Perfume – O Guia Essencial

4 Jun

Convido-vos hoje a fazer hoje uma viagem imaginária a uma perfumaria. Eu vou convosco e vou-vos explicando conforme vamos pegando nos lindos frascos coloridos. Vamos lá? Vá, depois vamos lanchar um gelado!

Perfume Pnina Tornai

Perfume Pnina Tornai

Ao entrar na perfumaria, geralmente, ou já se sabe o que se quer, só se quer ver as novidades ou, então, procura-se um perfume novo. Vamos imaginar que o nosso caso seja o último e que queremos um miminho novo. O perfume é para o Verão ou é para o Inverno? Dia ou noite? Ou é para usar independentemente de tudo? Os aromas transmitem-nos outras sensações físicas que não são só olfactivas. Alguns aromas transmitem-nos calor, outras um frescor; alguns perfumes perduram mais e outros nem tanto. É assim que se distinguem os perfumes conforme a ocasião a usar – os aromas mais frescos usam-se no Verão, os mais quentes no Inverno; os aromas mais leves de dia e os mais marcantes de noite. Ou então usa-se o que der vontade, quando se tiver vontade. É uma questão de experimentar e ver o que cada perfume nos transmite – acreditem, o perfume é poderoso!

Agora vem a parte mais parece mais complexa, muitas pessoas fazem uma tempestade num copo de água, digo, frasco de perfume. “Notas” é um termo que não raras vezes ouvimos no que toca a perfumes e muita gente não sabe muito bem do que se trata. Notas são os elementos do perfume. Raramente vemos um perfume que tenha só um aroma, geralmente é uma mistura que dá aquilo que cheiramos – as notas são estes ingredientes, chamemos-lhe assim.

A partir daqui, podemos entender que haja notas de topo, médias (ou de coração) e as de base. Isto tem a ver com a mistura e com o peso de cada elemento. Assim, as notas de topo são aquelas que sentimos primeiro, são aquelas que evaporam e daqui a um bocadinho já cá não estão. As de base são aquelas que perduram, aquelas que ficam na pele, na roupa, aquelas que ainda sentimos horas depois da pessoa ter aplicado o perfume. E as médias são isso mesmo: as que estão entre uma coisa e outra. É assim que explicamos, por exemplo, que o perfume mude ao longo do dia! Posto isto, regra geral, as notas de topo são mais leves como por exemplo aquele cheirinho a “pó de talco” que alguns perfumes têm, aquele cheiro cítrico ou mesmo alguns florais mais suaves. As notas médias são muitas vezes originárias de flores e as notas de base mais comuns hoje em dia são amadeirada ou de incenso. Afinal não é assim tão complicado, pois não?

Shalimar - Guerlain

Shalimar – Guerlain

A parte divertida começa agora: experimentar!!! Armemo-nos de papelinhos e desatemos a carregar nos sprays. Mas calma, é preciso escolher com cuidado porque depois de muito experimentar, o nosso nariz já distingue mal umas fragrâncias das outras. Diz quem sabe que cheirar café ajuda a “limpar”, mas, convenhamos, nem toda a gente anda com grãos de café atrás! A cada quatro ou cinco perfumes, convém descansar um pouco. Aproveitem para anotar no papelinho o nome dos aromas que mais agradaram.

Quando já temos a escolha alinhavada, ou seja, já estamos entre dois ou três aromas, é altura de experimentar na pele. Colocar um bocadinho no braço (pedir uma amostra também resulta!) e ir passear. A pele altera o perfume e dependendo da pele e do perfume, pode alterar muito ou pouco – as pessoas com pele oleosa ou com hormonas mais activas tendem a alterar mais os aromas, por exemplo. Além disso há aquela conversa das notas de base!

Agora que já está o perfume escolhido, é só saber a “intensidade” que se procura. Costumamos encontrar as designações “Parfum”, “Eau de Parfum” e ainda “Eau de toilette”, que são as mais comuns. Isto tem tudo a ver com a quantidade de aroma, com a concentração da fragrância. O “Parfum” tem entre 15 a 40% de concentração de aroma, apesar de o mais comum ser 20%, a “Eau de Parfum” tem em geral 15% e a “Eau de Toilette” contém 10%. O gosto de cada um e a maneira de aplicar perfume é o que importa aqui – há quem adore “tomar banho” de perfume, e aí deve optar por um menos concertado; que aplica pouco, pode escolher o mais concentrado (também vai durar mais!)

Chanel nº 5

Chanel nº 5

Quanto a aplicar, já disse, vai do gosto. Apliquem como gostarem, esqueçam lá as regras!!! Eu aplico nos lados do pescoço e nos pulsos, são os sítios onde o corpo aquece e o sangue passa à superfície para que o aroma se projecte um bocadinho mais, mas sinceramente não é nada de especial. Só não recomendo que apliquem na roupa, porque o perfume pode manchar e, manchando, não sai mais.

Acho que é tudo, espero que não falte nada. Contudo, como sempre, se houver alguma questão, é só dizer!!!

Anúncios

7 Respostas to “Perfume – O Guia Essencial”

  1. mmsf03 Junho 4, 2013 às 1:19 pm #

    Não Micky!! Já me basta o orçamento da maquilhagem e do cabelo agora vais-me forçar a ter um de perfume? Agora a sério nunca fui muito de usar perfume mas este artigo pelo menos ajudou-me a perceber termos que toda a gente utiliza e muitas vezes nem sabe o que significam. Quem sabe se depois encontro um perfume que me agrade sempre? O único que fui utilizando nos últimos anos foi o Be delicious DKNY. Tá na hora de ver outros aromas com outras notas. ;D

    • mickysantos Junho 4, 2013 às 1:53 pm #

      Por acaso não gosto nada desse perfume hehehe Dentro da mesma linha talvez alguns Escada. Just sayin’! 😛

      • mmsf03 Junho 4, 2013 às 4:23 pm #

        Ai eu lembro-me de sentir esse cheirinho quando tinha tipo 16 anos nas discotecas… Acho que o feeling é mesmo esse.. Basta cheirar um bocadinho que por uns segundos tenho outra vez 16 eheh Mas é como te digo não sou muito de usar perfume.. Talvez agora.. Recebi umas amostras Escada, Boss e Prada quem sabe 🙂

Trackbacks/Pingbacks

  1. Novidades – Mercedes-Benz Perfumes | Invicta Maquiagem - Julho 2, 2013

    […] tem uma personalidade de afirmação, com um primeiro impacto forte mas fresco, inesperado até. Citrinos, notas aquiáticas, violetas e especiarias para dar a masculinidade necessária. É uma escolha ideal para as noites quentes de Verão, para um […]

  2. Novidades – Perfume Downtown Calvin Klein | Invicta Maquiagem - Julho 17, 2013

    […] isto, vou já avisando que a gardénia é a nota mais proeminente (para saber o que isto significa ao certo, cliquem aqui), o que me agrada já que é uma das minhas flores favoritas e sem sombra de dúvida um dos meus […]

  3. Perfume – Roberto Cavalli Eau de Parfum | Invicta Maquiagem - Setembro 10, 2013

    […] E não é que eu nunca falei de uma das minhas imagens de marca? Este perfume tornou-se muito meu durante o Inverno passado, encontrei o aroma que diz tudo aquilo que quero dizer ao Mundo sobre mim. Se não entendem muito sobre perfumes, sugiro este post. […]

  4. Novidades – Perfume Dolce & Gabbana Intense | Invicta Maquiagem - Outubro 3, 2013

    […] Os componentes andam entre o floral oriental e flores brancas. Flores brancas são das minhas notas favoritas, é algo a pender entre a rosa, a flor de laranjeira e o jasmim, é um floral quente e […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: