tantas pessoas que o usam, parece resultar.

Cuidados De Pele – Ureia

18 Fev

É um ingrediente imensamente comum, especialmente em produtos para a pele seca e não raras vezes a pele do corpo.

Ureia em cosméticos funciona também como esfoliante

A ureia é um composto solúvel (que se dissolve) em água e já é usada para fins cosméticos há séculos. Antigamente era retirada da urina, mas hoje em dia toda a ureia utilizada em cosméticos é sintetizada (feita, por assim dizer) em laboratórios misturando ingredientes específicos.

Em pequenas quantidades, a ureia promove a hidratação da pele na medida em que ajuda à fixação da água na pele. Também pode ser usada como componente de esfoliantes (esfoliante químico). Porém, em grandes quantidades, a ureia provoca irritação. Já todos nós passamos um creme e sentimos a pele a “arder” – isto é muito comum com cremes contendo ureia, mesmo com os com pouca quantidade deste composto (vale notar que esta não é uma reacção exclusiva a estes produtos, apenas uma muito comum).

Quando actua como esfoliante, a ureia dissolve a “cola” que junta as células das pele uma às outras, o que faz com que a pele mais espessa esfole e acabe por sair. É um composto muito eficaz e, a não ser que seja em concentrações altas, que se tenha alergia a ele ou que a pele esteja demasiado sensibilizada por algum motivo (queimadura solar, feridas, etc.), é perfeitamente seguro.

%d bloggers like this: