Archive | Generalidades RSS feed for this section

Novidades – Neon Love by Lush

21 Fev

Depois de uns meses de pausa, aqui está um novo post do Invicta Maquiagem. Infelizmente não me encontro capaz de fazer posts diários como fazia antes devido ao dia-a-dia corrido, mas prometo que venho aqui sempre que conseguir, sempre que se justificar. Obrigada pela vossa paciência e pelo carinho das mensagens que tenho recebido a saber se estou bem. Obrigada aos novos seguidores e a quem tem mantido o blog a crescer mesmo sem posts novos. Hoje apresento-vos um sabonete da Lush, marca que eu ainda não havia apresentado aqui – mas nunca é tarde para conhecer coisas boas, certo? O Neon Love, comemorativo do Dia de S. Valentim (que foi semana passada, mas eu sou diferente e eu sou complicada e eu sou esquisita, logo, é dia dos namorados quando me apetecer!).

Neon Love by Lush Soap

A Lush sempre foi uma marca que me despertou muita curiosidade, produtos artesanais e frescos, sempre com cheirinhos deliciosos e muita consciência tanto a nível ambiental como de protecção dos animais. São vegan, Geralmente os produtos deles são aclamados pela qualidade e eu confesso que estou muito bem impressionada com este produto em particular.

O sabonete é muito cremoso, desfaz-se facilmente, o que  quer dizer que é super macio e emoliente durante o uso mas também que se gasta muito depressa. Eu gosto de sabonetes assim cremosos e macios, sei que se gastam, mas a sensação no banho é muito mais luxuriante do que com outros tipos de sabonete.

Sobre o aroma, diz a Lush: “Este é um sabonete único com uma fragrância original. A bergamota e o pau-rosa trabalham juntos para criar uma fragrância rica, enquanto a mistura de figos frescos, sumo de maracujá e iogurte de soja nutrem e suavizam a pele. Escondido dentro deste sabonete estão imensos corações brancos para assegurar que cada fatia é tão bonita quanto cheira bem!”. E realmente tenho imensa pena que não possam cheirar via foto! O cheiro é muito intenso e perdura bastante na pele, várias horas na verdade. O quarto de banho também fica a cheirar imenso se o sabonete for guardado destapado (não recomendo, a humidade até do ar vai “derreter” o sabonete aos poucos e acaba por ficar melado). O aroma é amadeirado e de especiarias com um travo doce bastante forte e ligeiramente ácido. É um aroma complexo e interessante, mas um pouco “plástico” ao mesmo tempo, o que pode não ser do agrado geral.

O sabonete não me secou a pele do corpo (que é seca, especialmente devido ao frio) nem me causou alergia, mas não recomendo o uso no rosto nem no cabelo, temo que seja forte demais para estes usos.  Faz bastante espuma, mas nada transcendente (o que é bom, significa que não há sulfatos em excesso!).

O preço desta belezinha é €6,95 / 100.00g.

Cuidar Das Pestanas (Cílios)

7 Nov

Quem não gosta de umas pestanas/cílios lindas e bem cuidadas? Há aquelas pessoas abençoadas que não precisam de fazer nada às suas pestanas para que elas fiquem sempre perfeitas, mas o comum dos mortais deve ter especial atenção a algo que embeleza o nosso olhar sempre.

Pestanas longas e bem cuidadas

Pestanas longas e bem cuidadas

As pestanas existem para proteger os nossos olhos e, sem sombra de dúvida, umas pestanas longas, fortes, bem cuidadas e escuras abrem o olhar e dão-lhe muito mais expressão. Assim, é natural que quando as nossas pestanas já viram dias melhores, tentemos fazer algo. Com a idade é normal que as pestanas fiquem em número mais reduzido e, também, que comecem a perder a cor. Em pessoas de pele e cabelo claro isto acontece mais rápido, bem como em pessoas de origem Asiática. É a progressão normal das coisas mas há certamente alguns cuidados que quem quer cuidar melhor das suas pestanas pode ter.

O mais primordial, o básico dos básicos, é retirar bem a máscara antes de deitar. Um cotonete impregnado de desmaquilhante de olhos ou água micelar retira a máscara de maneira eficaz. Se a máscara for à prova de água, recomendo um desmaquilhante bifásico, daqueles que tem duas cores, mas efectivamente máscara à prova de água é de evitar tanto quanto possível em pestanas que não se encontrem em condições ideais já que é mais agressiva que as outras. Ah, e ao secar os olhos depois de lavar o rosto, nada de esfregar com a toalha! Batidinhas leves são o a solução.

Escusado será dizer que puxar, esfregar e outras agressões também não são boas, de modo que aplicar máscara e retirá-la com movimentos suaves e ter o cuidado de evitar tocar nos olhos durante o dia – acontece imenso mesmo que não tenhamos consciência de que o estamos a fazer. A raiz das pestanas é delicada, por isso, mimá-la é uma boa escolha. Falando em raízes e puxões, quando se fala em recurvadores de pestanas (curvex), apertar com muita força, apertar durante muito tempo, puxar ou, então, usar o recurvador tradicional depois da máscara aplicada está proibidíssimo! Pode até parecer contra-intuitivo, mas nisto os recurvadores a quente são muito mais gentis! Não são quentes de modo a queimar, aliás, até são usados em pestanas de plástico (se fossem quentes, derretiam as mesmas), por isso, sem medos.

Voltando à máscara, esta deve durar 3 a 4 meses, não mais. Se houver uma infecção, conjuntivite, ou outro problema do género, a máscara que se estava a usar deve ir para o lixo (idealmente as sombras também). Só se deve tornar a usar maquiagem de olhos quando tudo voltar ao normal e já tivermos a certeza que a infecção passou há uns bons dias.

Quando se usar pestanas postiças, que são óptimas para um evento especial por exemplo, é de evitar a cola à prova de água. Não que seja prejudicial em si, mas como é mais difícil de retirar, vai ser mais provável danificar as pestanas no processo. Uma cola boa e que não faça alergia deve ser usada e para se retirar, um algodão embebido em água morna ou desmaquilhante deve ser pressionado nas pálpebras por 30 segundos a 1 minuto antes de se deslizar o algodão, levando com ele maquiagem e pestanas postiças.

Há produtos no mercado que prometem condicionar as pestanas, e ter pestanas que não são quebradiças é muito positivo. Isto porque uma pestana tem um ciclo de 3 meses: demora 2 meses a crescer até o seu tamanho máximo, fica um mês quietinha no seu sítio de depois cai para dar lugar a outra – isto em situações normais, claro. Quem tem pestanas quebradiças, além de as limpar, pode optar por este tipo de produtos. Há quem use vaselina mas eu não me sinto lá muito confortável ao aplicar vaselina directamente tão perto dos olhos. Recentemente vi recomendado o Aquaphor da Eucerin para condicionar pestanas e até testei, mas felizmente não sou a pessoa mais indicada para dizer se resulta ou não porque (graças a Deus) nunca tive pestanas quebradiças. É algo a experimentar, caso possam!

Para mais artigos sobre este tema em particular, recomendo:

Maquiagem – Pestanas Recurvadas

Perguntas E Respostas 12: Máscara Engrumada

Maquiagem – 5 Dicas Para Pestanas Mais Destacadas

Inspiração

2 Nov

80's, maquiagem, maquilhagem

A imagem é um pouco pequena, mas gostei tanto que tive mesmo que partilhar aqui na rubrica Inspiração! A inspiração de hoje passa pelos meus queridos, adorados, amados anos 80! Eu acredito que toda a gente tem aquela década do século 80 em que, pelo que se usava, ficaria completamente enquadrada. Os 80’s são lindos, adoro tudo, desde a música ao visual e até fico engraçada com a maquiagem que se usava na época, mas infelizmente não é para para mim nem para tirar inspiração para o dia-a-dia (sou pouco colorida, preferindo os neutros). Claro que anos 20 e princípios de anos 60 preenchem o restante do meu coraçãozinho de fanática por História e adoradora de maquiagem tudo-ao-mesmo-tempo. Bem, adiante, já estou a esticar-me.

A imagem acima apresenta uma maquiagem inspirada nos anos 80, a pele mate mas com luz (conseguido aqui com edição de fotografia mas na vida real com o uso de tons mais claros e do jogo claro/escuro), uns olhos em tons bem metalizados e de cinza como é grande moda este ano conjuntamente com  algum preto para definir o olhar. Os lábios são vermelhos e brilhantes mas é porque a pele escura também aguenta bem esta intensidade e diversidade de cores.

O que eu acho que podemos tirar desta inspiração de hoje é mesmo olhar para o passado e tentarmos imaginar como seríamos se tivéssemos nascido bem antes e tentarmos trazer pequenos toques dessa década para o nosso dia-a-dia. Eu sei que o que mais me favorece é a maquiagem estilo anos 60 e aposto muitas vezes no eyeliner com montes de máscara nas pestanas e também no batom mais pálido. E vocês? Qual a década que vos inspira?

Maquiagem – Marcas de Maquilhagem / Segmentos de Marcado (por Sara Marcus)

31 Out

Hoje algo bem diferente, resolvi partilhar convosco algo fora do comum de um blog fora de série. Sara Marcus é a minha formadora de maquiagem mas, acima de tudo, é alguém cujo trabalho respeito e admiro muitíssimo. Acho sempre que devemos respeitar os bons professores, sejam eles da escola, da formação, do dia-a-dia, da vida. Uma parte desse trabalho da Sara que eu tanto gosto está no blog dela, o Coisas Interessantes by Sara Marcus. Escusado será dizer que recomendo vivamente uma visita a este blog que é mais dedicado a profissionais mas tem muito a oferecer a quem tiver curiosidade e gosto pela maquiagem sem se prender com este ou aquele produto só porque é muito falado e por mais nada. Ou seja, é um blog absolutamente desprendido de marcas e “modismos” e que diz as coisas como elas são – a honestidade é o que mais se quer, não é verdade? Quanto a este post, é um “apanhado” de algumas marcas conforme o seu cliente-alvo que a Sara publicou no seu blog. Importa saber estas coisas para sabermos com que linhas nos cosemos quando compramos algo ou quando deixamos que alguém use em nós uma marca não nossa conhecida e, também para estarmos informados do que para aí anda no mercado seja ou não dirigido a nós. Não é uma lista com todas marcas do mundo, mas é muito boa e bastante completa. Espero que gostem e que visitem o Coisas Interessantes by Sara Marcus. Deixo-vos, então, o post da Sara, desavergonhadamente copiado por mim.

kit maquiagem palco

<<Conforme prometido, venho mostrar-vos os segmentos de mercado dos produtos de maquilhagem e onde se insere cada marca.
O segmento “priceline” refere as marcas mais acessíveis do mercado e como tal, encontram-se muito facilmente em hipermercados, armazéns e pequenas lojas/perfumarias.
O Segmento “Direct Selling”, como o proprio nome indica, são marcas de venda directa por conselheiras não profissionais.
O Segmento “Beauticians” representa as marcas comercializadas nos Gabinetes de Estetica, Spas, Institutos de Beleza, etc.
O Segmento “Girly” representa as marcas que foram concebidas para  cativar as camadas mais jovens, apostando sobretudo numa imagem inovadora que suscite  curiosidade e impulsividade daquelas consumidoras que já não se satisfazem com a ideia de adquirir produtos vulgarizados  num segmento priceline.
O segmento “Natural/Ecologic” procura responder à onda  fundamentalista,  muito em voga nos dias que correm, explorando este nicho de marcado que promete aumentar no futuro.
O segmento “Designer/Selected Chemists” inclui todas as marcas de Alta Cosmetica  que encontramos nas grandes perfumarias, onde o preço é alto para as pessoas que podem e gostam de exibir a sua capacidade financeira, acreditando, por vezes que a eficácia destes produtos de maquilhagem acompanha o preço.
O Segmento “Makeup Artists” pensa já em satisfazer uma  exigência, a nível de resultados, procurada por pessoas ligadas à maquilhagem profissional. Frequentemente, estas marcas têm lojas próprias, onde os maquilhadores recebem um atendimento mais técnico, por vezes até disponibilizam formação sobre os produtos e as técnicas adequadas para o seu uso.
O Segmento “PRO ONLY”, como o próprio nome indica, foi criado para responder às necessidades profissionais dos artistas da área, englobando materiais de caracterização, efeitos especiais que exigem conhecimentos específicos para o seu manuseamento.É sem dúvida o tipo de marcas de maquilhagem mais completa e cuja qualidade é indiscutivelmente superior.
A descrição destes segmentos não significa que um profissional não possa recorrer a produtos doutro segmento, assim como o publico em geral não possa adquirir um ou outro produto duma marca “Pro Olny”, por exemplo.
Além disso, nalguns segmentos pode verificar-se uma grande disparidade de valores dumas marcas para as outras, apesar de se encontrarem no mesmo segmento de mercado.
Deixo-vos aqui um quadro (que me levou umas horitas a reunir informação e construir), onde poderão observar exemplos de algumas marcas de maquilhagem e em que segmento se enquadram:
(clique na imagem, para aumentar)
Algumas fontes de informação a que recorri:

Novidades – Peeptoes & Petticoat (Makeup Factory)

30 Out

Apesar de eu estar zangadíssima, pior que passada, fula, fora de mim e verdadeiramente ofendida com a Perfumes & Cia., venho dar-vos a novidade mais recente de uma das marcas por eles exclusivamente representada, a Makeup Factory.

Makeup Factory Peeptoes & Petticoats

Makeup Factory Peeptoes & Petticoats

Inspirada nos anos 50, no “New Look” da casa Dior por um lado e nos Diners cheios de Rockabillies por outro;, Nas saias de godés (rodadas e que precisam de saiote – petticoat) e nos sapatos abertos à frente em que só se vê os dedinhos (peeptoes).

Os lábios vermelho forte, o eyeliner bem marcado e montes e montes de máscara e/ou pestanas postiças são dados adquiridos nesta colecção da Makeup Factory. Porém, os rosas discretos e os cinzas (que são a grande moda deste Outono/Inverno), talvez mais adequados ao dia-a-dia, também não foram esquecidos.

As cartonagens (as embalagens exteriores) desta colecção são especiais e diferentes, bem ao estilo da época que se pretende aqui recriar. Há dois tons de sombra de sobrancelhas, quatro de sombra de olhos (preto, champanhe, roxo e cinza), um eyeliner líquido preto (especialmente indicado para olhos sensíveis e portadores de lentes de contacto e que tem obrigatoriamente que ser muito bem agitado antes da utilização), dois blushes, uma máscara de pestanas de volume que promete excelentes resultados, um verniz de unhas (vermelho) e ainda dois batons: um vermelho-ferrari e um rosa delicado.

Já poderão encontrar esta colecção nas lojas (continuo zangada, Perfumes e Companhia!).

Novidades – Marcos Costa Maquiagem (Lançamento De Livro)

29 Out

A novidade de hoje é, pelo menos para já, para as minhas leitoras residentes no Brasil. Porém, pelo que tenho visto, o livro é tão bom que vale muito a pena partilhar.

Marcos Costa no lançamento do seu livro Maquiagem

Marcos Costa no lançamento do seu livro Maquiagem

Marcos Costa é já há algum tempo o maquiador oficial da conhecida marca Natura. O lançamento deste que é o seu segundo livro foi na passada terça-feira 22 de Outubro numa livraria no centro de S. Paulo. Antes de continuar sugiro que visitem o site deste maquiador famoso, em especial a seccção de passo-a-passo se tiverem curiosidade.

O livro promete ser um pouco polémico, advogando coisas que, geralmente, não são aconselhadas. Por exemplo, as cores escuras e fortes para mulheres maduras e também a overdose de cor seja para quem for. É uma visão diferente, é sempre bom conhecer, pelo menos, outras teorias e maneiras de pensar e trabalhar. Por outro lado, o eyeliner líquido tradicional também é explicado, o smokey eye preto com lábios nude tem o seu próprio destaque e a maquiagem natural também ocupa espaço neste novo livro.

Contudo, acho mesmo que este livro é uma mais-valia para quem esteja cansado de ver sempre o mesmo, sempre aquele look neutro, sempre aquela imagem que toda a gente usa e já enjoa. Por outro lado, cor! Muita cor! É uma boa compra para quem quer perder o medo daquela sombra rosa choque e quer ver a maquiagem com arte em vez de uma coisa qualquer que usamos no dia-a-dia. Ah, e há bastantes passo-a-passo.

Uma foto que ilustra bem este livro na minha opinião é esta aqui abaixo. Esta senhora chama-se Odete Santos e tem quase 80 anos; acho que não preciso dizer mais nada sobre a diversidade incluída neste livro. Desde looks editoriais até ao natural, para jovens, para mulheres de meia idade, para senhoras mais idosas, para loiras de olhos azuis e para negras.

livro maquiagem marcos costa

Como eu disse, para já o livro só estará disponível no Brasil. O Natal vem aí e se alguém do outro lado do Atlântico me quiser dar um presente, eu não recuso!!! (Brincadeirinha… Ou não!)

Inspiração

26 Out
Carolina Herrera Outono 2010

Carolina Herrera Outono 2010

A inspiração da semana está a flutuar entre os anos 70 e a sombra roxa! Posso dizer que usei este tom de sombra quase todos os dias semana passada e não, não parece um hematoma se for bem feito.

Para usar sombra roxa com sucesso, é preciso escolher bem o tom e corrigir muito bem a pele. Para a pele rosada, o roxo pode ser mais azulado, para a pele amarelada, deve ser mais avermelhado. Um roxo mais avermelhado vai, também, tornar os olhos mais verdes, sejam eles já de si verdes ou esverdeados/cor de avelã.

A correcção da pele deve também ser muitíssimo bem feita, anulando qualquer vermelhidão e muito em particular as olheiras. Olheiras pronunciadas são o ponto-chave que transforma um look roxo num genuíno murro em cada olho, e toda a vermelhidão vão ser ser pronunciada pelo roxo.

Para combinar, o resto do look pode ser em tons arroxeados para um visual monocromático, rosa pastel (mais suave), rosa choque (Barbie!) ou, então, dentro dos tons laranja e pêssego que contrastam com o roxo por um lado mas mantêm o tema outonal, já que o roxo é uma das cores outonais por excelência não contando, claro, com as mais óbvias.

Esta semana que entra, acreditem, vale a aposta. Experimentem e contem-me tudo, tudinho!

O drama da Acne

19 Out

Hoje convidei a consultora de imagem Soraia Farinha do Love Your Style para vir cá falar connosco. Se é verdade que talvez o trabalho dela seja mais direccionado para a moda e imagem como um todo, também é verdade que é maquilhadora profissional e que o seu trabalho é muito bom! Espero que visitem o blog dela e conheçam melhor o trabalho desta Algarvia de adopção.

O meu drama com o acne…….

O meu drama com o acne começou bem cedo na minha vida, mal a adolescência chegou as malditas borbulhas vieram com ela. Toda a minha cara era um campo de batalha para as hormonas: borbulhas vermelhas ou prestes a implodir, pontos negros que mais pareciam crateras negras, oleosidade até mais não, manchas, you name it i have it.

Depois de muitos cremes e tentativas frustradas, só mesmo depois de uma consulta no dermatologista, e outra na ginecologista (sim porque é importante trabalhar também a parte hormonal), é que finalmente consegui ver alguma luz ao fundo do túnel.

Na altura, tinha eu os meus 15Copiar uma entrada/16 anos, e o senhor dermatologista ao olhar para a minha cara, receitou-me resmas de cremes com uma rotina de aplicação de doidos, que consistia em andar a hidratar a minha pele de 2 em 2 horas.

Ora sendo eu uma adolescente a frequentar o secundário, essa rotina significava que teria de ir todos os intervalos para a casa de banho besuntar a cara com um creme super espesso para que a minha cara passa-se a parecer um holofote de tanta oleosidade?! Yeah right!!

Está-se mesmo a ver que a minha disciplina no cumprimento da rotina de aplicação dos produtos foi bastante deficiente, no mínimo. Para além disso o tratamento era complementado com a toma de comprimidos que actuavam internamente ao nível da renovação celular da pele.

O tratamento durou 6 meses e nem tudo correu lindamente, pois quando somos jovens tudo é um drama, e o meu era de andar com a pele a escamar. Lá está porque é que a rotina da hidratação era importante, mas entre andar a escamar ou a escorrer óleo, resolvi optar pela primeira.

Foram 6 longos meses, todos os dias lá estava eu em frente ao espelho a admirar a minha pele, e mesmo que esta estivesse uma desgraça (e normalmente estava!) eu notava as pequenas diferenças, conseguia ver umas réstias de pele saudável aqui e ali a surgirem lentamente, e isso deu-me alento para começar a ser mais disciplinada em relação aos cuidados de rosto, e mais criteriosa na escolha dos produtos que usava.

Sem dúvida que a disciplina (ou a preguiça) é o nosso pior inimigo do que toca a cuidados de rosto: desmaquilhar, limpar, tonificar e hidratar todos os dias, de manhã e à noite, foi uma rotina complicada de instituir, mas hoje posso dizer orgulhosamente que estou convertida.

Este é um post diferente, trata-se da partilha de uma experiência pessoal, com a qual muitas pessoas se podem identificar, e como tal, a mensagem que gostaria de passar é que nada se consegue sem trabalho, e com a nossa pele o princípio é o mesmo. Se não formos disciplinados, se não tratarmos da nossa pele com todo o amor e carinho, não podemos exigir milagres, e muito menos ficar tristes porque não temos uma pele tão bonita como a da nossa amiga.

Na maior parte das vezes, termos a pele dos nossos sonhos (atenção que não há peles perfeitas, o Photoshop não é real) está ao nosso alcance. Dá trabalho, mas sem dúvida que vale MUITO a pena.

Passando à parte prática da questão, vou agora mostrar alguns dos produtos que usei após o tratamento dermatológico e que muito me ajudaram a conseguir uma pele mais saudável. Atenção, que estes são os produtos que resultaram comigo, cada caso é um caso e antes de optarem por algum produto investiguem-no a fundo, e se necessário, peçam aconselhamento profissional.

Uma das marcas que mais me ajudou foi a Clinique. Desde logo a marca foi-me indicada pelo meu dermatologista, tanto a nível de cuidados de rosto, como ao nível da maquilhagem, principalmente na questão da base que é o produto que mais interfere na qualidade geral da pele do rosto. Após muita pesquisa sobre a marca, quando me dirigi à loja tive a sorte de encontrar uma consultora da marca, uma óptima profissional, que me orientou na escolha de uma rotina que se adequasse ao meu tipo de pele, que é mista com um elevado grau de desidratação, que não se cingiu aos três passos convencionais de cada linha da marca.

Enquanto a Clinique tratava das borbulhas, poros, oleosidade e outras imperfeições, tive de procurar novos aliados para me ajudar com a desidratação, e após uma longa buscar encontrei a solução na Dior.

Durante alguns anos estes foram os produtos que fizeram parte da minha rotina diária:

Desmaquilhar e Limpar

Desmaquilhar e Limpar

Desmaquilhar convenientemente a pele é IMPORTANTÍSSIMO, e muitas pessoas esquecem-se que limpar e desmaquilhar não é a mesma coisa. Uma pele bem limpa é meio caminho andando para uma pela saudável, acreditem!

Tonificar E Hidratar

Tonificar E Hidratar

Depois de limpar, era importante tonificar e hidratar, e aí entrava a linha anti-blemish que é excelente. Mas como sentia que minha pele precisava de água/hidratação urgente, passei a usar um cuidado mais específico para esse campo, e ele veio através do Hydralife da Dior, que passou a ser o meu creme de noite.

Dior Hydra Life Pro Youth Sorbet Cream

Dior Hydra Life Pro Youth Sorbet Cream

Para além destes cuidados diários, houve ainda mais três produtos que ajudaram a fazer a diferença:

Anti-Blemish Solutions Liquid Makeup

Anti-Blemish Solutions Liquid Makeup

Ajuda imenso com o acne e com a oleosidade, com acabamento mate aveludado e cobertura moderada. Um boa aposta para o dia-a-dia.

Anti-Blemish Solutions Oil Control Cleansing Mask

Anti-Blemish Solutions Oil Control Cleansing Mask

Máscara purificante à base de argila. A sensação de limpeza é imediata, deixa a pele bem suave, pronta para receber o tratamento seguinte.

Esta máscara hidratante, em conjunto com o creme de noite também da Dior, foram a solução para os meus problemas de desidratação. Acabou-se a pele constantemente a escamar, principalmente na época de mais frio, em que não havia base que ficasse bem na pele.

Máscara Hydralife Dior

Máscara Hydralife Dior

Mais uma vez volto a referir que estes foram os produtos que resultaram comigo, com a minha pele, mas achei por bem falar neles, pois boas referências de produtos nunca são demais, e mesmo que esta rotina tal como está não seja adequada para todos, pode ser que um destes produtos possa realmente ser aquele do qual já andam à procura à algum tempo. Quero também transmitir a mensagem de que não desistam de procurar os produtos certos para vocês, pois eles existem, só temos é de ser persistentes e exigentes!

A Minha Semana De Férias…

13 Out

Pois é, eu vou tirar uma semaninha para mim já a começar amanhã. Mas o Invicta Maquiagem não vai a lado nenhum!

férias!

Vai continuar com posts diários, convidei pessoas fantásticas para virem aqui escrever por mim. A última coisa que eu queria era deixar-vos todos ao abandono!

Eu não vou a lado nenhum, vou estar por aqui, mas depois de quase 600 posts diários, acho que mereço uns dias para descansar ideias. Vou estar um pouquinho afastada da Internet mas vou tentar sempre responder a comentários, Facebook e e-mail pelo menos uma vez por dia.

Por favor acarinhem as minhas convidadas, sei que são competentes e têm muito para mostrar nos seus próprios blogs (para os quais haverá sempre link). Comentem e façam-nas sentirem-se muito bem vindas a este nosso cantinho, vejam como a oportunidade de conhecer bloggers novas que talvez ainda não tenham tanto reconhecimento como merecem.

Volto Domingo que vem, prometo!

Novidades – Perfume Dolce & Gabbana Intense

3 Out

Quando se fala seja em que for num registo “intense”, geralmente, ou se ama ou se odeia. Eu, confesso, não sou nada fã da marca e tenho uma espécie de ódio de estimação ao famoso Light Blue, mas estou apaixonadíssima por este perfume!

Intense (Dolce & Gabanna)

Intense (Dolce & Gabanna)

Força, paixão, intensidade são algumas das palavras escolhidas para descrever este novo aroma. Os componentes andam entre o floral oriental e flores brancas. Flores brancas são das minhas notas favoritas, é algo a pender entre a rosa, a flor de laranjeira e o jasmim, é um floral quente e profundo que fica quase como que “preso” no fundo da nossa respiração mas de uma maneira confortável – é um aroma doce que nos preenche mas sem ser enjoativo ou cheirar a sintético. Neroli (outra flor branca), flor de laranjeira e tuberosa (outra flor branca!) é o primeiro acorde (conjunto de notas) a ser sentido, depois há o sândalo e outros componentes que tornam este perfume de certa maneira cremoso no final. Há aqui uma mistura que, no fim, me lembra plástico, mas de uma maneira agradável – não sei explicar, mas há aqui um aroma a plástico doce que não é, nem de longe, tão desagradável como soa. Na verdade até é bom!

A emabalagem é linda, até as amostras vêm numa caixinha de papel veludo roxo/vinho! O frasco em si é de vidro roxo, quase opaco. Extremamente elegante e ainda assim moderno na minha opinião. Laetitia Casta dá a cara e o corpo a este perfume também, como já deu a outros perfumes de marca. A modelo francesa tem consigo um pouco do calor mediterrâneo que o perfume sugere mas também uma sensualidade simples e misteriosa ao mesmo tempo.

Até Novembro deverá estar disponível em todas as boas Perfumarias de Portugal e se gostam de perfumes que marquem sem serem óbvios e de mau gosto, sugiro

%d bloggers like this: