Tag Archives: comentário

Cuidados De Pele – Optiva Creme de Noite Nutritivo (Boots) (Review)

11 Nov

Hoje trago-vos um creme de noite à venda em Farmácia em Portugal que pertence à “marca branca” da maior cadeia de drugstores do Reino Unido, a Boots.

Optiva Creme de Noite Nutritivo

Optiva Creme de Noite Nutritivo

A linha Optiva é a aposta da marca para uma pele que não procura tratamento em si mas que necessita sempre, como todas as peles, de hidratação. É aquela linha que serve para o conforto e para o dia-a-dia, sem uma especificidade definida, uma linha simples de uso diário para pele mista a normal. Têm produtos de limpeza, hidratantes de dia, um sérum hidratante e este creme de noite nutritivo para dar uma “ajudinha” à pele que necessita de ser nutrida e regenerada à noite.

Eu experimentei o creme de noite, o meu estava mesmo a acabar e eu tinha imensa curiosidade neste produto. Infelizmente, não estou muito satisfeita mas é porque a minha pele é a coisa mais picuínhas de todo o sempre e este creme não está adequado à mesma. Passo a explicar:

O problema da minha pele é desidratar muito por questões hormonais e de sensibilidade. Ou seja, porque eu cuido bem dela, o que falta à minha pele é só um pouco de água. Este creme está feito para a pele que precisa de água mas também de um pouco de óleo já que tem manteiga de karité. O que eu senti ao usar este creme é que eu aplicava e ele ficava muito à superfície sem dar um conforto imediato mas possibilitando a protecção e o conforto ao longo da noite. Acordo ainda com a pele hidratada e suave, muito confortável, mas aquela sensação instantânea que quem tem a pele desidratada necessita não é atingida com esta formulação. Tenho para mim que será o caso se se usar o sérum, mas efectivamente não é disso que estamos a falar neste post e não o experimentei, logo, não posso avaliar.

O creme é bastante espesso e tem um aroma leve e agradável. O preço até é simpático e sei de fonte segura que o Natal trará promoções, mas só tem 40mL. Exactamente por ele ser espesso, está mais indicado para uma pele mista a seca e, sendo o caso, estou em crer que, de Inverno, o creme vai acabar num instantinho porque se usará mais (é normal que a pele seque mais de Inverno pelo frio da rua e os aquecimentos das casas/escritórios/lojas). Pela mesma razão, pode tornar-se complicado de aplicar  para quem não estiver habituado dado ser necessária uma boa massagem para o ajudar a penetrar – péssimo para pele muito seca (que sofrerá aqui uma micro-esfoliação e ficará mais desconfortável) e péssimo para a pele sensível (que sofrerá com a manipulação).

Está a custar-me dar uma review negativa a um creme que eu já vi que não funciona para mim pessoalmente exactamente como eu gostaria mas entendo que possa funcionar para outras pessoas. Ainda assim não sei se lhe posso dar uma nota positiva exactamente porque não estou convencida que a mereça. Vou dar aquela nota neutra, com pena minha, mas em consciência não vos podia vir aqui falar muito bem de algo que não gosto de usar nem falar muito mal de algo que não gosto de usar só porque não é para mim – era como dizer que um vestido é feio só porque não me serve!

Fútil, quem te disse isso? (Reblog)

20 Ago

O blog Futilidades Da Natália é um dos blogs que sigo religiosamente. Este fez ontem um ano (parabéns!) e, mesmo sendo um blog relativamente recente, é um espaço virtual que vale a pena conhecer. A Natália não se envergonha de gostar de coisas boas e bonitas e, como comemoração disso mesmo, escreveu o texto que abaixo republico. Em cerca de 18 meses e mais de 530 artigos no Invicta Maquiagem apenas republiquei um post de outra pessoa e torno agora a abrir a excepção para o maravilhoso texto da Natália. Beleza, moda, maquiagem, tudo isto leva o rótulo de fútil e isso não me agrada – sentirmo-nos bem e gostarmos de coisas bonitas não é fútil, é viver! Ficam convosco as palavras desta blogger que tanto admiro.

futilidades da natalia

futilidades-da-natalia-aniversario-1-anoFútil: desprovido de essência, irrelevante, tolo, sem importância… Infelizmente existe um forte preconceito que relaciona beleza com futilidade. Na realidade, eu mesma, há um ano, quando escolhi o nome do blog, só porque eu não ia falar de política, economia ou discutir a questão da fome no mundo, taxei de fúteis os assuntos tratados aqui. Mas, infelizmente, foi essa a mentalidade que, por anos, me manteve afastada das coisas de que gosto tanto. Eu me sentia culpada por querer usar maquiagem, falar de moda, me arrumar bem para sair, descobrir a it-bag do momento… como se eu pudesse (e devesse) gastar toda essa energia com algo mais útil. Mas sabe o que eu aprendi? A futilidade real está exatamente nesse pensamento raso e não há nada de fútil em se falar daquilo que nos faz bem. Descobri que eu não preciso mudar o mundo pra me sentir útil, a mudança gerada…

View original post mais 291 palavras

Maquiagem – Rimmel London Apocalips (Review Cores 100 e 303)

25 Jul

Desde que estas belezinhas chegaram a Portugal que eu estava morta por experimentar. Já sabem que batons são comigo e os lip lacquer andam muito em voga. De modo que, como seria de esperar, dois Apocalips vieram morar cá para casa. Aqui em Portugal ainda só vi quatro cores apesar do site da marca dizer que há cinco (dois nudes, um rosa, um vermelho e um glitter prata).

Rimmel Apocalips Phenomenon Apocaliptic

Rimmel Apocalips

Estes foram os dois tons que escolhi, ainda me tentei com o vermelho, mas já tenho vermelhos a mais, digo, suficientes por agora. Não que não tenha batons rosa choque em quantidade suficiente… Adiante, adiante! Estes são o Phenomenon (número 100) à esquerda e o Apocaliptic (303) à direita. Considerem-se apresentados!

Os lip lacquers de todas as marcas são “batons líquidos”, com a facilidade de aplicação e brilho de um gloss, mas com a intensidade de cor e durabilidade de um batom – uma tentativa de juntar o melhor de dois mundos! Tenho a dizer que sou fã da Rimmel London, só fico profundamente frustrada por saber que o que chega cá é uma parte infinitesimal de tudo o que esta marca tem. Basta ir ali a Espanha e há mais coisas, coisas diferentes…!!! Enfim..

Appocalips (Detalhe)

Appocalips (Detalhe)

Achei piada à construção da embalagem, com esta “câmara” onde fica o excesso de produto. Falando em excesso de produto, isso é um problema e é a única parte negativa destes Apocalips, o aplicador vem muito carregado assim que sai do tubo apesar de haver um stopper. Mas não é nada preocupante, é muito fácil retirar o excesso de produto na borda do tubo.

Appocalips Detalhe Aplicador

Appocalips Detalhe do Aplicador

O aplicador é como vêm acima, um aplicador comum de gloss, em veludo, bastante firme e fino suficiente na ponta para poder desenhar bem os lábios.

Quanto ao produto em si, é muito pigmentado e espesso, cobre os lábios na perfeição. A cor mais escura mancha, mesmo depois de comer ou beber há sempre cor o que faz com que os retoques sejam evitáveis e a durabilidade da cor seja fora de série. O produto é muito confortável, não seca os lábios e até é versátil porque com um lencinho de papel para retirar o excesso de produto assim que este “assente”, o brilho diminui muito – não fica mate, pelo menos não somente com este passo, mas fica acetinado. Contando que não se aplique produto a mais (e por isso é que o aplicador demasiadamente carregado é um problema), o batom não “escorre” nem fica nas ruguinhas em torno dos lábios. O aroma é o de morango-baunilha, assim leve, o costume dos produtos de lábios Rimmel.

Apocalips da Rimmel (100 e 303)

Apocalips da Rimmel (100 e 303)

Estas são as cores que escolhi, ambas têm um pouquinho de brilho. A Phenomenon, o tom nude, é claro demais para mim. Não parece assim na amostra, mas é. O que é pena, é um cor de pêssego bonito, mas infelizmente tem uma base branca e quando aplicado, fica exactamente da cor da minha pele do rosto – é mau, porque dá aquele ar de que está doente (falamos do assunto semana passada). Assim, para o poder usar, vou ter que apostar no lápis de lábios mais escuro para contra-balançar o efeito; não vai ser fácil, porque o batom é pigmentado. Já a cor Apocaliptic é um rosa choque mesmo “choque” com um tom frio, borderline fluorescente. É uma cor vibrante, alegre, capaz de trazer luz a qualquer rosto, mas que se destaca imensamente em quem tenha a pele com tom dourado que é o meu caso. Eu gosto, mas pode não ser o caso para toda a gente!

Conclusão: aprovo, recomendo, mas fico triste que a escolha nos esteja tão limitada.

E vocês? Gostam da Rimmel London??? Que produtos gostam mais?

Junho – Passatempo Comentário Do Mês

1 Jun

Sabem que dia é hoje? Sabem, sabem, sabem? É dia da criança, mas mais do que isso! É dia de renovar o prémio de comentário do mês! Para Junho tenho um trio de sombras e um gloss! Se não sabem do que trata este passatempo, podem saber aqui.

Sombras Rimmel Traffic Stopping Shadow 001

Sombras Rimmel Traffic Stopping Shadow 001

Este é o trio de sombras da Rimmel. É da colecção Traffic Stopping Shadow, na cor 001. São nacaradas (acabamento “perolado”, digamos) e podem ser usadas secas ou molhadas. São lindas, duram bastante tempo, pigmentadas e as cores são ideias para o Verão. Sei que na foto abaixo a cor mais clara não se vê muito bem porque realmente é próxima ao meu tom de pele, mas é um marfim opalescente com brilho rosa. A sombra do meio é um laranja/cobre muito bonito! Já a cor mais escura é um castanho café, também bonito e que, quando molhada, dá um eyeliner castanho muito favorecedor. Os swatches e testes foram feitos, claro, com a minha paleta – porque quem ganhar esta vai ganhá-la intacta como é óbvio!

Traffic Stopping Shadow 001 e Gloss 112

Traffic Stopping Shadow 001 e Gloss 112

Na foto acima vêm também o gloss, o número 112 da linha Intense d’ O Boticário. O gloss, nos lábios, acaba por ficar uma cor de caramelo com montes de brilho e não tão vermelha como aparece na foto. O aroma é notório, a caramelo e baunilha, mas nada por aí além ou desagradável. Na minha opinião estes produtos são óptimos para todos os tons de pele e combinam  muito bem entre si.

Gloss Intense 112 - O Boticário

Gloss Intense 112 – O Boticário

Agora os resultados de Maio… Quem ganhou foi a “mmsf03”! Muitos parabéns e muito obrigada pelos teus comentários. Por favor manda-me um e-mail com a tua morada, tens uma semana para o fazer. E, já sabes, mês que vem não podes ganhar, mas conto sempre com a tua visita!

Maio – Passatempo Comentário Do Mês

8 Maio

Aqui está, o nosso primeiro passatempo que visa premiar o comentário do mês de Maio aqui no Invicta Maquiagem. Tudo o que precisam saber está aqui (click!), só acrescento que os comentários desde o dia 1 deste mês já estavam a contar! Vamos saber do prémio, mas é!

Batons!!!

Batons!!!

Pois bem, o Comentário Do Mês de Maio vai ganhar estes três batons. Quer dizer, não estes, mas uns iguaizinhos que eu tenho aqui fechados e nunca usados. Estes são os meus e estão aqui só para que possam ver as cores. Tentei escolher uma variedade para que possam agradar a mais pessoas e são todos mate por uma razão: para quem gosta de um batom mate, é só colocar; para quem gosta de um acabamento mais brilhante, um simples gloss transparente por cima em quantidades a gosto resolve tudo!

swatches

Não são lindos?

Temos um rosa, um nude e um vermelho, de marcas variadas. O rosa é o batom 11 da Kiko, um rosa-pastilha claro, com o leve aroma a morango normal dos batons desta marca, com um duração média (ou seja, fica nos lábios por umas horas mas não resiste a uma refeição). A cor tem uma base clara, ou seja, aparece assim clarinho em todo o tipo de peles, até nas mais escuras. O mais pêssego ou cor de tijolo é o 122, Nougat, da Gosh e é o meu batom favorito de todos os tempos! Desde a cor, um nude/neutro quente, perfeito para todas as ocasiões, cremoso, opaco, confortável, com um leve aroma a baunilha (como os da MAC, para quem conheça) e com uma duração média. Já o vermelho é o Long Wearing 08 da Flormar que foi novidade para mim mas já me conquistou pela fórmula! O tom é um vermelho neturo forte e quando eu digo “forte” digo que é impossível passar despercebido! A fórmula não é opaca a principio, é preciso insistir e colocar bastante batom, mas o batom apesar de mate é cremoso nos lábios. E dura, dura, dura… Retirar este batom é obra! Dura o dia todo e se não se usar um bom desmaquilhante, dura a noite toda ou talvez mais! Aqui entre nós, vou investigar as outras cores desta linha. O único senão é o aroma a qualquer coisa doce, frutada e sintética – não me incomoda, mas se for o caso é sempre possível retirá-lo.

E é isto o que tenho para vos oferecer, espero que gostem e que valha a pena os comentários! Fico à espera!!!

Passatempos “Comentário Do Mês” – Tudo O Que É Preciso Saber

7 Maio

Calma, calma, só começa amanhã!!! Mas vamos já aguçar-vos o apetite.

passatempo invicta maquiagem

A ideia surgiu em outros blogs, infelizmente não posso dizer que estou a ser muito original. O projecto do Invicta Maquiagem sempre foi fazer deste site uma comunidade em que fosse possível a participação dos leitores, colocar questões e aprendermos todos uns com os outros.

No seguimento desta vontade minha, desse meu objectivo, os sorteios e passatempos mensais deste site sofrem agora uma mudança. Quero incentivar a vossa participação e tornar a recompensa mais justa, premiando aqueles que mais interesse mostram e que mais me acompanham. Para mim, o Invicta Maquiagem é uma paixão, mais, muito mais do que um hobby, e a minha recompensa principal é a comunidade e a troca de ideias que se gera em torno do que partilho convosco. Posto isto, vamos a explicações.

Como posso participar? Para participar é preciso comentar. Para efeitos do passatempo basta comentar em qualquer um dos artigos do site sendo que são considerados para qualquer mês todos os comentários entre o primeiro e o último dias do respectivo mês, ainda que o artigo comentado seja já antigo.

O que devo escrever? O “comentário do mês” é um comentário com conteúdo. Pode ser uma pergunta relevante, uma opinião bem construída, uma sugestão de tema… Muitas coisas! Contando que tenha a ver com o tema do artigo comentado ou o blog em geral, vale. E não, não adianta dizer que eu sou muito simpática!

E se tiveres muitos comentários muito bons? Isso era o que eu queria!!! Em caso de empate, a decisão recai em quem amis comentou de forma consistente de entre os autores dos comentários “empatados”.

O que se pode ganhar? Todos os meses o prémio muda, e haverá um artigo dedicado só a apresentar o prémio. Tendencialmente recairá a minha selecção de prémios em algo que possa ser do interesse do maior número de pessoas possível, mas sempre no âmbito da beleza.

Como sei se ganhei? Aquando da apresentação do prémio do mês seguinte, será anunciado o vencedor do passatempo anterior. Avisarei também via Facebook, pelo que pode ser benéfico seguirem o blog por email, Bloglovin’ ou Facebook. E, claro, lembrem-se de colocar o vosso nome no comentário. Para reclamar o prémio devem enviar-me um email ou mensagem por Facebook no prazo de uma semana.

Há algumas limitações? Sim, há. Apesar de não haver limites ao número de comentários não poderão receber prémios as seguintes pessoas:

  • quem tenha ganho no mês imediatamente anterior (esta medida visa uma maior justiça);
  • quem seja menor de idade, salvo autorização do Encarregado de Educação;
  • quem viva em países onde por lei sejam proibidos este tipo de sorteios;
  • quem, pela natureza do prémio, não o possa receber por correio (por exemplo, há países para os quais não é possível enviar produtos líquidos como verniz, perfume, etc.). Esta situação será esclarecida aquando da apresentação do prémio mensal.

Há mais questões? Deixem-mas e eu terei todo o gosto em responder e, eventualmente, acrescentá-las aqui! Amanhã apresento o prémio de Maio!

Maquiagem- Base Healthy Mix Bourjois (review)

22 Mar

Eu estava assim um pouco desconfiada desta base, mas resolvi ir na conversa de todos quantos a adoram e aqui está o que achei.

Base Healthy Mix #52

Base Healthy Mix #52

A Bourjois é uma marca que nasceu em 1863 e que até hoje tem bons produtos, pertencendo agora ao grupo Chanel. Está, em Portugal, disponível em muitos locais como perfumarias e hipermercados e é de um segmento de mercado de preço médio. Esta base, a Healthy Mix é uma das mais populares da marca e tem sido muito badalada de há uns meses a esta parte. Promete mais 70% de luminosidade e duração de 16horas, sendo que a hidratação dura 8horas e que esta base “deixa e pele respirar”. A marca não diz, mas consenso geral é que esta versão é mais indicada para pele mista e a Healthy Mix Serum é mais indicada para pele seca.

A embalagem é plástica, num doseador que vai subindo conforme se vai usando base. Gosto muito deste tipo de embalagem por um lado, por ser prática, não se partir, por ser leve e, claro, o doseador é extremamente útil. Por outro lado, a plataforma do doseador que vai subindo por dentro do frasco chega a uma altura em que para e é extremamente difícil e até perigoso abrir a embalagem (podemo-nos magoar a sério!).

Gostei imenso da base, do acabamento luminoso mas natural, do aroma frutado e delicioso, da durabilidade (que não sendo de 16 horas em mimé de cerca de 12), da cobertura média, da hidratação e conforto que dá à pele. Não senti a necessidade de pó, mas a minha pele estava desidratada, de modo que é natural que sintam necessidade do mesmo se tiverem a pele mista (se tiverem pele oleosa provavelmente não gostarão do acabamento luminoso). Porém, esta base fez-me uma alergia terrível. Ao aplicar base, coloco a quantidade que acho necessária nas costas da mão esquerda e com o pincel é que aplico na face – ao terceiro dia de uso desta base comecei a notar uma espécie de borbulhinhas como se fosse areia nas costas da mão esquerda. Não relacionei com a base, pensei que tivesse sido algo em que eu tivesse tocado no laboratório ou assim. Mais um dia volvido e as minhas faces estavam em petição de miséria, vermelha, com bolhas e com muita comichão – não era mesmo uma vista bonita de se ver e demorou muito a passar. Sou alérgica a todas as bases da Boujois que já experimentei (assim como de outras marcas como a MAC, por exemplo), por isso não é nada de fora do normal mas achei que deveria comentar convosco!

Não posso, em consciência, dar uma nota a esta base porque não a pude usar assim tanto tempo quanto isso.

Maquiagem – Review Máscara L’Oreal Volumissime Carbone Black

25 Jan

Mais uma review, que me parece que toda a gente gosta muito de máscara! Desta feita falo-vos da Volumissime Carbone Black da L’Oreal. Não é novidade, de modo nenhum, mas está disponível nos hipermercados por cerca de 10€ e é uma das minhas favoritas no momento. Deixo-vos já as fotos e comento logo abaixo.

Mascara Volumissíme L'Oreal

Mascara Volumissíme L’Oreal

A vantagem das fotos, confesso, é que me poupa muitas palavras. Antes de mais, quero dizer que as fotos não foram editadas nem para corrigir a cor. Foi só mesmo reduzir para caberem todas aqui na montagem. A primeira foto é sem máscara, na verdade sem maquiagem nenhuma. Depois a segunda foi só com uma aplicação leve e, finalmente, a terceira com uma aplicação “de gente”, com duas camadas assim generosas. Esta última é a maneira que eu uso máscara normalmente.

A máscara Volumissive Carbone/Carbon Black promete 5 vezes o volume e pestanas (cílios) extra pretas. Bastante simples, nada demais. A escova é média, o que permite cobrir todas as pestanas e a máscara é, efectivamente muito preta. O volume satisfaz-me plenamente e já me fartei das perguntas sobre se as pestanas são mesmo minhas (o que quer dizer que os outros também reparam no volume). Seca em pouco tempo, o que é óptimo porque não fica a esborratar o resto do dia.

A L’Oreal diz que a máscara é sem grumos, mas não é verdade. É verdade nas duas, três, quatro primeiras utilizações, mas depois de uma semana da máscara aberta, os gruminhos aparecem. Não me incomoda por si só, mas já que a marca diz que eles não se formam e, na verdade, formam-se, achei por bem comentar. Outra coisa que quero comentar é a dificuldade de remoção. Não é um produto à prova de água, longe disso, mas demora para sair que é uma coisa louca! Nunca mais pára de sair e parece que as pestanas nunca mais na vida ficam limpas. Se possível, usem desmaquilhante específico para olhos.

Conclusão, é um produto simples, acessível e com resultados que me agradam imenso. Estou satisfeita!

Maquiagem – Base Revlon ColorStay Peles Mistas E Oleosas

18 Jan

É a minha queridinha do momento, parece que finalmente encontrei a base perfeita para mim. Confesso-me esquisitinha com as bases, mas esta, apesar de um ou outro defeito, dá-se comigo às mil maravilhas.

Base Revlon Color Stay

Base Revlon Color Stay

Esta base tem uma formulação própria para pele oleosa ou com tendência oleosa. Não é que a seque, mas absorve bem a oleosidade a mais. Não sinto a menor necessidade do uso de pó, nem para controlar a oleosidade, nem para a fixar. Falando em fixação, esta base resiste a tudo, transferindo pouco e quase não manchando a roupa uma vez que tem tempo de secar. A cobertura é média a total, sendo que eu, que tenho olheiras até sei lá bem onde, não sinto necessidade de corrector no dia-a-dia. Apesar da cobertura, a base é fácil de esbater e não faz “efeito máscara” com facilidade.

O preço é em conta, não chega aos 23€ na Marques Soares, e como a cobertura é bastante e a textura é bem espessa, não se gasta assim muita base de cada vez. Aplico com um pincel de dupla fibra como o da foto abaixo, sendo que coloco um pouquinho da base numa paleta ou nas costas da mão, toco-lhe com as pontas das cerdas brancas e aplico com batidinhas e movimentos circulares na face. Isto permite-me aplicar e esbater ao mesmo tempo – é prático e rápido, dá-me controle de quanto produto aplico e, consequentemente da cobertura que obtenho, de modo que acho que não posso pedir muito mais. Não notei que esta base oxidasse (escurecesse) na minha pele ao longo do dia: a cor que tem quando a coloco é a cor que tem quando a retiro.

Pincel Duo Fiber Face

Pincel Duo Fiber Face

A base tem um SPF baixinho, baixo o suficiente para não fazer o efeito feio de reflectir nas fotos com flash. Como saberão, acho o SPF nas bases profundamente ineficaz por razões técnicas e, como tal, a protecção solar baixa não me incomoda de modo nenhum. O “SoftFlex” que a base publicita na frente do frasco é algo que instintivamente ligo ao conforto que esta base tem. Apesar do acabamento natural (quase, quase mate), a base poderia secar e tornar-se desconfortável ao fim de algum tempo – tal não acontece e, na minha ideia, deve-se a este tal de SoftFlex.

Não, a base não é sem as suas falhas! Tem um aroma a plástico que é qualquer coisa que me lembra das bases do tempo da minha avó. Confesso que há dias em que me incomoda, mas também sou um bocadinho sensível a essas coisas e o meu olfacto é, modéstia à parte, bastante apurado. O outro defeito, que para mim é o maior, é a falta de uma “bomba”. O frasco tem um bocal redondo e aberto, sendo que é extremamente fácil dispensar base a mais. Não há controle absolutamente nenhum de quanta base deixamos sair do frasco. Compreendo que, porque a formula é um bocadinho espessa, uma bomba ou dispensador não é fácil e que aumenta o preço do produto, mas o frasco já é de vidro (o que encarece a base) e eu não me importava nada de pagar mais um bocadinho por um método de dispensa mais eficaz.

A selecção de cores é neutra (nem amarela demais, nem rosada de mais), o que me agrada bastante. Porém, e para referência, uso a cor NC 20/25 na MAC e, nesta base, uso a cor 180 – a mais clara à venda em Portugal. Reparei também no stand onde comprei que as cores mais escuras não estavam presentes.

Espero ter tocado em todos os assuntos que podem interessar e dou nota máxima a esta base. Recomendada. Recomendadíssima! Se houver questões, tenho todo o gosto em responder!

Ah, só mais uma coisinha: consegui o maravilhoso feito de partir (sem querer, claro!) a minha câmara fotográfica durante as festas. Não, não estava a tirar auto-retratos! Mas, enfim, quebrou, está quebrada e tenho que recorrer a outra por um tempo. Ainda estou a tentar ver bem como é que ela funciona e a adaptar-me a ela. Tem uma qualidade menor, mas, enfim, é que o se pode arranjar. Assim, não estranhem as fotografias diferentes!

Cuidados De Pele – Clear Solution Mask – Sampar

16 Out

Há muito, muito, muito tempo que não usava uma máscara que não fosse caseira  ou que não fosse a tão famosa máscara de aspirina.  Recentemente experimentei a Clear Solution Mask da Sampar e atrevo-me já a dizer que foi o início de um love affair.

Clear Solution Mask da Sampar

Clear Solution Mask da Sampar

A Sampar é uma marca Francesa que aqui em Portugal se vende na Sephora e que foi criada a pensar nas mulheres citaditas. Assim, atende às necessidades de todas nós que temos uma vida ocupada e vivemos no meio do stress e da poluição e que precisamos de cuidados extra para a nossa pele.

Esta máscara tem como ingredientes activos principais o zinco e o caulino, o que a torna numa boa aposta para a pele oleosa ou mista, bem como para a pele com tendência a imperfeições como os poros dilatados, pontos negros e problemas do género. A máscara absorve impurezas e refina a textura da pele, dando-lhe, ao mesmo tempo luminosidade, limpando-a e diminuindo a vermelhidão – contudo, não seca a pele em demasia como acontece com outras máscaras do género.

Este produto é uma pasta espessa, de cor bege e aroma fresco e agradável. Deve-se aplicar numa camada homogénea de cerca de 1mm, por toda a face e evitando o contorno dos olhos. Deixa-se 10 minutos e retira-se com água morna. Uma a duas vezes por semana é a frequência de uso ideal. Ocasionalmente, se houver uma borbulha pior, pode-se colocar um bocadinho da máscara só por cima da mesma, deixar secar e deixar durante a noite. De manhã, retira-se com água normalmente.

A máscara é fácil de colocar e retirar e, na minha opinião faz tudo o que promete. Contudo, confesso que não posso atestar na luminosidade porque nunca me queixei da falta da mesma: como não tenho falta de luminosidade na pele não posso saber se esta máscara me deu ou não mais brilho! A suavidade e a sensação de limpeza que se sentem depois de fazer este máscara são inigualáveis e a pele não repuxa nadinha de nada. A pele, no dia seguinte, fica lindíssima e as melhoras são visíveis logo desde a primeira vez que se faz a máscara a nível visual, de toque e de conforto.

Não se esqueçam que depois de uma máscara, qualquer máscara, é preciso hidratar a pele!

Já conheciam a marca? É um pouquinho cara, mas estou tentada a experimentar outros produtos!

%d bloggers like this: