Cuidados De Pele – Escolher Uma Esteticista

19 Jun

Ontem falei sobre um tratamento que deve ser efectuado por uma esteticista (ou um esteticista, porque não?). Enquanto escrevia o artigo e vos advertia sobre a necessidade de consultar uma pessoa competente, lembrei-me de que ainda não vos dei dicas sobre como exactamente escolher a tal pessoa. É esse o tema de hoje.

A melhor esteticista a contactar se ainda não temos nenhum ponto de referência é aquela que já trabalha com as nossas amigas ou conhecidas e da qual já conhecemos a competência exactamente por termos acessos à opinião que as clientes têm desta profissional. Posto isto, é sempre possível que não se dêem bem com a profissional que tão bem se dá com a vossa amiga. Se for este o caso, ou se não conhecerem o trabalho de ninguém, há algumas dicas para facilitar a tarefa de escolher uma boa esteticista.

Primeiro é preciso que saibamos o que queremos. Algumas profissionais especializam-se ou sabem à partida que são melhores em algum tipo de tratamento. Assim, é natural que se quiserem um tratamento de rosto a pessoa indicada pode não ser a mesma que vos faz, por exemplo, uma depilação. Claro que há pessoas que são boas em tudo o que fazem (sortudas!). Também se inclui neste ponto o sabermos comunicar o que queremos. Não tenham problemas em fazer pedidos e em explicar o que querem e gostam: por muito fora do comum que vos pareça, uma esteticista experiente já ouviu de um tudo e tem desenvoltura para lidar com pedidos. Uma boa esteticista também deve estar sempre pronta e disponível a mostrar diplomas e credenciais (provas em como é uma profissional certificada) e não tem que ficar minimamente aborrecida se lhas pedirem com educação. Se tem de haver uma capacidade de comunicação da nossa parte enquanto clientes e também bastante bom senso, por outro lado uma esteticista que parece não nos ouvir ou não fazer caso daquilo que estamos a tentar explicar não é uma boa profissional.

O reverso da medalha é que a esteticista também deve comunicar-nos coisas importantes e uma esteticista que não faça perguntas não é de confiança. Se a esteticista nunca trabalhou convosco e não vos conhece, deve perguntar-vos coisas relevantes antes do tratamento (na minha opinião deve fazer as perguntas aquando da marcação, mas entendo que nem sempre é possível). Dependendo do tratamento que vão fazer (mecânico, químico, de rosto, de corpo, a laser, a ultra-som etc.) as perguntas vão variar. Contudo, perguntas comuns são o tipo de pele (pelo menos para confirmar o que a esteticista deduziu ao olhar), que produtos usamos no dia-a-dia, o nosso estilo de vida (por exemplo, se fumamos, se bebemos bastante água, entre outros) e, principalmente, se temos alguma alergia ou problema médico importante. Devemos responder a estas perguntas sempre com a verdade e da melhor maneira possível: isso facilita o trabalho da profissional e  faz com que o nosso tratamento seja mais agradável e eficaz.

A segunda dica pode parecer um pouco fútil a principio, mas é uma questão importante. Se vamos a uma esteticista para tratar da nossa pele e vemos que esta tem a pele muito mal tratada, talvez não seja a pessoa indicada. Quem trabalha com cuidados de pele sabe que nesta área devemos ser a nossa própria montra. Claro que uma ou outra borbulha, algumas imperfeições ou pequenas marcas são aceitáveis: afinal ninguém é perfeito. Não quero incitar a julgarem alguém pela aparência, mas a verdade é que não sei até que ponto eu pessoalmente me sentiria confiante em colocar a minha pele nas mãos de alguém que não consegue cuidar de si mesma e, como tal, não vou sugerir que o façam.

Quando vão fazer a primeira marcação, sugiro que vão ao local se possível em vez de marcarem por telefone. Porquê? Porque assim podem ver a pessoa com quem estão a lidar, o tipo de local (salão, spa, gabinete etc.) já que às vezes fotos e sites podem dar a ideia errada e, acima de tudo, a higiene. Se o local vos parecer desarrumado e sujo, já sabem que devem virar costas e ir embora.

Lembrem-se: uma esteticista deve ser discreta e não contar a vida alheia (porque se conta a dos outros pode bem contar a nossa), deve estar a par das novidades (ou, então, se não vos souber responder imediatamente, deve oferecer-se para pesquisar e vos contactar assim que saiba a resposta), não nos deve forçar a comprar ou fazer tratamentos que não queremos, deve informar-nos sobre os benefícios e riscos dos tratamentos que conduz e não deve fazer promessas que não pode cumprir (estilo “este creme vai tirar-lhe 20 anos” ou “vai perder 2 tamanhos de roupa numa sessão”.).

Anúncios

2 Respostas to “Cuidados De Pele – Escolher Uma Esteticista”

Trackbacks/Pingbacks

  1. Cuidados De Pele – Métodos De Depilação Definitiva « Invicta Maquiagem - Setembro 4, 2012

    […] dos serviços de profissionais credenciados quando se usam estes métodos. Falei já um pouco sobre como escolher uma boa esteticista, para quem precise de umas dicas. Quando o laser ou a luz pulsada são envolvidos, tanto que está […]

  2. Perguntas & Respostas #4: O Dia-a-Dia Da Pele Oleosa « Invicta Maquiagem - Outubro 29, 2012

    […] mais drástica seria a microdermabrasão feita por um profissional, mas deves consultar um profissional competente para saberes se é ou não adequado à tua pele em particular. Contudo, se tiveres muitas […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: