A Minha Descoberta Da Semana

30 Jun

Eu estou sempre a dizer que ler rótulos é importante e que o devemos fazer. Eu quero sempre ser a primeira a dar o exemplo daquilo que prego e, por isso, hoje quero partilhar convosco o que se sucedeu durante esta semana.

Conheci a marca I Love Me Cosmetics este ano, por altura da ExpoCosmética aqui no Porto. Gosto de conhecer marcas novas e gosto especialmente de trabalhar com marcas que estão a iniciar-se no mercado – escusado será dizer  que se a marca for Portuguesa, eu estou e estarei sempre na linha da frente para a conhecer e, se achar que merece, apoiar. Ainda para mais, a I Love Me assume-se como uma marca “low-cost”.

A primeira coisa que me chamou à atenção foi o slogan: skin has no sex (a pele não tem sexo). Dado que a pele é largamente afectada pelas hormonas sexuais, confesso que fiquei um pouco confusa inicialmente.

Experimentei os produtos, que até me pareceram bons, mas tive curiosidade de ler os rótulos. O meu problema começa exactamente aqui porque não gostei nem um pouquinho do que vi. Contactei a marca, como é meu hábito quando tenho dúvidas. Aqui está o e-mail que lhes mandei:

Boa tarde,

Contactei-vos pelo facebook e foi-me indicado este endereço de e-mail. Sou blogger e escrevo para o http://www.invictamaquiagem.com. O Invicta Maquiagem é um site dedicado em exclusivo a cuidados de pele e maquilhagem.

Tenho estado atenta à vossa marca e há certas coisas que, na minha opinião de quem gosta de cosméticos e tem alguma formação na área da química, não batem muito certo. Assim, gostaria de pedir o favor de reenviarem este e-mail a quem de direito e que me possa esclarecer.

A minha primeira questão concerne o vosso Creme De Rosto Gold. Na lista de ingredientes figuram pó de ouro (purinas) e Manteiga de Shea. O ouro é um composto inorgânico (por definição, não contém carbono), mas as purinas são compostos com carbono. O ouro não tem purinas. Será que queriam dizer purpurinas? Quanto à “manteiga de Shea”, o nome correcto em Português é Manteiga de Carité, gordura proveniente da noz da Vitellaria paradoxa. Shea butter é, pois, o nome dado em língua Inglesa entre outras. Há algum motivo por usarem “shea” em vez da denominação “karite” ou “carité”, comuns e correctas no nosso país?

Em segundo lugar, tenho dúvidas sobre os produtos da vossa linha com extracto de caviar. Ácido hialurânico não é uma substância minha conhecida. Conheço apenas o ácido hialurónico. Podiam esclarecer a diferença? Óleo de baga de castor (tradução do Castor Oil?) é conhecido como óleo de rícino em Português. Aliás, a tradução do vosso catálogo para Inglês fala em beaver oil. A não ser que tenham ido buscar castores (animais), como é possível obter este óleo? Eu já experimentei o creme corporal desta linha e gostei bastante, mas continuo com dúvidas no que diz respeito ao que está presente nos rótulos e no vosso site.

Há uns tempos sei que se falou da vossa marca na TV e na rádio. Recordo-me de ter ouvido que a marca é Portuguesa, mas fabricada em Espanha. Podiam, por favor, dizer-me se o que penso ter ouvido é correcto?

Agradeço imenso a atenção e o tempo despendidos,

Micky Santos

O CEO (o “presidente”, por assim dizer) da marca foi simpático em me responder e me permitir que partilhasse a resposta convosco. Segue aqui a cópia integral do que recebi em resposta às minhas questões:

Bom dia

Agradecemos os seus comentarios e reparos.

Na verdade a tradução técnica foi feita pela nossa empresa em Espanha pode haver algumas situações como as que descreve.

Vou enviar esse reparo para poderem alterar em futuros rótulos.

Quanto à marca é relamente Portuguesa (registada em Portugal), mas por motivos 100% tecnicos e economicos é fabricada pela nossa empresa em Espanha.

Qualquer questão ao dispor

Jose Janeiro – CEO

Eu fui ler os rótulos em Espanhol, Inglês e Francês, já que tenho a felicidade de entender todos os três idiomas. O caso das “purinas” mantém-se porque a palavra existe em todas as línguas, é semelhante em todas elas e refere-se exactamente ao mesmo – na minha opinião este é e será o caso mais graves dos que expus. Mais a mais, continuo perfeitamente perdida sobre porque é que alguém manda traduzir uma coisa tão importante e não verifica. Certamente alguém que tem ou trabalhe para uma empresa de cosméticos vai entender alguma coisa de cosméticos ou química (quanto mais não fosse, também há químicos e tradutores em Portugal – pasme-se!).

Não quero estar a falar mal de ninguém, em especial uma marca que está a iniciar o seu caminho, nem quero estar a arranjar “pêlo em ovo”, mas achei que, uma vez notificada a empresa em causa, tinha a obrigação moral de partilhar convosco como é importante ler os rótulos. Nunca se sabe o que podemos encontrar e, como eu já disse, tenho o hábito de seguir os meus próprios conselhos.


		
Anúncios

4 Respostas to “A Minha Descoberta Da Semana”

  1. Sara Levy Julho 9, 2012 às 2:00 pm #

    Boa, este tipo de informações são muito importantes. Para evitar o comprar gato por lebre e darem-nos umas quantas palavras caras e científicas quando o que dizem não faz sentido absolutamente nenhum!
    Beijinhos

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: